Arte

O projeto O olhar do artista sobre o meio ambiente é uma iniciativa do Laboratório Horto-Viveiro da Universidade Federal Fluminense, que consiste em uma exposição itinerante de artes visuais, composta por obras de artistas, sobretudo fluminenses, reunindo arte, cultura e educação. Anualmente, percorre 3 a 5 municípios do Estado do Rio de Janeiro, com objetivo de utilizar a arte como instrumento de Educação Ambiental.

A 3ª exposição da XIV Edição do Olhar do Artista Sobre o Meio Ambiente chegará dia 17 de setembro em Niterói, no Laboratório Horto-Viveiro. A abertura ocorrerá às 18 horas, no endereço Av. Litorânea, s/n. Boa Viagem, Niterói/RJ. A exposição fica até o dia 20 de setembro.

• ABERTURA: 17/09, 18h
• VISITAÇÃO: segunda à quinta, 9h - 18h
• ENDEREÇO: UFF Campus da Praia Vermelha. Av. Litorânea s/n. Boa Viagem, Niterói/RJ.

Contamos com a presença de vocês!

A 1ª exposição da XIV Edição do Olhar do Artista Sobre o Meio Ambiente chegará dia 03 de agosto em Iguaba Grande, no Salão de Artes Zé Trindade. A abertura ocorrerá às 19h, no endereço Rodovia Amaral Peixoto, km 102, n°3399, Cidade Nova - Iguaba Grande/RJ, no 2º piso da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. A exposição fica até o dia 29 de agosto, com visitação das 8h às 17h.

A equipe do Projeto Turismo Social UFF convida a todos para a exposição itinerante “Cotidiano Sem Muros: o olhar do invisível”, que será realizada entre os dias 4 e 15 de junho.

 

II SIMUPE: OFICINAS

De 02/04/2018 a 07/04/2018

De 2 a 7 de abril de 2018, o Centro de Artes UFF realizará a segunda edição do SIMPÓSIO DE MÚSICA E PESQUISA DA ORQUESTRA SINFÔNICA NACIONAL UFF (SIMUPE).O simpósio inclui palestras, oficinas, mesas de discussão, conferências, recitais e outras apresentações.

Como parte da programação, serão oferecidas 3 OFICINAS com inscrição online. Saiba mais sobre cada uma delas:

Um mapa afetivo das regiões do Brasil, constituído a partir de perspectivas locais. A descrição do projeto Territórios da Arte, resultado de parceria entre a Universidade Federal Fluminense e a Fundação Nacional de Artes (Funarte), resume a riqueza cultural que chega a Niterói, Rio das Ostras e Campos dos Goytacazes, a partir do dia 02 de outubro.

 

O nosso Sarau tem como objetivo fornecer um amplo painel, com múltiplas expressões artísticas em torno da Poesia: falada, escrita, imagética, performatizada, cantada, dançada.   A oportunidade possibilita ao público a experiência de ficar imerso nas sensações que a Poesia estimula, como momentos de evasão, de reflexão e de afeto.

O Centro de Artes UFF realizará, entre os dias 14 e 20 de agosto de 2017, o SOLOS EM CENA, festival de monólogos que entra em sua quarta edição. Criado em 2006 e reativado no ano passado, o SOLOS EM CENA reúne alguns dos artistas e espetáculos que têm se destacado no panorama teatral, dentro desse formato de monólogo. Neste ano, as apresentações serão consecutivas ao longo de uma única semana, de segunda a domingo, sempre às 20h, apresentando seis espetáculos diferentes, cujos serviços e sinopses são detalhados abaixo.

O doutorando em Psicologia Gabriel Alvarenga lança o livro “Vida e arte: criação na borda, no balanço paradoxal” (Eduff, 2017). A partir da vivência como estudante, o autor propõe uma nova utilização da dimensão estética no cotidiano, considerando a criação como ponto revolucionário. O questionamento central, como exposto pelo professor Luciano Bedin na orelha do livro é “onde é possível o desafio de uma vida como obra de arte? Que arte é essa que acessamos?”.

Mapear a cartografia da arte e da cultura popular brasileira, com o objetivo de contribuir para um maior entendimento cultural e artístico nacional, é a proposta do projeto Territórios da Arte. A iniciativa da Universidade Federal Fluminense tem parceria com a Fundação Nacional de Artes (Funarte) e começa nesta quinta-feira, 18 de maio, na cidade de Cuiabá, Mato Grosso.

Avaliação qualitativa da rede de formação de artistas no Brasil.

Word DocumentXLSCSV
Subscrever Arte