Lançamento de livros

A rotina e os meandros do funcionamento do Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto (IMLAP), no Rio de Janeiro, é objeto de um estudo etnogáfico minucioso feito pela antropóloga Flavia Medeiros e recém-publicado pela Eduff no livro “Matar o morto”, que será lançado em 7 de março, às 17h, na Livraria da Travessa, no Centro do Rio de Janeiro (Rua 7 de Setembro, 54).

O historiador e diretor da Editora da Universidade Federal Fluminense (Eduff), Aníbal Bragança, lança o livro "Rei do livro", na próxima terça, 18 de outubro, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói. A coletânea, que reúne artigos de diversos autores dedicados ao campo multidisciplinar da história do livro, da leitura e da edição, resgata a trajetória da editora Francisco Alves, fundada em 1854 como Livraria Clássica e que é, ainda hoje, a mais antiga em funcionamento no Brasil.

Lançamento de dois livros:

- Educação e Relações Raciais I e II

- O Negro da História da Educação Brasileira

"As frações da classe senhorial e a Lei Hipotecária de 1864", de Pedro Parga Rodrigues, publicado pela Editora da Universidade Federal Fluminense (Eduff), retrata discussões da classe dominante senhorial do Segundo Reinado do Brasil Império. Por meio de debates legislativos, livros de potentados rurais e outras fontes, o autor reconstrói disputas em torno da ideia de propriedade territorial ocorridas durante a promulgação e aplicação da Lei Hipotecária de 1864.

A professora Neide Marinho lança o livro "Folia de reis - múltiplos territórios", no dia 28 de setembro, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói. Adaptação da tese de doutorado defendida pela autora na PUC-SP, a obra trata da festa popular de caráter religioso que relembra a passagem bíblica em que os três reis magos viajam para conhecer e presentear o menino Jesus.

--> Como comprar

 

Publicado pela primeira vez em 1998 e reeditado em 2003, o livro acaba de ganhar sua terceira edição pela Eduff, com lançamento no dia 29 de setembro, às 18h, na Livraria Icaraí (Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói).

Com 7.491 quilômetros de extensão, o litoral brasileiro proporciona ao país condições favoráveis à navegação e ao consequente desenvolvimento econômico. No entanto, de acordo com o cientista social Cezar Honorato, os portos do Brasil precisam ser modernizados. A partir da Companhia Docas de Santos, o pesquisador lança a segunda edição de seu livro “O polvo e o porto: a Companhia Docas de Santos (1888-1914)”. O evento acontece dia 22 de setembro, às 18h, na Livraria Icaraí, Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói.

A Livraria Icaraí recebe o escritor Hugo Vinicius Pereira para o lançamento do romance "Borgonha", na próxima terça-feira, 6 de setembro, às 18h. Narrado em primeira pessoa, o livro trata-se de uma tragédia contemporânea que leva o leitor a um mergulho na mente do protagonista, André, e nas transformações por que passa à medida que uma mulher entra e sai de sua vida.

A economista e professora da UFF Bianca Bonente lança o livro "Desenvolvimento em Marx e na teoria econômica: por uma crítica negativa do desenvolvimento capitalista" (Eduff, 2016), no dia 30 de agosto, às 18h, na Livraria Icaraí.

Na obra, autora pretende demonstrar que as teorias do desenvolvimento são única e exclusivamente teorias do desenvolvimento capitalista e que, por isso mesmo, projetam o capitalismo como figura inexorável do futuro da humanidade.

O universo das cerimônias de casamento e o trabalho dos cerimonialistas são objeto do estudo etnográfico que a antropóloga Cristina Marins apresenta no livro "Quando o céu é o limite" (Eduff, 2016), que será lançado no dia 28 de junho, às 19h, na Livraria da Travessa de Botafogo.

Com base em entrevistas e na observação direta dos rituais de matrimônio, a autora analisa a forma como o casamento é hoje planejado, percebido e representado pelos atores sociais nele envolvidos.

Páginas

Subscrever Lançamento de livros