Logotipo da UFF

UFF lança edital para Prêmio de Reconhecimento Acadêmico

Print Friendly, PDF & Email

A Universidade Federal Fluminense, por meio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proaes) e da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), lança nesta semana edital para seleção de estudantes interessados em se candidatar ao Prêmio de Reconhecimento Acadêmico. O aluno poderá se inscrever no primeiro semestre letivo de 2016, em data a ser divulgada, e em formulário próprio, preenchido e assinado, apresentando ainda histórico escolar atualizado. Com entrega prevista para o segundo semestre de 2016, o prêmio tem por objetivo agraciar os estudantes de graduação que estiveram presentes às aulas, em 2014 e 2015. 

De acordo com o pró-reitor da Proaes, Sérgio José Xavier de Mendonça, a premiação difere de outras, na medida em que, em vez de a universidade focar essencialmente o produto final, visa ao desenvolvimento acadêmico do aluno ao longo do seu período de estudo na universidade. “Essencialmente, o que será buscado é o crescimento acadêmico do estudante de um ano para o outro”, explicou.

Segundo o pró-reitor de Graduação, Renato Crespo Pereira, os estudantes dos “campi” de Niterói poderão entregar a documentação, na CAA/Proaes, das 8h às 16h, em envelope lacrado e identificado em caixa alta: “PRÊMIO DE RECONHECIMENTO ACADÊMICO 2016”, nome do aluno solicitante, matrícula, curso e localidade. Já os alunos de unidades do interior deverão entregar seus envelopes devidamente lacrados e identificados nas respectivas coordenações de curso.

Para o professor Renato Crespo, com a criação desse prêmio, a UFF reafirma o seu compromisso com o mérito acadêmico a partir de uma política educacional que visa à valorização de seus alunos. “A universidade reconhece a dedicação e o desempenho dos estudantes ao longo de sua graduação, além de incentivar e motivar os universitários na busca da melhor formação profissional”, afirmou.

As coordenações de curso das unidades do interior ficarão responsáveis pelo encaminhamento dos envelopes à CAA/Proaes, situada na Reitoria da UFF. Entretanto, esclarece Renato Crespo, somente os estudantes dos “campi” do interior poderão, excepcionalmente, enviar a documentação em arquivos anexados para o e-mail apoioacademico@proaes.uff.br referindo no assunto: “INSCRIÇÃO NO PRÊMIO DE RECONHECIMENTO ACADÊMICO 2016”.

Todos os estudantes de graduação de cursos presenciais da UFF poderão solicitar inscrição ao prêmio, desde que atendam às seguintes condições: estar regularmente matriculado, e não trancado, em cada semestre letivo dos anos de 2014 e 2015, exceto em caso de mobilidade acadêmica; ter sido aprovado em todas as disciplinas nas quais se inscreveu nesse período; ter cursado, em cada semestre letivo de 2014 e 2015, pelo menos uma disciplina obrigatória do seu curso de graduação, excluídas as disciplinas de estágios, monografias, trabalhos de conclusão de curso, etc.; além de ter média nas disciplinas obrigatórias de 2015 igual ou superior a nove, ou que tenha superado a média obtida dentre as disciplinas obrigatórias de 2014 em pelo menos 15%, excluídas também as disciplinas de estágios, monografias, trabalhos de conclusão de curso e equivalentes.  

Os documentos entregues durante o período de inscrição serão analisados por uma comissão constituída por membros da Proaes e da Prograd, com o objetivo de verificar o cumprimento das exigências contidas no edital. Logo depois, será divulgada no site da UFF (www.uff.br) a lista com os nomes dos alunos premiados, a partir do início do segundo semestre letivo de 2016.

O prêmio

Os certificados de premiação serão entregues pelo reitor da UFF, Sidney Mello, ou por um representante legal, em solenidade especial, em data e local que serão divulgados na ocasião. Para outras informações, acesse o Edital 16 na página da UFF. “Com o prêmio, esperamos incentivar o estudante de graduação a melhorar o seu desempenho. Como consequência indireta, pretendemos aumentar os indicadores de sucesso na graduação e, principalmente, formar profissionais mais capacitados para atuar na sociedade”, ressaltou Sérgio Mendonça.

Tags: 

Compartilhe