Lançamento de livros

O deputado federal Chico Alencar e o deputado estadual Waldeck Carneiro participarão da mesa-redonda “O que o mundo pode aprender com a mudança educacional da Finlândia?”, ao lado das professoras Iduina Chaves e Célia Linhares, durante o lançamento da edição brasileira do livro “Lições finlandesas”, publicado pela Eduff. Com mediação do diretor da Eduff, Aníbal Bragança, o evento tem início às 18h, no Auditório do Núcleo de Estudos em Biomassa e Gerenciamento de Água (NAB), na Boa Viagem.

Após a Aula Inaugural da Escola de Enfermagem, no dia 15/03, às 11:30, acontecerá o lançamento do livro “Gestão baseada em evidências: recursos inteligentes para soluções de problemas da prática em saúde”. O evento será realizado no Auditório da Escola.

O livro está disponível impresso e ebook na editora:

https://editoracrv.com.br/produtos/detalhes/32870-detalhes

Professora do Departamento de Turismo da UFF Karla Godoy reflete sobre as diversas formas de se “estar presente” no mundo contemporâneo em “Formação humana no ciberespaço: os sentidos da presença na educação a distância”, novo livro da Eduff, que será lançado na próxima quarta, 13 de dezembro, na Livraria Icaraí, em Niterói.

A Editora da Universidade Federal Fluminense (Eduff) reunirá autores e organizadores de 13 títulos recém-publicados das mais diversas áreas do conhecimento em um lançamento coletivo que  marca o fim do ano de atividades da editora, ao longo do qual foram lançados quarenta títulos de temáticas variadas, incluindo a reedição de clássicos como "Gente das areias", de Marco Antonio da Silva Mello e Arno Vogel; "Quando a rua vira casa", de Arno Vogel, Marco Antonio da Silva Mello e Orlando Mollica  e "Pontes", de Luiz Carlos Mendes.

A professora da Faculdade de Direito da UFF Patrícia Galindo lança o livro “Direito do Consumidor: Estudo dirigido Brasil – Quebec” (Eduff, 2017) em que compara as legislações vigentes no Brasil e em Quebéc, Canadá. A obra, que integra a Série Universidade, será lançada na próxima quinta-feira, 30 de novembro, às 18h, na Livraria Icaraí.

Diante das questões contemporâneas socioambientais, a coletânea “Práticas comunicativas socioambientais” (Eduff, 2017), organizada Marcela de Abreu Moniz, Vera Maria Sabóia, Donizete V. Daher e Rodrigo Leite Pereira, oferece reflexões sobre demandas urgentes relativas à formação pedagógica do enfermeiro para atuação como educador em saúde ambiental.

A inspiração neste estudo tem como fonte a atividade clínica da autora no Serviço de Psicologia Aplicada da UFF - em atendimento individual ou em grupos terapêuticos, em trabalhos comunitários, nas oficinas terapêuticas, ou ainda nos cursos de extensão - e em consultório particular.

Baseado no estudo etnográfico minucioso que realizou em saunas de prostituição masculina na cidade do Rio de Janeiro, o antropólogo Victor Barreto lança o livro “Vamos fazer uma sacanagem gostosa?”, no dia 6 de outubro, na Livraria da Travessa de Botafogo.

No livro, o autor relata não apenas os meandros do mundo dos negócios da prostituição no Rio de Janeiro, mas traz para o leitor uma percepção da forma como as sexualidades e os desejos estão articulados nas saunas cariocas.

O livro “O arquivo e o lugar” (Eduff, 280 pp, R$59) se organiza com foco nos produtores e usuários dos documentos, e não nas instituições arquivísticas. A obra engloba a polissemia do termo arquivo e o embate acerca da validade da custódia, conceitos que são esclarecidos à luz do Direito, da História da tecnologia e da Arquivologia.

A partir de sua vivência clínica e acadêmica, o psicólogo Gabriel Alvarenga propõe uma nova utilização da dimensão estética no cotidiano, considerando a criação como ponto revolucionário, no livro “Vida e arte: criação na borda, no balanço paradoxal” (Eduff, 2017), que será lançado em 19 de setembro, na Livraria da Travessa, no centro do Rio.

No dia 23 de agosto, quarta-feira, no auditório do Instituto de Ciência e Tecnologia  (ICT) do Campus UFF de Rio das Ostras (Curo) será lançado o livro “Olga Benario Prestes, de autoria de Anita Prestes.

O evento, gratuito, faz parte do 1º Seminário de formação política do SEPE Rio das Ostras e é direcionado a profissionais da educação, estudantes do ensino médio e universitários.

A programação contará com:

Das 14h - 17h: Cine Debate com o filme  Olga (do diretor Jayme Monjardim) -  mediador: Professor Marcos Cesar -  História da UERJ  ( auditório do ICT)

Fruto do trabalho de estudantes da graduação em Enfermagem da UFF, o livro “Saúde da mulher na atenção básica: compilando informações que apoiam o ensino – aprendizagem na graduação de Enfermagem” (2016), organizado pelo professor Audrey Pereira, será lançado no dia 23 de agosto, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

A partir da análise das questões relacionadas à ética, a pesquisadora Jacqueline Barros lança o livro “Trilogia de sombras: Saramago, Santo Agostinho e Heidegger" (Eduff, 2017), no dia 15 de agosto, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

Evento: Lançamento do livro "A construção do consenso privatista", de João Paulo de Oliveira Moreira (Doutorando PPGH/UFF).

Local: Quilombo do Grotão (Engenho do Mato, Niterói-RJ).

Data: 29/07/2017

Horário: 10h

Com alegria convidamos para o lançamento do nosso livro História Econômica e Imprensa, que será realizado na quarta-feira, dia 28 de junho, das dezenove às vinte e duas horas, no Bistrô Multifoco, Rua Mem de Sá, n. 126, no bairro da Lapa, Rio de Janeiro.

Mais uma vez agradecemos a todos vocês pela importante colaboração na coletânea que não apenas reúne trabalhos de alto nível mas, também, esperamos, poderá inspirar novas investigações sobre as relações entre imprensa, interesses e ideias econômicas no Brasil.

"Cartografias da cidade (in)visível - Setores populares, cultura escrita, educação e leitura no Rio de Janeiro imperial" foi organizado por três docentes do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal Fluminense. Nesta obra questiona-se a reafirmada exclusão e distanciamento dos setores populares do mundo letrado, demonstrando que suas práticas letradas encontram-se inscritas nas ruas da cidade e nos modos como se relacionavam com a vida, com o trabalho e com a educação.

Os professores Arno Vogel e Marco Antonio Mello lançarão a nova edição, revista e ampliada, do livro "Quando a rua vira casa" (Eduff, 2017), um clássico da área da Antropologia Urbana. Aliando conhecimentos de diferentes áreas, os autores analisam as maneiras pelas quais as pessoas se apropriam dos espaços coletivos. Na obra, dois espaços são usados para comparação: o bairro do Catumbi, com seu tradicional centro comercial, e a Selva de Pedra, no atual bairro carioca do Leblon.

Com a chegada das escolas não indígenas às aldeias, a infância guarani sofreu alterações. Devido a esse encontro cultural, foi necessário não só avaliar os impactos da escolarização, mas também pensar na formação curricular dos docentes. Esse é o ponto central debatido por Domingos Nobre em "Entre a escola e a casa de reza", que será lançado no dia 4 de maio, às 19h, na Livraria da Travessa, em Botafogo.

Seja em um clássico, como Macbeth, ou em um romance para adolescentes, como Crepúsculo, o poder da literatura em acender nossas paixões e compreender melhor a realidade continua vivo. Dois papéis importantes para a manutenção da produção editorial estão em constante mudança: o do escritor e o do crítico literário. Mostrar como essa relação se complementa é o objetivo da coletânea “Agentes do contemporâneo” (Eduff, 2016), organizada por Claudete Daflon, Maria Fernanda Garbero e Matildes Demetrio e que será lançada nesta quinta, 6 de abril, na Blooks Livraria, em Niterói.

Diversos movimentos sociais, como a mobilização dos moradores da Vila Autódromo frente ao projeto olímpico instalado na cidade do Rio de Janeiro, vêm questionando o uso do espaço urbano. Aspectos desse tipo de mobilização, por parte dos chamados favelados, são retratados pelo historiador Marco Pestana em “A união dos trabalhadores favelados e a luta contra o controle negociado das favelas cariocas (1954-1964)”, (Eduff, 2016), que será lançado em 25 de abril, às 19h, na Livraria Blooks de Botafogo.

A percepção da pele como órgão sensorial que dialoga com o mundo externo conduz o estudo da psicóloga e dançarina, Ruth Torralba, no livro “Sensorial do Corpo: via régia para o inconsciente” (Eduff, 2016.), que será lançado no dia 13 de abril, às 19h, na Livraria da Travessa, em Botafogo.

No livro, a autora recorre à experiência na dança e aos ensinamentos de Gerda Alexander, criadora da eutonia, para demonstrar a importância do toque para o desenvolvimento humano, quando a linguagem verbal não é mais suficiente para promover mudanças no sujeito.

Festival Nacional de Cultura Popular retratado em livro
Evento reuniu na Universidade Federal Fluminense mais de 200 atrações do país inteiro

Parafraseando Raewyn Connell, o poder das estruturas sociais na formação do indivíduo faz com que a sexualidade pareça não se transformar. Mas quando pensamos a partir da história da sexualidade, percebemos que as constantes modificações dos arranjos sociais reelaboram a todo o momento a nossa sexualidade, sempre posta em crise, pois não pode ser fixada nem exatamente reproduzida. Os corpos não são uma tela em branco a ser pintada exclusivamente pela sociedade.

A partir da seleção dos ensaios do carioca Euclides da Cunha e dos paraenses José Veríssimo, Leandro Tocantins e Eidorfe Moreira, o professor e geógrafo Edir Augusto Dias Pereira aborda o papel do ensaio brasileiro na construção do espaço amazônico em "Ensaios de Amazônia", que será lançado nesta quinta-feira, 30 de março, a partir das 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

Livro sobre o projeto de colaboração internacional será lançado dia 29 de março com a presença do reitor da Universidade Pública São Tomé e Príncipe

A partir da reunião de dados de organismos nacionais e internacionais de aviação, os biólogos Sávio Freire Bruno e Julia Rodrigues Barreto abordam os riscos e os desafios enfrentados pela ciência e pela sociedade diante do perigo aviário, em "Aves e aeronaves", novo livro da Eduff. O lançamento será no dia 28 de março, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

Em "Corpo mosaico", Iris Brasil traz reflexões sobre o movimento, em especial aplicados à dança, a partir da perspectiva da transformação, tema central da Teoria das Transformações Pontuais e da Teoria das Estranhezas. Essas duas teorias foram associadas ao pensamento do coreógrafo e teórico Rudolf Laban na tentativa de se compreender como se constitui o movimento corporal. O lançamento será na próxima quinta-feira, 16 de março, às 19h, na Livraria da Travessa, em Botafogo (Rua Voluntários da Pátria, 97).

Com foco na construção das identidades regionais ante a miscigenação sociorracial da formação brasileira, o livro "Genealogias mazombas", do historiador Bruno Silva, destaca as crônicas beneditinas da segunda metade do século XVIII. O lançamento será na próxima quinta, 9 de março, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói (Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí).

A rotina e os meandros do funcionamento do Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto (IMLAP), no Rio de Janeiro, é objeto de um estudo etnogáfico minucioso feito pela antropóloga Flavia Medeiros e recém-publicado pela Eduff no livro “Matar o morto”, que será lançado em 7 de março, às 17h, na Livraria da Travessa, no Centro do Rio de Janeiro (Rua 7 de Setembro, 54).

O historiador e diretor da Editora da Universidade Federal Fluminense (Eduff), Aníbal Bragança, lança o livro "Rei do livro", na próxima terça, 18 de outubro, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói. A coletânea, que reúne artigos de diversos autores dedicados ao campo multidisciplinar da história do livro, da leitura e da edição, resgata a trajetória da editora Francisco Alves, fundada em 1854 como Livraria Clássica e que é, ainda hoje, a mais antiga em funcionamento no Brasil.

Lançamento de dois livros:

- Educação e Relações Raciais I e II

- O Negro da História da Educação Brasileira

"As frações da classe senhorial e a Lei Hipotecária de 1864", de Pedro Parga Rodrigues, publicado pela Editora da Universidade Federal Fluminense (Eduff), retrata discussões da classe dominante senhorial do Segundo Reinado do Brasil Império. Por meio de debates legislativos, livros de potentados rurais e outras fontes, o autor reconstrói disputas em torno da ideia de propriedade territorial ocorridas durante a promulgação e aplicação da Lei Hipotecária de 1864.

A professora Neide Marinho lança o livro "Folia de reis - múltiplos territórios", no dia 28 de setembro, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói. Adaptação da tese de doutorado defendida pela autora na PUC-SP, a obra trata da festa popular de caráter religioso que relembra a passagem bíblica em que os três reis magos viajam para conhecer e presentear o menino Jesus.

--> Como comprar

 

Publicado pela primeira vez em 1998 e reeditado em 2003, o livro acaba de ganhar sua terceira edição pela Eduff, com lançamento no dia 29 de setembro, às 18h, na Livraria Icaraí (Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói).

Com 7.491 quilômetros de extensão, o litoral brasileiro proporciona ao país condições favoráveis à navegação e ao consequente desenvolvimento econômico. No entanto, de acordo com o cientista social Cezar Honorato, os portos do Brasil precisam ser modernizados. A partir da Companhia Docas de Santos, o pesquisador lança a segunda edição de seu livro “O polvo e o porto: a Companhia Docas de Santos (1888-1914)”. O evento acontece dia 22 de setembro, às 18h, na Livraria Icaraí, Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói.

A Livraria Icaraí recebe o escritor Hugo Vinicius Pereira para o lançamento do romance "Borgonha", na próxima terça-feira, 6 de setembro, às 18h. Narrado em primeira pessoa, o livro trata-se de uma tragédia contemporânea que leva o leitor a um mergulho na mente do protagonista, André, e nas transformações por que passa à medida que uma mulher entra e sai de sua vida.

A economista e professora da UFF Bianca Bonente lança o livro "Desenvolvimento em Marx e na teoria econômica: por uma crítica negativa do desenvolvimento capitalista" (Eduff, 2016), no dia 30 de agosto, às 18h, na Livraria Icaraí.

Na obra, autora pretende demonstrar que as teorias do desenvolvimento são única e exclusivamente teorias do desenvolvimento capitalista e que, por isso mesmo, projetam o capitalismo como figura inexorável do futuro da humanidade.

O universo das cerimônias de casamento e o trabalho dos cerimonialistas são objeto do estudo etnográfico que a antropóloga Cristina Marins apresenta no livro "Quando o céu é o limite" (Eduff, 2016), que será lançado no dia 28 de junho, às 19h, na Livraria da Travessa de Botafogo.

Com base em entrevistas e na observação direta dos rituais de matrimônio, a autora analisa a forma como o casamento é hoje planejado, percebido e representado pelos atores sociais nele envolvidos.

O professor Roberto Robalinho lança o livro “Miragens e estilhaços da guerra: os filmes contemporâneos de ficção sobre a guerra do Iraque” (Eduff, 2016)”, no dia 22 de junho, às 19h, na Livraria da Travessa de Botafogo.

Na obra, o autor parte da análise das produções de “Guerra ao terror”, “Zona verde”  e “Guerra sem cortes” e propõe uma reflexão sobre como um grupo de filmes é capaz de traduzir uma guerra que tem origem no capitalismo contemporâneo pós-industrial. 

A discussão de políticas e práticas de inclusão une os três novos livros publicados pela Eduff. "Narrativas do nao ver", "Encontros entre surdos e ouvintes na escola regular: desafiando fronteiras" e "Por uma política da narratividade: pensando a escrita no trabalho de pesquisa", das psicólogas Carolina Manso, Luiza Teles e Luciana Franco, respectivamente, serão lançados no dia 15 de junho, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

 

 

A trajetória de escritores, jornalistas, historiadores e seus projetos editoriais unem os nove artigos que integram a coletânea "Intelectuais e palavra impressa" (Eduff, 2016), organizada pela professora e historiadora Giselle Martins Venancio. Escrita por jovens pesquisadores da UFF, a obra será lançada no dia 2 de junho, às 18h, na Livraria Icaraí.

Paralelamente à carreira de engenheiro, Fernando Braune frequentou diversos cursos nas áreas de História, crítica e filosofia da arte. A partir desses estudos, surgiu o interesse pela imagem fotográfica, o que lhe proporcionou a exposição de seus trabalhos em galerias reconhecidas mundialmente, como o Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro, e a Agora Gallery, em Nova York. Seu mais recente trabalho, o livro "Querubins da Grota", será lançado no dia 7 de julho, às 18h, na Livraria Icaraí, Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói.

O apelo para a formalidade e os métodos puramente dedutivos não correspondem mais às necessidades atuais do ensino matemático. Essa carência é tema do livro "Tendências em educação matemática: percursos curriculares brasileiros e paraguaios" (Editora Appris), do professor Marcelo Dias, que será lançado no dia 5 de maio, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói. 

Intervozes é uma revista que tem como objetivo provocar a reflexão e o debate sobre os estudos nas áreas do trabalho, da saúde e da cultura. Um espaço para a publicação da produção acadêmica e cultural que envolva temas que digam respeito às transformações, as relações e a gestão do trabalho nas organizações, às condições e qualidade de vida e aos problemas de saúde do trabalhador, aos sentidos e representações envolvidos na produção e reprodução do trabalho, bem como aspectos culturais e políticos.

Seja de personalidade ou de fantasias, a infância é uma fase de construção, de brincadeiras cotidianas que se tornam grandes histórias contadas, anos depois, em forma de memórias e saudade. Por isso, a professora Magnólia Nascimento volta-se para um de seus papeis mais emocionantes, o de avó da Beatriz, para contar os momentos únicos e divertidos que passa ao lado da neta, no livro "A Menina e a Avó da Menina", que será lançado em 28 de abril, às 18h, na Livraria Icaraí.

O CMPDI é um curso de mestrado profissional da UFF, relativamente novo, que teve seu início em agosto de 2013 e que vem produzindo inúmeros materiais didáticos e paradidáticos que interessam a profissionais e familiares que lidam com pessoas com necessidades especiais. Tais materiais e seus autores merecem ser divulgados para a comunidade da UFF e seus pares e também para a sociedade. A divulgação destes materiais será de maior abrangência quando forem postados no site da Associação Brasileira de Diversidade e Inclusão (ABDIn) que se encontra em construção.

As novas tecnologias vêm transformando os processos comunicacionais e influenciando o cotidiano das pessoas. Mas como o advento das redes sociais tem atualizado a experiência com a morte? A resposta Renata Rezende tenta responder no livro “A morte midiatizada” (Eduff), que será lançado nesta quinta-feira, 31 de março, às 19h, na Livraria da Travessa de Botafogo, na Rua Voluntários da Pátria, 97, Botafogo, Rio de Janeiro.

Durante as décadas de 1980 e 1990, a Região Metropolitana do Rio de Janeiro assistiu ao surgimento de movimentos organizados de ocupação de áreas urbanas que resultariam na formação de bairros populares, hoje integrados à cidade formal. Passadas mais de três décadas desde seu surgimento, essas ocupações ganham, pela primeira vez, um estudo dedicado a suas singularidades, no livro "Barbante, ripas e lutas: ocupações organizadas de terras urbanas no Rio de Janeiro, 1983-1993" (Eduff, 2016, 96p.), dos arquitetos Gerônimo Leitão e Elane Frossard.

Editado primeiro em Portugal e agora no Brasil pela Eduff, "Patrimônios de influência portuguesa: modos de olhar", organizado por Walter Rossa e Margarida Calafate Ribeiro, será lançado nos dias 25 de janeiro, às 18h, na Livraria Icaraí, e 26 de janeiro, às 19h, na Livraria da Travessa de Botafogo.

Editado primeiro em Portugal e agora no Brasil pela Eduff, "Patrimônios de influência portuguesa: modos de olhar", organizado por Walter Rossa e Margarida Calafate Ribeiro, será lançado nos dias 25 de janeiro, às 18h, na Livraria Icaraí, e 26 de janeiro, às 19h, na Livraria da Travessa de Botafogo.

Páginas

Word DocumentXLSCSV
Subscrever Lançamento de livros