Memória

Um dia para lembrar, aprender e confraternizar. Assim foi o almoço que recebeu cinco ex-reitores na Universidade Federal Fluminense na tarde dessa sexta-feira, 12 de julho. Estiveram presentes no Gabinete do Reitor personagens fundamentais para a história da Universidade, como Jorge Emmanuel Ferreira Barbosa, José Raymundo Martins Romêo, Hildiberto Ramos Cavalcanti de Albuquerque Jr., Cícero Mauro Fialho e Sidney Luiz de Matos Mello; o decano, Heitor Luiz de Moura, a professora Aidyl de Carvalho Preis e o ex-prefeito de Niterói, professor Waldenir de Bragança.

O Laboratório Universitário de Preservação Audiovisual da UFF está organizando o I Simpósio de Cinema Amador do LUPA-UFF. A temática do evento abarca o amplo universo do cinema amador  – filmes universitários, familiares, caseiros etc. – que será tratado através da apresentação de pesquisas, debate e projeção de filmes antigos.

As professoras Hildete Pereira de Melo e Ruth Helena Dweck lançam o livro “Economia, história e memória”, às 18h, na Faculdade de Economia da UFF. A obra, lançada pela Eduff em 2017, celebra os 75 anos da Faculdade de Economia da instituição, uma das mais antigas do país.

"A História em Roda Viva" é uma série de debates, a partir da temática da Propriedade, eixo central do INCT Proprietas. Cada evento é alinhavado a partir das investigações em curso do convidado que é instigado a refletir sobre a construção histórica da noção de propriedade. Esse convidado exporá sua pesquisa e, em seguida, será aberto o debate para outros seis expoentes compostos por pesquisadores do INCT Proprietas, gerando assim uma espécie de mesa redonda.

O VII Seminário de Pesquisas em Mídia e Cotidiano ocorrerá no Instituto de Arte e Comunicação Social da UFF, entre os dias 14 e 16 de maio de 2018. Este ano, o seminário propõe uma reflexão sobre os processos de midiatização e suas repercussões em diversos processos sociais.

O Centro de Memória da Extensão Universitária (CEMEX) da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) participou do I Congreso Iberoamericano de Museos Universitarios y II Encuentro de Archivos Universitarios, realizado nos dias 22, 23 e 24 de maio, na Cidade de La Plata, Argentina. O Evento, promovido pela Rede de Museus e Arquivos Universitários da Universidade  Nacional de La Plata (UNLP), pela Secretaria de Arte e Cultura e pela Presidência da Universidade Nacional de La Plata, foi realizado na Faculdade de Ciências Agrárias e Florestal da UNLP.

Em "A dispersão da memória e da escrita em Milton Hatoum e Lobo Antunes" (Eduff, 2016), Véra Lúcia Ramos de Azevedo reflete sobre os pontos de articulação entre os dois escritores de língua portuguesa, aparentemente tão diferentes entre si.

  • Abril a Julho de 1961: Durval de Almeida Batista Pereira
  • Julho de 1961 a 1963: Paulo Gomes da Silva 
  • 1963-1965: Deoclécio Dantas Araújo
  • 1965: Raul Jobim Bittencourt 
  • 1965-1966: Argemiro de Oliveira
  • 1966-1970: Manoel Barreto Netto
  • 1970-1974: Jorge Emmanuel Ferreira Barbosa
  • 1974-1978: Geraldo Sebastião Tavares Cardoso
  • 1978-1982: Rogério Benevento
  • 1982-1985: José Raymundo Martins Romêo
  • 1985-1989: Hildiberto Ramos Cavalcanti de Albuquerque Jr.

Democracia e desenvolvimentismo na criação da UFF

O contexto de criação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, denominação inicial da Universidade Federal Fluminense, remonta aos efervescentes e tumultuados anos de 1950, ainda que a data oficial de sua fundação seja 18 de dezembro de 1960, quando foi aprovada a lei 3.848, de autoria do Deputado Federal João Batista de Vasconcellos Torres.


O Centro de Memória da Extensão da Universidade Federal Fluminense (CEMEX-UFF), visa atender a crescente demanda de informações dos docentes, técnicos, discentes e sociedade pelos documentos de naturezas diversas que registram as ações de Extensão da UFF e, também, concretizar um antigo anseio dos funcionários da PROEX (criada em 1972), preocupados com o registro das ações desenvolvidas por esta Pró-Reitoria.
 
Word DocumentXLSCSV
Subscrever Memória