Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Odontologia da UFF inaugura clínica para pesquisa e atendimento gratuito da população

A UFF inaugurou na última quinta-feira, dia 26 de outubro, o Laboratório Associado de Pesquisa Clínica em Odontologia para atendimento gratuito à população. O setor desenvolverá estudos em humanos abrangendo biologia molecular, histoquímica, imuno-histoquímica, tomografia nas especialidades de Cirurgia, implantodontia, Periodontia e Patologia da Odontologia.

O Laboratório integra a Rede de Bioengenharia do Rio de Janeiro e o INCT de Medicina Regenerativa e tem como objetivo conectar a pesquisa básica/tecnológica à pesquisa em humanos, beneficiando os voluntários e contribuindo para o desenvolvimento tecnológico de novos produtos - como implantes dentários, substitutos ósseos e membranas sintéticas - e de novas técnicas em odontologia - como enxertos ósseos e confecção de concentrados plaquetários.

“Essa estrutura de laboratório representa muito bem a missão da universidade que a partir da pesquisa científica básica como estrutura de materiais e química colabora para o desenvolvimento de  tecnologia que melhora a qualidade de vida das pessoas, como a reconstrução óssea com novo material sintético. Simultaneamente, esses projetos são parte integral da formação de profissionais em graduação, mestres e doutores”, destacou o vice-reitor Antonio Claudio da Nóbrega.

A clínica será a primeira do Estado do Rio de Janeiro para pesquisa em seres humanos com apoio dos laboratórios de biologia molecular e análise microscópica, explica a docente da UFF  e responsável pelo Laboratório, Mônica Calasans Maia. “O trabalho desenvolvido aqui será essencial para o avanço da odontologia. Ciência não é custo, ciência é investimento. Esse investimento vai possibilitar o atendimento gratuito e de qualidade a pessoas que necessitam e não têm como pagar”, destaca.

O local funcionará diariamente, pela manhã e à tarde. O atendimento será realizado por docentes e pós-graduandos da Odontologia da UFF, separadamente das consultas rotineiras da Faculdade. “O número de atendimentos vai variar de acordo com o andamento dos projetos. Se o trabalho envolver 30 participantes, chamaremos 30 interessados. Até o final de 2017, atenderemos 58 voluntários, em dois projetos que envolvem extração e implante dentário. Com certeza, a realização de diferentes projetos, em pouco tempo, permitirá o benefício de centenas de pessoas”, afirma Mônica.

O perfil dos pacientes dependerá dos critérios de inclusão dos projetos. “Por exemplo, uma pesquisa que avalia o anestésico local em pacientes hipertensos recrutará voluntários portadores de hipertensão arterial. Já em uma avaliação do ganho ósseo, após a realização de enxerto, serão contemplados voluntários que necessitem de implantes dentários”, explica Mônica.

Para a construção do Laboratório, com essa especificidade, foram investidos R$ 250 mil, provenientes da Faperj, CNPq, Finep e de projetos em parceria com um consórcio europeu. Com essas verbas, além das obras nas instalações, como a construção de dois consultórios odontológicos completos e um tomógrafo, a UFF instalou todo o sistema Exakt para análise histoquímica, centrífugas para produção de concentrados plaquetários, balança digital, lupa, geladeira, freezer (menos 80 graus) para manutenção de células e saliva congeladas, PCR (técnica para amplificar milhares de vezes uma região específica da molécula de DNA), microscópio de captura com dois observadores, impressora e laptop.

“Para atuar diretamente na parte laboratorial, a clínica conta com uma equipe de seis pessoas. São quatro professoras - duas delas atuando no laboratório de histoquímica e imuno-histoquímica, uma no laboratório de biologia molecular e outra na área de microscopia do laboratório - além de duas integrantes da área técnica”, conclui a responsável pelo Laboratório.

Serviço:

Endereço para inscrições: Faculdade de Odontologia da UFF, Rua Mario Santos Braga, 28/4º andar, Valonguinho, Niterói.

Grande área: 
Público-alvo: 
Localidade: