Debate

O Teatro da UFF recebe na próxima terça-feira (26), às 15 horas, o UFF Debate Brasil com o tema “Mulheres e feminismo hoje”.

Em consonância com o tema escolhido para a X Semana do Cérebro "Neurociências e Educação", será exibido o filme "Se enlouquecer não se apaixone" que aborda a temática de um adolescente, Craig Gilner, que decide se internar em uma clínica de saúde mental. Em seguida, será realizado o debate sobre o filme com diferentes profissionais da área: Helena de Souza Pereira- Pesquisadora/UFF, Fátima Erthal – Pesquisadora/UFRJ, Ricardo Krause – Médico Psiquiatra e Terezinha Resende – Psicóloga clínica e orientadora vocacional.

No dia 4 de dezembro (terça-feira), acontece o debate “Reinventando a representação de mulheres negras na comunicação”, às 18h na sala 314 do IACS. A conversa contará com a participação de Katiucha Watuze e Maria Amália Cursino, ambas do Coletivo Pretaria, e irá debater a representatividade da mulher negra na Comunicação contemporânea.

Aline Bonifácio

Lançado em 29 de setembro de 2018, o documentário “Vai Cair Mais Terra”, dirigido por Sam Liebmann e Lee McKarkiel, será exibido no Cine Debate, no Cine Arte UFF, em 29 de novembro, às 15 horas.

O curso de Jornalismo da UFF realiza nos dias 26 e 27 de novembro a 14° edição do Controversas, evento criado para debater o mercado de trabalho e os desafios da profissão de jornalista. Neste ano, o Controversas tem como tema as eleições 2018.

Inicia-se nesta semana os 16 dias de ativismo 2018, com o tema “Uma vida sem violência é um direito das mulheres”. Ao longo destes 16 dias serão realizadas várias atividades na cidade de Macaé, com o objetivo de chamar à reflexão sobre violência de gênero. O evento é promovido pelo Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade.

O PPGS, o Nectar (Núcleo de Estudo Cidadania, Trabalho e Arte) e o Negra (Núcleo de Estudos Guerreiro Ramos) convidam para a projeção do filme e lançamento do livro: "Partir, Permanecer, Regressar: estudantes cabo-verdianos entre Brasil e Portugal."

Haverá um debate com a cineasta e antropóloga Daniele Ellery Mourão da Universidade Internacional da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira - UNILAB.

 

O mês da Consciência Negra é um símbolo de luta e resistência para a nossa população preta e, por este motivo, nós do coletivo UBUNTUFF estamos realizando a II Semana da Consciência Negra da UFF de Angra, no intuito de discutirmos o lugar do negro na sociedade e no âmbito acadêmico.

PROGRAMAÇÃO:

23/11 (sexta-feira) - 11h às 15h 

Oficinas de Cultura Negra

Lançamento do Documentário "Mundo da vida: a Sociologia de Alfred Schütz", seguido de debate com o diretor Hermílio Santos. Esta atividade fará parte do evento CineSociais: Alfred Schütz e a Sociologia nos dias de hoje.

Em 2017, o Conselho Federal de Psicologia assinou o “Alerta Feminista” em favor dos direitos das mulheres para a legalização do aborto. Com certeza, um grande passo, que reafirma o compromisso ético e político da profissão com as mulheres brasileiras, especialmente as mais vulneráveis - negras e pobres. No esteio desta luta intransigente por direitos sexuais e reprodutivos, e diante do cenário ultraconservador insurgente, claro está que não podemos recuar. Precisamos avançar sempre, contudo, sem perder de vista algumas de nossas conquistas, como, por exemplo, o Aborto Legal.

Pela importância de se comemorar os 50 anos do Cine Arte UFF, uma sala que acompanhou as mudanças mais significativas do nosso cinema, o UFF Debate Brasil do mês de setembro, que ocorrerá dia 25, às 15h, quer trazer ao público as questões que fazem do cinema brasileiro hoje um forte e pujante polo de produção, e também entender como os gargalos da distribuição se perpetuam. Com entrada gratuita, o evento contará como a diretora, roteirista e dramaturga Gabriela Amaral Almeida, o cineasta, crítico e curador Eduardo Valente e o ator de cinema Augusto Madeira.

Debate sobre saúde mental e literatura com Flávia Trocoli, professora da Faculdade de Letras da UFRJ e Jaqueline Ferreira, psicanalista do Corpo Freudiano - Escola de Psicanálise.

Pela importância de se comemorar os 50 anos do Cine Arte UFF, uma sala que acompanhou as mudanças mais significativas do nosso cinema, o UFF Debate Brasil do mês de setembro, que ocorrerá dia 25, às 15h, quer trazer ao público as questões que fazem do cinema brasileiro hoje um forte e pujante polo de produção, e também entender como os gargalos da distribuição se perpetuam. Com entrada gratuita, o evento contará como a diretora, roteirista e dramaturga Gabriela Amaral Almeida, o cineasta, crítico e curador Eduardo Valente e o ator de cinema Augusto Madeira.

A atividade é organizada pelo DAJuP ( Diretório Acadêmico Prof. Jussara P do Nascimento -  Curso de Biomedicina - UFF) e propõem estimular o debate sobre políticas públicas de saúde para o Brasil, pesquisa científica, Educação superior e Pós-Graduação, cortes na Ciência e Tecnologia, privatização e precarização dos hospitais universitários e Saúde coletiva e popular.

Estarão presentes na atividade:
- Maria Carol
- Heitor César
- Marta Barçante
- Tatiana Roque
- Rafael (Representante da Associação Nacional de Pós-graduandos)

O Teatro da UFF abre suas portas no dia 28 de agosto, às 15h, para debater o tema ‘Um olhar sobre a vida, promoção à saúde mental’, na próxima edição do UFF Debate Brasil. Essa reflexão, tão atual e necessária, quer instigar uma abordagem positiva da existência de momentos de crises individuais e sociais, nos fazendo perceber que sempre podemos optar pela reinvenção da vida. A sua presença é imprescindível.  
Venha trocar ideias rumo a soluções criativas conosco!

Contará com a participação de:

Lançamento da Cartilha Liberdade Religiosa e Direitos Humanos

Este evento faz parte do “Brasil: A Margem”

O UFF Debate Brasil do mês de abril acontecerá como uma atividade do projeto Brasil: A Margem, com o tema Intervenção Militar e criminalização da pobreza, e será realizado no dia 24, às 15h, no Teatro da UFF,  e terá transmissão ao vivo pelo Youtube e Facebook.

O projeto de extensão Por que também temos que falar de violência realizará a atividade “Psicologia e Resistência: caminhando juntas na luta!”, no dia 28 de março, das 16h às 21h, no auditório do bloco P (Campus do Gragoatá), em Niterói. A primeira mesa acontecerá de 16h as 18h30; a segunda, de 19h as 21h. Haverá lançamento e venda de livros (ver programação).

"A História em Roda Viva" é uma série de debates, a partir da temática da Propriedade, eixo central do INCT Proprietas. Cada evento é alinhavado a partir das investigações em curso do convidado que é instigado a refletir sobre a construção histórica da noção de propriedade. Esse convidado exporá sua pesquisa e, em seguida, será aberto o debate para outros seis expoentes compostos por pesquisadores do INCT Proprietas, gerando assim uma espécie de mesa redonda.

A professora e doutora em psicologia clinica, Soraya Martins, coordenadora do Serviço de Psicologia Aplicada (SPA) de Rio das Ostras, estará presente com sua equipe no Campus Macaé para conversar com professores, servidores técnicos e estudantes interessados na assistência psicológica na universidade.

O evento chama a comunidade acadêmica de Macaé para o debate sobre saúde mental dentro das universidades, onde a pressão do cotidiano pode desencadear uma série de problemas, e abre oportunidade para sugestões sobre o atendimento a docentes, discentes e servidores técnicos.

“Nada sobre nós sem nós!”

Você é servidor técnico-administrativo ou docente ou aluno com deficiência? Faça parte da construção coletiva de nossa Política UFF-Acessível!

Você não tem deficiência mas tem conhecimento técnico ou interesse pelo tema? Se alie a nós!
Participe!!!

Roda de conversa Brasil Republicano

Com os professores: Pedro Ernesto Fagundes (UFES)

Gislene Lacerda (Uninove)

Angélica Muller (UFF)

 

 

Roda de Conversa com o Prof. João Carlos Jarochinski da RI da UFRR com o tema 'Pessoas Refugiadas da Venezuela no norte do Brasil: Impacto local, Políticas Públicas e a Extensão Universitária.'

Essa é uma atividade períodica do Laboratório de Políticas Públicas, Migrações e Refúgio da ESS/PROPPI-CNPq e uma das iniciativas do MigraRe- Coletivo UFF que colabora na construção de política institucional para inclusão de solicitantes e pessoas refugiadas e integra as ações para implementação da Cátedra Sérgio Vieira de Mello/ACNUR na Universidade.

O projeto UFF Debate Brasil teve início em 1984 com o objetivo de proporcionar ao público a oportunidade de ouvir e debater assuntos que polarizam opiniões. Nesta edição, volta-se para refletir sobre a produção recente e as necessidades de reinvenção perante os novos arranjos culturais.

Debatedores: Gilberto Gil, Alemberg Quindins e José Jorge de Carvalho

Gilberto Gil – Cantor, compositor e Ex-ministro da Cultura (2003-2008).

Convidamos toda a comunidade para assistir conosco ao filme mexicano 'A Ditadura Perfeita'.

Esta edição do evento contará com a presença de especialistas da área de Cinema e de Direito, além de convidados de áreas afins. Nesta sessão falaremos sobre características de uma ditadura e sobre as condições socioculturais e econômicas do México e da América Latina na época ditatorial contextualizada no filme.

Data: 30 de agosto de 2017

Horário: 18 horas

Local: Auditório 2 da Faculdade de Direito da UFF.

RODA DE CONVERSA INCLUSIVA
Acessibilidade e estrutura na UFF

O Sensibiliza UFF, junto com o Centro Acadêmico Evaristo da Veiga (Gestão Nenhum Direito a Menos), convida todos e todas à participarem de uma roda de conversa sobre acessibilidade e estrutura na UFF.

Na próxima quarta-feira, dia 05, o projeto de extensão "Direito e Cinema Latino-Americano" apresenta o filme chileno "Machuca", seguido de debate com especialistas da área. 

No evento, serão discutidas as condições socioculturais e econômicas do Chile e da América Latina na época ditatorial, de acordo com o contexto do filme. 

Sobre o projeto

Convido-os para o lançamento do livro "Da Instrução dos Trabalhadores à Revolução Social - a formação da Universidade Popular de Ensino Livre no Rio de Janeiro em 1904", fruto da nossa dissertação de mestrado, defendida este ano no PPGH-UFF, que ocorrerá na Universidade Federal Fluminense, campus Gragoatá, no dia 4/7/2017 (terça-feira) às 16hrs.

A Professora Adriana Facina (Museu Nacional / UFRJ) e o Professor Wilson Madeira (Faculdade de Direito / UFF) debaterão a crise do governo (e o governo da crise) neste momento conturbado pelo qual passa o Brasil. O debate será mediado pela Professora Carolina Zuccarelli (ICHF / UFF). Entrada franca.

Acesso à justiça em comunidades remotas: experiências dos campos australiano e brasileiro

Participantes:

Kim Economides (Flinders University - Austrália)
Ronaldo Lobão (PPGSD - UFF)
Thaís Lutterback (PPGSD - UFF)

Público-alvo: É parte da programação de atividades de Crítica, Consciência e Cidadania Socioambiental I, conteúdo oferecido para a turma do 1° período do Curso de Graduação em Ciência Ambiental, do Instituto de Geociências, Campus Praia Vermelha, Uff.  Aberto a toda a comunidade acadêmica da Uff e comunidade externa, com inscrições de até 150 vagas, que receberão certificado de participação para fins de comprovação de presença com carga horária de 3h e meia (210 minutos).

Aplicabilidades com o software R.

O Instituto Estudos Estratégicos da UFF organiza o debate Para onde vai o governo Temer? Política, economia e política externa.

O evento conta com a pre­sença com os debate­dores Felipe Kezen (Economia-​UERJ), Guil­herme Simões Reis (Ciên­cia Política — UNIRIO), Mon­ica Leite Lessa (Relações Inter­na­cionais — UERJ).

A mod­er­ação será feita pelo prof. Thi­ago Rodrigues. As inscrições podem ser feitas no link https://​goo​.gl/​f​o​r​m​s​/​v​I​Z​I​i​N​L​C​1​z​E​6​6​q​c​t​1

A universidade, além do objetivo de proporcionar o ensino, a pesquisa e a extensão, é por excelência o espaço da construção do pensamento democrático. Com esse objetivo, a UFF em Macaé realiza no mês de setembro o Ciclo de Apresentações dos Candidatos a Prefeito de Macaé, que ocorrerá no Auditório Cláudio Ulpiano da Cidade Universitária.

No dia 8 de setembro, às 14h, o Instituto de Estudos Estratégicos fará um debate sobre o Acordo de Paz entre o governo colombiano e as FARC.

O evento acontece no auditório do bloco O do Campus do Gragoatá e terá a participação dos professores Diogo Dario (UFRJ), Flavia Seidel (PPGEST-UFF), Jonuel Gonçalves (INEST-UFF), Thiago Rodrigues (INEST-UFF) e a moderação do professor Gabriel Passetti (INEST-UFF).
Inscrições gratuitas em https://goo.gl/forms/yhU43zqERNqe5EN02

Como será o processo de produção de um reality show musical? Esta pergunta será respondida no dia 21 de julho, quinta-feira, às18h, no auditório  do Campus UFF de Rio das Ostras (Curo) quando os alunos do Curso de Produção Cultural promovem o "mediaCult: a produção por trás de um reality show".

Com Ana Paula Miranda, Coordenadora de Stricto Sensu da PROPPI/UFF e Paulo Carrano, Primeiro Secretário da ANPED.

Como a indústria automobilística influencia nas políticas públicas das cidades e como a bicicleta começa a mudar uma parte desse jogo é o tema do documentário Bikes vs Carros. Gravado em São Paulo (Brasil), Los Angeles (EUA), Toronto (Canadá) e Copenhague (Dinamarca), o filme mostra realidades completamente diferentes, desde a luta por incluir o uso da bicicleta no dia a dia das pessoas em São Paulo até Copenhague, cidade que é referência internacional em mobilidade urbana.

O Cine-Debate, do Instituto de Ciências da Socieddade (ICM/UFF-Macaé), tem uma programação de encontros neste mês de junho, com a exibição de três produções cinematográficas nacionais. No dia 14, será exibido "Eles não usam Black Tie", de 1981, com Gianfrancesco Guarnieri, Fernanda Montenegro, Milton Gonçalves, dentre outros.

 O tema Finanças Solidárias , tem como convidado palestrante Marcos Rodrigo Ferreira
Mestrando na área de inovação social,  administrador, ativista comunitário, militante do movimento de economia solidária no Estado do Rio de Janeiro  desde muito jovem se envolveu com as lutas sociais do país. Trabalhou e construiu parcerias públicas e privadas para  mudanças na comunidade do Preventório , a  maior favela de Niterói participando da associação de moradores e movimentos culturais. Criou o primeiro Banco Comunitário do Preventório em 2011, sendo seu atual presidente.  

Apesar das inúmeras reportagens sobre o vírus Zika, nos meios de comunicação, e do crescimento desordenado de infectados, há ainda muitas dúvidas a serem desvendadas por especialistas, sanitaristas e doutores no assunto.

O Cine café com RH tem como objetivo explorar filmes que possuem conteúdos que se articulam com os objetivos do projeto de extensão “ Café com RH: promovendo ações em prol da melhoria da qualidade de vida no Trabalho em macaé”. È formada uma mesa redonda de discussão com convidados que possuem uma formação e experiência inter, multi e transdisciplinar  para provocarem uma análise crítica do conteúdo do filme com questões contextuais e atuais .

Este grupo tem como objetivo estudar o impacto da superficialidade das relações interpessoais na vida pessoal, no ambiente de trabalho e na vida social . A modernidade, a era virtual, as redes sociais, a crise de identidade, os conflitos interpessoais dentro das organizações entre outras questões serão abordados a partir do estudo de textos dos livros de Zygmunt Bauman ( Amor liquido,Vida para o consumo, A arte da Vida, Modernidade Liquida,Identidade, Vidas derpediçadas, Modernidade e Ambivalência etc)

Coordenação: Prof Ms Fábio Siqueira e Prof Dra Izabela. M. R. Taveira

Convite:

A Taturana Mobilização Social, em parceria com o Núcleo de Estudos em EcoPolíticas e EConsCiencias, pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal Fluminense, vem convidá-los a assistirem ao filme documentário e participarem do Cinedebate "Comer o Quê?" em 21/01/2016, de 15h às 18h, no Auditório Milton Santos, Instituto de Geociências, Uff.

O projeto da PEC 171/93 ficou parado por 22 anos e ressurgiu, na Câmara, em 2012. As mais recentes pesquisas populares, divulgadas pela mídia, indicam que o sentimento popular aposta na diminuição da maioridade penal como certeza de que é a punição que inibe a prática do crime. Entretanto, há um consenso de opiniões entre juristas, organizações nacionais e internacionais e a comunidade acadêmica, que consideram mais eficaz pensar em métodos para tornar a Justiça mais efetiva. Afirma-se que, nos últimos dez anos, a população carcerária aumentou em mais de 500 mil presos.

Subscrever Debate