Psicologia

Este grupo de estudo tem como objetivo  refletir sobre " sentido do trabalho" atraves do estudo dirigidos de textos. Serão utilizados textos de autores nacionais e internacionais como Estelle Morin e Ricardo Antunes. Iremos estudar  o impacto do sentido do trabalho na produtividade, na qualidade de vida dentro e fora do trabalho, no comprometimento, na saude, nas relações familiares e na vida social. Também será discutido a importancia de  propósitos e legados.

SIMPÓSIO: "Precisamos falar sobre suicídio; Viver é a melhor opção."

DESCRIÇÃO: Promovido pela Divisão de Promoção e Vigilância em Saúde (DPVS/CASQ), em colaboração com a Seção Psicossocial (SPS/CASQ), ambas ligadas à Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), e também com apoio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PROAES), o simpósio "Precisamos falar sobre suicídio; viver é a melhor opção" integra a Campanha do Setembro Amarelo, idealizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Começa nesta terça, 28 de agosto, e vai até 3 de setembro, a promoção “Mente sã em corpo são”, que dá 50% de desconto e frete grátis em 14 títulos de Psicologia e Nutrição da Eduff, comprados no site da editora.

Confira a relação dos livros com desconto no site da Eduff.

 

2º SAUFF – Atualidades e Assistência ao Autista
No 2º SAUFF pretende-se dar continuidade a discussões de alto nível sobre o Autismo, englobando atualidades sobre questões diagnósticas, intervenções terapêuticas e pedagógicas, além de políticas de inclusão da pessoa com autismo ao longo da vida.

Data: 19, 20 e 21 de setembro de 2018
Local: Auditório Moacyr de Carvalho Gama, Faculdade de Economia, Bloco F, Campus do Gragoatá.

Atividades previstas:
Palestras, mesas-redondas, oficinas, apresentação de trabalhos na forma de pôsteres e comunicação oral.

Organizada pelos psicólogos Rogerio Quintella, Leonardo Almeida e Crisóstomo Nascimento, a coletânea “Subjetividade” (Eduff, 2017) propõe uma interface entre a psicologia e outros campos do saber. Com a crescente investigação sobre a subjetividade humana, os 12 textos e o post-scriptum presentes na obra fazem uma reflexão teórica, crítica, metodológica, clínica e política em torno do tema.

Organizada pelos psicólogos Rogerio Quintella, Leonardo Almeida e Crisóstomo Nascimento, a coletânea “Subjetividade” propõe uma interface entre a psicologia e outros campos do saber. Com a crescente investigação sobre a subjetividade humana, os 12 textos e o post-scriptum presentes na obra fazem uma reflexão teórica, crítica, metodológica, clínica e política em torno do tema.

O projeto de extensão Por que também temos que falar de violência? realizou duas atividades durante a XI Semana de Psicologia da UFF que aconteceu no IPSi, entre os dias 04 e 08 de junho. No dia 5 de junho, das 16h às 19h, aconteceu a Mesa de debates: mulheres, deficiências e violências, cujo objetivo era refletir sobre a invisibilidade e a vulnerabilidade das mulheres com deficiência, evidenciando as violências de gênero por elas sofridas.

O projeto de extensão "Por que também temos que falar de violência?" realizará duas atividades durante a XI Semana de Psicologia da UFF que acontece no ICHF entre os dias 04 e 08 de junho.

A equipe de colaboradoras do projeto de extensão "Por que também temos que falar de violência?" participou da oficina “Discutindo Violência de Gênero no Ensino de Saúde”, atividade integrante do V Encontro Nacional de Ensino de Ciências da Saúde e do Ambiente (V Eneciências), no dia 15 de maio, das 9h às 12h, no Prédio da Física – Campus da Praia Vermelha, em Niterói - RJ.

Evento em comemoração aos 20 anos do
Programa de Extensão Vida no Campus - UFF. Local: Instituto de Psicologia / UFF

Poéticas e políticas da transmissibilidade em pesquisas em Psicologia Social
Data: 08 de maio de 2018 – Local: Campus Gragoatá - Niterói/RJ, Salas: 205 e 207 do Bloco N e Auditório do Bloco P.

A Livraria Icaraí recebe a psicóloga Andrea Rosa da Silveira para o lançamento do livro “Autismo Infantil: Práticas educativas integradoras e movimentos sociais”. Fruto da dissertação de mestrado da autora, a obra pretende não apenas dar mais visibilidade àquilo que se refere à escolarização da criança com autismo, mas também apresentar a familiares, educadores e profissionais de saúde uma compreensão mais positiva do autismo Infantil.

O projeto de extensão Por que também temos que falar de violência realizará a atividade “Psicologia e Resistência: caminhando juntas na luta!”, no dia 28 de março, das 16h às 21h, no auditório do bloco P (Campus do Gragoatá), em Niterói. A primeira mesa acontecerá de 16h as 18h30; a segunda, de 19h as 21h. Haverá lançamento e venda de livros (ver programação).

A equipe de colaboradoras do projeto de extensão Por que também temos que falar de violência? participou de roda de conversa e dinâmicas de grupo sobre o tema “Ser Mulher é”, no dia 20 de março, na Unidade Básica de Santa Bárbara (UBS), das 9h às 12h, em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres – 8 de março. A atividade foi organizada pela UBS e teve como público as usuárias do serviço.

O Grupo de Pesquisa Perceber sem Ver e o Laboratório PesquisarCOM, vinculados ao Instituto de Psicologia da Universidade Federal Fluminense/Campus Niterói, convidam para o minicurso "Legados coloniais e epistemologias do sul global: reflexões, metodologias e procedimentos", ministrado pelo antropólogo Bruno Sena Martins e para a Mesa Redonda "Deficiência em questão: para uma crise da normalidade", com os antropólogos Bruno Sena Martins e Anahi Guedes de Mello.

A mesa-redonda organizada pelo projeto de extensão “Um novo olhar sobre a aposentadoria” busca discutir o tema “Trabalho e Aposentadoria: novos horizontes na envelhescência”.

As inscrições devem ser feitas pelo e-mail grupoaposentadosuff@gmail.com (com nome, telefone, instituição e formação), ou presencialmente no SPA UFF (5º andar do Bloco N).

 

TEMA – DESAFIOS DO AUTISMO: DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIEDADE

O 1º Simpósio sobre Autismo da UFF (SAUFF), vinculado ao Programa de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão (CMPDI) da Universidade Federal Fluminense (UFF) nasce com a proposta de fortalecer a cooperação entre docentes e discentes da UFF e outras Instituições nacionais, fomentando parcerias de alto nível para atender a demanda da sociedade quanto ao tema do Simpósio.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com a maior taxa de transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão. Essa realidade também está presente no ambiente universitário, demandando mobilizações efetivas das instituições de ensino superior no auxílio aos seus estudantes.

O doutorando em Psicologia Gabriel Alvarenga lança o livro “Vida e arte: criação na borda, no balanço paradoxal” (Eduff, 2017). A partir da vivência como estudante, o autor propõe uma nova utilização da dimensão estética no cotidiano, considerando a criação como ponto revolucionário. O questionamento central, como exposto pelo professor Luciano Bedin na orelha do livro é “onde é possível o desafio de uma vida como obra de arte? Que arte é essa que acessamos?”.

A percepção da pele como órgão sensorial que dialoga com o mundo externo conduz o estudo da psicóloga e dançarina, Ruth Torralba, no livro “Sensorial do Corpo: via régia para o inconsciente” (Eduff, 2016.), que será lançado no dia 13 de abril, às 19h, na Livraria da Travessa, em Botafogo.

No livro, a autora recorre à experiência na dança e aos ensinamentos de Gerda Alexander, criadora da eutonia, para demonstrar a importância do toque para o desenvolvimento humano, quando a linguagem verbal não é mais suficiente para promover mudanças no sujeito.

A Coordenação do Curso de Psicologia/Laboratório de Estudos, Pesquisas e Práticas em Educação, Sexualidade e  Psicanálise (Lepesp) da Universidade Federal Fluminense (UFF) e o presídio feminino Nilza da Silva Santos, ambos de Campos dos Goytacazes, firmaram uma parceria para proporcionar atividades ocupacionais e de escuta clínica, dinâmicas de grupo e oficinas diversas às internas, com início neste mês.

A Coordenação do Curso de Psicologia/Lepesp (Laboratório de Estudos, Pesquisas e Práticas em Educação, Sexualidade e Psicanálise) de Campos dos Goytacazes em parceria com o presídio feminino do município, proporcionará para as internas atividades ocupacionais e de escuta clínica, dinâmicas de grupo e oficinas diversas.

A discussão de políticas e práticas de inclusão une os três novos livros publicados pela Eduff. "Narrativas do nao ver", "Encontros entre surdos e ouvintes na escola regular: desafiando fronteiras" e "Por uma política da narratividade: pensando a escrita no trabalho de pesquisa", das psicólogas Carolina Manso, Luiza Teles e Luciana Franco, respectivamente, serão lançados no dia 15 de junho, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

 

 

A proposta do evento, organizado pelo Laboratório PesquisarCOM / Grupo de Pesquisa Perceber sem Ver, do Instituto de Psicologia da UFF, é discutir as articulações entre deficiência, sexualidade e estudos queer, tomando como foco o corpo e suas possibilidades para além das hetero-normatividades. Quais são as interfaces entre estudos queer e estudos sobre deficiência? O que pode um corpo? Como são feitas as fronteiras que separam corpos eficientes e corpos deficientes? O que pode um corpo se articulado longe dos parâmetros de normalidade?

 

Orientações gerais

Telefone: (21) 2629-5320
Email: saudedoestudante@proaes.uff.br
Facebook (Perfil): www.facebook.com/divisaodesaude.dase
Facebook (Fanpage): 
Endereço: Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Reitoria, sala de atendimento ao aluno.

Atendimento médico

A Eduff - Editora da Universidade Federal Fluminense lança o livro "Psicologia e Educação: interfaces", na próxima quarta-feira, 9 de dezembro, às 18h, na Livraria Icaraí. Organizada por Luciana Coutinho e Lúcia Lehmann, a coletânea aborda os caminhos para se aplicar a Psicologia na área da Educação, com foco na formação docente.

Subscrever Psicologia