Acessibilidade

A Comissão UFF Acessível e o DCE UFF Fernando Santa Cruz, realizam em 3/12, o Fórum de Acessibilidade e Inclusão da UFF.

A atividade aconteceu na última quarta-feira, 06/11, quando alunos, técnicos, professores e representantes da sociedade civil participaram da palestra sobre “Mobilidade Urbana e Calçadas”, no Campus do Aterrado. Organizado pelo professor Ilton Curty Leal Junior, do Grupo de Pesquisa em Tecnologia e Gestão (Geteg), o evento contou com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) e do Setor de Apoio Acadêmico (SAA), do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS).

O Centro de Artes UFF realizará de 14 a 18 de agosto de 2019 o 1° Seminário de Acessibilidade Cultural, ocupando os espaços de artes visuais, Teatro da UFF, Cine Arte UFF, em Icaraí, e a Sala InterArtes (no IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social), em São Domingos. 

Com foco na acessibilidade e inclusão, uma parceria entre a UFF e a Prefeitura Municipal de Niterói, através da Fundação Municipal de Saúde (FMS), possibilitará a inovação na criação e confecção dos produtos de divulgação do órgão. Desde 25 de julho, boa parte dos cartazes, folhetos, banners e cartilhas produzidos pelo setor de artes gráficas da FMS passaram a receber um QR Code, que ao ser carregado no smartphone de um usuário com deficiência auditiva, possibilitará a obtenção de outras informações sobre o assunto, além das inseridas no material gráfico.

Vem aí a Primavera da Inclusão.

Celebraremos o Dia da Luta da Pessoa com Deficiência com muita troca de experiência e conhecimento em busca de uma UFF cada vez mais acessível e inclusiva.

Participe! Divulgue!

Inscrições pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf_pxfHh6kojTMH2k7Xb_w7QkDu8OtYaXc7NMBtxIiaKsdzVA/closedform

Programação em anexo.

O Brasil registra anualmente cerca de 40 mil casos de amputação por motivos de acidente ou doença. O Sistema Único de Saúde (SUS), por sua vez, não consegue atender a demanda da população, pois a maioria das próteses robóticas são importadas e caras. Com foco nessa realidade, um grupo interdisciplinar formado por alunos dos cursos de Medicina, Computação, Engenharia e de Telecomunicações da UFF se reuniu e criou o Projeto da Rede Acadêmica de Cibernética e Humanidades (Reach), com a finalidade de desenvolver próteses de baixo custo.

Como acontece tradicionalmente no início do período letivo, a Divisão de Acessibilidade e Inclusão Sensibiliza UFF vai participar do Acolhimento Estudantil da UFF 2018.1, nesta sexta-feira, dia 16 de março, na quadra do Instituto de Educação Física, no Campus do Gragoatá.  A abertura oficial do evento será às 9h com a apresentação do Dancing Down, grupo de dançarinas com Síndrome de Down.

Temos o prazer de anunciar que entre 23 de julho e 7 de agosto de 2018 o Curso de Mestrado em Diversidade e Inclusão (CMPDI) realizará na Faculdade de Economia, Bloco F do Campus do Gragoatá, o “V Encontro em Diversidade e Inclusão da UFF”.

Esse encontro contará com o com apoio da Associação Brasileira de Diversidade e Inclusão (ABDIn) e reunirá seis eventos que versarão sobre diferentes temas.

“Nada sobre nós sem nós!”

Você é servidor técnico-administrativo ou docente ou aluno com deficiência? Faça parte da construção coletiva de nossa Política UFF-Acessível!

Você não tem deficiência mas tem conhecimento técnico ou interesse pelo tema? Se alie a nós!
Participe!!!

Com a intenção de se tornar uma universidade cada vez mais inclusiva, após intensas negociações, a UFF receberá um investimento externo de R$ 619.289,00 destinado a obras de ampliação da acessibilidade em seus campi. A verba é proveniente de emenda parlamentar e vai ao encontro das ações de inclusão planejadas e desenvolvidas pela instituição através do Grupo de Trabalho Acessibilidade (GT).

O objetivo principal da atividade é promover a mobilização dos sentidos através de práticas de sensibilização e experimentação corporal para pessoas cegas e com baixa visão.

Cenário com piso tátil, intérpretes de Libras em todas as sessões e uma vivência de sensibilização do público antes do espetáculo. Essas são as ações planejadas para que a peça teatral Ponto de Vista, apresentada no Teatro da UFF, seja mais inclusiva. Trinta minutos antes da peça, é aberta a cada espectador a opção de participar de uma experiência sensorial: na varanda da Reitoria, de olhos vendados e com o uso de bengalas, o público faz um circuito com obstáculos e incluindo pequenas tarefas cotidianas.

RODA DE CONVERSA INCLUSIVA
Acessibilidade e estrutura na UFF

O Sensibiliza UFF, junto com o Centro Acadêmico Evaristo da Veiga (Gestão Nenhum Direito a Menos), convida todos e todas à participarem de uma roda de conversa sobre acessibilidade e estrutura na UFF.

Quando o assunto é acessibilidade e inclusão, a UFF pode se orgulhar de atualmente contar com uma infraestrutura eficiente para atender a praticamente todas as necessidades dos candidatos que concorrem a vagas no quadro funcional da instituição.

Em relação a uma reclamação postada esta semana no Facebook, a respeito de carros estacionados irregularmente em cima da calçada no jardim da Reitoria, a Universidade Fluminense esclarece que desde a última quinta-feira, dia 06/04, foram deliberadas novas instruções aos vigilantes de plantão, a fim de coibir a entrada e permanência de veículos em cima e nas laterais das calçadas no local.

A Divisão de Acessibilidade e Inclusão SENSIBILIZA UFF (DAI) inaugura nesta terça-feira, dia 30, às 14h, sua nova sala, no Espaço Proaes, no Campus do Gragoatá.  

Em maio de 2016, o então Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, assinou a portaria normativa que estabeleceu o prazo de 90 dias para que as instituições públicas de ensino superior apresentassem propostas de inclusão de negros, pardos, indígenas e pessoas com deficiência em seus programas de pós-graduação.

Informamos que a Coordenação de Apoio Social, a Divisão de Programas Sociais, a Divisão de Serviço Social e a Divisão de Acessibilidade e Inclusão da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proaes) estão agora atendendo no Campus do Gragoatá - Bloco A – Térreo.

O Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão da UFF destina-se a profissionais que atuem ou tenham interesse no tema Diversidade e Inclusão, em espaços formais e não formais de ensino. Totalmente gratuito e sem ofertas de bolsas, o objetivo principal do Curso é dar a cada discente a oportunidade de pesquisar e realizar na prática suas atividades, dando ênfase ao saber-fazer.

Enquanto as obras da novas instalações no térreo do Bloco A, também no Gragoatá, não ficam prontas, a equipe do SENSIBILIZA vai fazer um plantão de atendimento na Biblioteca Central.  

Em breve, será inaugurada a nova sala, num local mais acessível, com mais comodidade para atendeimento da comunidade acadêmica com deficiência. 

Contamos com a compreensão de todos e agradecemos a parceria no movimento para tornar a UFF uma universidade inclusiva e cidadã.

A UFF recebeu nesta terça-feira a visita do MEC a fim de levantar dados sobre o avanço e as dificuldades de acessibilidade nos campi da universidade. A pauta reuniu integrantes da Proaes (Pró- Reitoria de Assuntos Estudantis), da equipe do Sensibiliza, parceiros das Superintendência de Documentação –SDC e Superintendência de Engenharia e Arquitetura e representantes do Ministério da Educação para discutir alguns assuntos de extrema importância para promover a inclusão na Federal Fluminense.

PARA SE INSCREVER ACESSE O LINK: https://sistemas.uff.br/bolsas/editais/61

As inscrições para o Programa Bolsa de Apoio ao Estudante com Deficiência terminam nessa terça-feira, 20/01. O Programa concede apoio financeiro mensal aos estudantes que apresentem deficiência motora, sensorial ou múltipla, matriculados em cursos de graduação presencial. Para participar do processo de seleção para preenchimento de vagas no Programa Bolsa de Apoio aos Estudantes com Deficiência o solicitante deverá atender aos seguintes requisitos:

A Divisão de Acessibilidade e Inclusão SENSIBILIZA UFF e o Centro Integrado de Tecnologia e Inovação (CITI) promovem na próxima segunda-feira, dia 7, das 10h às 13h, no hall do primeiro andar da Escola de Engenharia (R. Passo da Pátria, 156, São Domingos, Niterói, RJ), o evento “Sensibiliza Engenharia”.  A atividade faz parte das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 3/12.   A iniciativa tem o apoio do Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão (CMPDI) e do Centro de Apoio ao Deficiente Visual de São Gonçalo (Cadevisg).

Na próxima quarta-feira, dia 21/10, será realizado um evento de conscientização UFF SEM BARREIRAS, a partir das 10h, no jardim da Reitoria.  A iniciativa é uma parceria da Divisão de Acessibilidade e Inclusão – Sensibiliza UFF (Proaes) e o Setor de Qualidade de vida do Servidor- SQVS (Progepe). O objetivo é chamar a atenção da comunidade acadêmica para a questão da inclusão e da acessibilidade, através da realização de uma série atividades de sensibilização.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Desde a criação do Núcleo Sensibiliza em 2009, a universidade vem desenvolvendo projetos que permitem uma maior integração de alunos, professores e funcionários com deficiência no ambiente acadêmico. Hoje, por meio dos esforços da atual Divisão de Acessibilidade e Inclusão Sensibiliza UFF (DAIS), criada em 2013 e vinculada à Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proaes), a instituição oferece uma bolsa para estudantes que acompanhem a rotina acadêmica de colegas com algum tipo de deficiência, seja ela visual, motora ou auditiva.

Apesar dos esforços aplicados na promoção de acessibilidade, alguns candidatos com deficiência, como os deficientes visuais, relatam experiências frustrantes durante a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A falta de preparação dos ledores e o cansaço são algumas dificuldades citadas. Neste cenário, a utilização do computador como meio de efetuar o exame visa permitir que pessoas com deficiência visual possam fazer a prova de forma independente.

O Sensibiliza UFF vem trabalhando para que cada vez mais a universidade promova acessibilidade para todos. Nosso horizonte está se expandindo. E a cada novo membro, conquistamos todos uma grande vitória à caminho da inclusão. Uma novidade da Divisão é o cadastro para levantamento de dados de alunos com Deficiência. Ajudem a divulgar e participem dessa nossa caminhada. A UFF foi feita pra você!

O objetivo é fomentar a implantação e consolidação de políticas inclusivas para alunos, professores e funcionários técnico-administrativos com deficiência.

 

Word DocumentXLSCSV
Subscrever Acessibilidade