E as premiações continuam: pesquisadores da UFF que se destacaram em 2019 recebem Prêmios de Excelência

Dia 10 de dezembro, terça-feira, a partir das 10h, será realizada no auditório do Núcleo de Estudos em Biomassa e Gerenciamento de Águas (NAB) mais uma solenidade de premiações voltadas para a comunidade acadêmica da UFF. Promovido anualmente pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Proppi), o Prêmio de Excelência tem o intuito de valorizar pesquisadores, docentes e discentes que se destacaram por suas contribuições acadêmico-científicas. Nesta edição, o evento terá 26 agraciados, entre professores e alunos da instituição.

UFF recebe o XX Encontro de Reitores do Grupo Tordesilhas

#pratodosverem Foto da mesa do XX Encontro de Reitores do Grupo Tordesilhas na UFF

Na manhã do dia 25 de novembro, a Universidade Federal Fluminense recebeu a Mesa de Abertura do XX Encontro de Reitores do Grupo Tordesilhas. Na oportunidade, o vice-reitor da UFF, Fabio Passos, assinou o Convênio entre o Grupo Tordesilhas e a Fundação Carolina. Além disso, aconteceu a Conferência de Abertura: “A universidade e o desenvolvimento global”, ministrada por Luiz Davidovich, presidente da Academia Brasileira de Ciências; e a primeira mesa de debates: “Universidade, desenvolvimento e economia verde”, moderada por Leonardo Guelman, superintendente do Centro de Artes da UFF.

Filhos com microcefalia: mães são protagonistas na luta contra o Zika Vírus em pesquisa coordenada por professora da UFF

 

Em 2015 mais de 2 mil casos de microcefalia em recém-nascidos foram identificados em diversas regiões do país, principalmente no Nordeste, após um pico epidêmico do Zika Vírus no início daquele ano. Em função dos impactos devastadores causados nas famílias e nas crianças, no entanto, assim como da proporção com que o fenômeno mobilizou a saúde pública nacional e internacionalmente, ele permanece ainda como um desafio presente. Passados quatro anos, o tema continua sendo investigado por muitas organizações de saúde e pesquisa científica do país e fora dele.

Ciência no combate ao crime: pesquisadores da UFF auxiliam polícia brasileira com novo material revelador de impressões digitais

Investigar um crime é tarefa que vai além dos muros das delegacias. O trabalho de inteligência é fundamental para a resolução satisfatória dos casos policiais. Essa atividade demanda uma gama de materiais específicos e estudos em perícia. O reconhecimento de impressões digitais - com nome técnico de papiloscopia - é um dos procedimentos fundamentais nas investigações criminais, considerando que através desse método os indícios coletados e analisados por profissionais podem levar ao autor do delito.

Amazônia Azul: a bordo do navio Vital de Oliveira, pesquisadores da UFF analisam conexões entre o oceano e as mudanças climáticas

Pouco conhecida pelos brasileiros, a Amazônia Azul — denominada também zona econômica exclusiva (ZEE) — é o território marítimo do Brasil, correspondendo a uma área de 4,5 milhões de quilômetros quadrados equivalente a mais da metade da área continental do país. O Brasil exerce soberania sobre essa região, que apresenta um enorme potencial de recursos, biodiversidade, recursos minerais, energéticos e não extrativos.

Pesquisadores da UFF participam de projeto de âmbito mundial sobre Acesso à Justiça

Símbolo da justiça

Justiça, do latim justitia, quer dizer “direito, equidade, administração da lei”. E o que é a justiça se não um dos pilares da sociedade? Justamente por isso, o professor da UFF e defensor público Cleber Francisco Alves, desde suas pesquisas de doutorado, busca compreender como se dá o acesso à justiça, levando em consideração que sua experiência na Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro contribuiu para formar um panorama mais amplo sobre o assunto, especialmente no que se refere às pessoas dos estratos sociais inferiorizados na sociedade.

Páginas