Categoria
Sisu 2019 - 2ª Edição - Pré-Matrícula Online da 1ª ChamadaO prazo para a realização da Pré-Matrícula online da 1ª Chamada da 2ª Edição do SiSU 2019 encerra-se às 12 horas do dia 17 de junho de 2019, segunda-feira. O candidato selecionado que desejar registrar o interesse na vaga deverá, OBRIGATORIAMENTE, acessar a página http://www.coseac.uff.br/20192/registro e seguir todos os procedimentos descritos.  O candidato que não realizar o registro online no prazo definido PERDERÁ A VAGA. As informações sobre os procedimentos de pré-matrícula, matrícula e inscrição em disciplinas estão disponíveis no Edital do Processo Seletivo, divulgado em 4/6/2019 e disponível no endereço eletrônico http://www.coseac.uff.br/20192. A Relação completa dos documentos para a realização da pré-matrícula presencial, evento que ocorrerá posteriormente e cujo cronograma consta do Edital, está disponível no Comunicado Oficial nº 1 e em seus anexos.
UFF oferece 5098 vagas para o SISU 2019.1 em nove cidades do Rio de JaneiroNesta terça-feira, 22 de janeiro, começam as inscrições pelo site do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para disputa de uma vaga nas universidades federais. Nesta edição, a Universidade Federal Fluminense abriu 5.098 vagas em 122 cursos espalhados por nove cidades do Estado do Rio de Janeiro. No total, são 235.476 vagas em 129 universidades de todo o país. A seleção se encerra na sexta-feira (25). A inscrição deve feita pela internet com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os detalhes do quantitativo de vagas, cidades e condições dos cursos da UFF podem ser acessados pelo site. As notas de corte dos cursos e a sua classificação parcial serão divulgadas nos dias 23, 24 e 25 de janeiro a partir de 0h. Na UFF, os cursos com maior número de matrículas a serem preenchidas, em diferentes modalidades e cidades, são Matemática (246), Direito (210), Física (206), Serviço Social (205) e Psicologia (195). Do montante total, 61% são para cursos de turno integral, 29,4% noturno, 6,1% matutino e 3,39 vespertino. Há vagas de ampla concorrência e de ação afirmativa, destinadas nesse SiSU 2019.1 para estudantes que realizaram o ensino médio em escolas públicas, autodeclarados pretos, pardos e indígenas e com renda inferior a 1,5 salário mínimo per capita, além de 10% para pessoas com deficiência. if("undefined"==typeof window.datawrapper)window.datawrapper={};window.datawrapper["FXBxw"]={},window.datawrapper["FXBxw"].iframe=document.getElementById("datawrapper-chart-FXBxw"),window.addEventListener("message",function(a){if("undefined"!=typeof a.data["datawrapper-height"])for(var b in a.data["datawrapper-height"])if("FXBxw"==b)window.datawrapper["FXBxw"].iframe.style.height=a.data["datawrapper-height"][b]+"px"}); A UFF vem passando por um processo de consolidação da expansão. Nos últimos anos, houve um aumento na taxa de ocupação das vagas, passando de 85% em 2013 para 93% em 2018. Segundo o reitor da universidade, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, “a UFF se diferencia pelo seu caráter distribuído no território do Rio de Janeiro, oferecendo vagas em cursos de excelência tanto na região metropolitana quanto em todas as regiões do interior do Rio Janeiro, o que nos tornou um agente fundamental na qualificação científica, tecnológica e profissional de dezenas de milhares de pessoas contribuindo de forma decisiva para o desenvolvimento social e econômico do Estado”. A universidade coloca ainda à disposição de seus alunos assistência à moradia, auxílio creche, bolsa atleta e apoio aos alunos com deficiência, entre outros.  Nossa universidade Uma das maiores e mais conceituadas universidades federais do Brasil, a UFF abriga nos seus três campi, nas quatro unidades instaladas em bairros do mesmo município, em oito subsedes no Rio de Janeiro e uma no estado do Pará. No segundo semestre de 2018, a universidade registrou 57.521mil alunos e 7.742 servidores, entre docentes e técnicos administrativos. Sediada em Niterói (RJ), a Universidade Federal Fluminense oferece 131 cursos regulares de Graduação. Mantém um Núcleo Experimental em Iguaba Grande, uma Fazenda Escola em Cachoeiras de Macacu e o Colégio Universitário Geraldo Reis, atendendo 390 alunos de Educação Infantil e Básica e estudantes de licenciatura para estágios supervisionados e projetos de iniciação à Docência. Promove ainda a inclusão de 149 Pessoas com Deficiência, Transtorno Global do Desenvolvimento ou Altas Habilidades/Superdotação.
Arquitetura e Urbanismo abre 74 vagas para 2019Estão abertas até as 12h do dia 19 de dezembro de 2018 as inscrições para o Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo para ingresso no ano letivo de 2019. São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2019. O valor da taxa de inscrição é de R$ 110,00 (cento e dez reais) e o pagamento do boleto bancário deverá ser feito entre os dias 2 e 15 de janeiro de 2019. O Teste ocorrerá no dia 3 de fevereiro de 2019, em Niterói. Para maiores informações e inscrições, acesse: http://www.coseac.uff.br/2019/arquitetura
Enem: UFF oferece um dos maiores números de vagas entre as universidades do BrasilA expectativa é pela oferta de 9.500 vagas para o Sisu 2018. Ainda este ano, a universidade vai oferecer cerca de 4.200, no 2º semestre de 2017, para estudantes que fizeram o Enem 2016   A Universidade Federal Fluminense (UFF) tem uma das maiores ofertas de vagas em instituições de ensino superior público no Brasil para o Sisu 2018. Serão cerca de 9.500 vagas para os estudantes que vão participar do Enem 2017 (Exame Nacional do Ensino Médio). As inscrições estão abertas até o dia 19 de maio através do site www.enem.inep.gov.br. Nos últimos 10 anos, a UFF apresentou um acentuado crescimento, destacando-se como uma das universidades que mais contribuem para a inclusão, evolução e democratização do ensino superior. O número de vagas passou de 4.748 (2007) para aproximadamente 9.500 (2017) no processo seletivo para o ensino presencial. Além disso, a instituição oferece graduação para educação à distância, que quase triplicou sua quantidade de alunos em 10 anos, de 1.952 (2007) para 5.378 (2016). Os estudantes que ingressam na UFF contam com uma série de benefícios, dentre eles, a Carteirinha Inteligente, um projeto inovador da gestão universitária, que disponibiliza vários serviços, como acesso ao restaurante universitário, transporte público (barcas e ônibus) e bibliotecas. A universidade coloca ainda à disposição de seus alunos assistência à moradia, auxílio creche e bolsa atleta, entre outros.    Para o Sisu do 2º semestre de 2017, a instituição oferecerá cerca de 4.200 vagas, já incluindo as cotas previstas pelas leis nº. 12.711/2012 e 13.409/2016 e suas alterações, que preveem a reserva de vagas para estudantes que realizaram o ensino médio em escolas públicas, autodeclarados pretos, pardos e indígenas, com deficiência e com renda inferior a 1,5 salário mínimo per capita. É a primeira vez que serão reservadas vagas para pessoas com deficiência na UFF. Serão mais de 100 opções de cursos em nove municípios do Estado do Rio de Janeiro.   Nas últimas edições do Sisu, os cursos mais concorridos na UFF foram: 2016 (1º semestre) Educação Física, com relação candidato/vaga de 78,78; 2016 (2º semestre) Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, com relação candidato/vaga de 96,19; 2017 (1º semestre) Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, com relação candidato/vaga de 85,31. Já, a expectativa para o 2º semestre de 2017, em relação às carreiras mais procuradas, é Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Medicina, Cinema e Audiovisual, Jornalismo, Psicologia (Volta Redonda), Biomedicina (Niterói), Psicologia (Niterói) e Nutrição.    
Sisu 2016 - 2ª Edição - 2ª ChamadaClique no link abaixo para acessar a relação dos selecionados na 2ª Chamada (formato PDF) http://www.coseac.uff.br/2016/arquivos/SISU2016-2Edicao-Chamada2.pdf Todo candidato classificado nesta Chamada, feita a partir da Lista de Espera organizada pelo SiSU, deverá, OBRIGATORIAMENTE, realizar a Pré-Matrícula - ONLINE em http://www.coseac.uff.br/2016/registro, das 16 horas do dia 27 de junho até as 12 horas do dia 4 de julho de 2016. Informações sobre os procedimentos de pré-matrícula online, pré-matrícula presencial e inscrição em disciplinas estão disponíveis no Comunicado Oficial nº 16 (divulgado em 8/6/2016) e no Comunicado Oficial nº 17 (divulgado em 8/6/2016). Não deixe para registrar o seu interesse na última hora. O candidato que não realizar o registro online PERDERÁ A VAGA. Página do SiSU 2016: www.coseac.uff.br/2016
Sisu na UFFAs informações referentes ao ingresso de estudantes nos cursos de graduação da UFF por meio do SISU encontram-se nas páginas da COSEAC. A COSEAC (Coordenação de Seleção Acadêmica), vinculada à PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação, é o órgão responsável pela organização, planejamento e execução dos concursos de seleção para ingresso nos cursos de graduação da Universidade Federal Fluminense. Acesse www.coseac.uff.br/2016
Nota Sisu Enem 2016 - Revisão do resultadoA Universidade Federal Fluminense informa que, em cumprimento da Medida Liminar deferida nos autos da Ação Civil Pública movida pela Defensoria Pública da União (proc. n.º 0003595-76.2016.4.02.5101), confirmada pelo TRF2, no julgamento do Agravo de Instrumento (proc. n.º 0000783-38.2016.4.02.0000), realizará a revisão do resultado do Processo Seletivo para a ocupação das vagas nos Cursos de Graduação das Unidades Acadêmicas fora de sede (localizadas no Interior do Estado do Rio de Janeiro), para excluir a “Bonificação por localidade”, estabelecida através da Resolução n.º 525/2015 de seu Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. Neste sentido, será cancelada exclusivamente a Pré-Matrícula - 1ª Fase – Online da Primeira Chamada, realizada entre os dias 22 e 26 de janeiro de 2016, para o grupo de Ampla Concorrência dos Cursos oferecidos fora de sede (localizados no Interior do Estado do Rio de Janeiro). Em razão deste cancelamento, serão adotados os seguintes procedimentos, com divulgação no endereço eletrônico do Processo Seletivo, http://www.coseac.uff.br/2016. 1. Publicação, em 08/03/2016, do Comunicado Oficial com o cronograma dos eventos relativos à continuidade do Processo Seletivo SiSU 1/2016; 2. Publicação, em 09/03/2016, do novo Comunicado Oficial com os procedimentos da nova Primeira Chamada para a modalidade Ampla Concorrência dos cursos oferecidos fora da sede (localizados no Interior do Estado do Rio de Janeiro); 3. Publicação, em 09/03/2016, do Edital de Lista de Espera para cursos com sede em Niterói e do Edital de Lista de Espera para cursos oferecidos fora da sede (localizados no Interior do Estado do Rio de Janeiro). Informa, ainda, que a Advocacia-Geral da União vem atuando na defesa da UFF, no sentido de restabelecer os efeitos da “bonificação na nota do ENEM”, através dos Recursos Legais cabíveis junto ao Poder Judiciário.
Projeto desenvolvido no Instituto de Computação da UFF pode tornar o ENEM mais inclusivo e acessível para deficientes visuaisApesar dos esforços aplicados na promoção de acessibilidade, alguns candidatos com deficiência, como os deficientes visuais, relatam experiências frustrantes durante a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A falta de preparação dos ledores e o cansaço são algumas dificuldades citadas. Neste cenário, a utilização do computador como meio de efetuar o exame visa permitir que pessoas com deficiência visual possam fazer a prova de forma independente. Uma evolução do primeiro protótipo feito em 2011, o site ENEM INCLUSIVO é fruto do “Enem para deficientes visuais: a realização assistida pelo computador”, um projeto de dissertação de mestrado desenvolvido pelo professor Hedi Carlos Minin, atualmente aluno do curso de mestrado em computação do Instituto de Computação (IC) da UFF, sob a orientação dos professores Daniela Trevisan e José Viterbo. O site apresenta hoje um simulado com cerca de 80 questões objetivas nas diversas áreas temáticas da prova nacional além de uma proposta de redação. “As questões foram cuidadosamente escolhidas para abordar possíveis soluções assistidas por computador para enfrentar problemas relatados pelos deficientes visuais como leitura de formulas matemáticas, acesso a gráficos, além de fórmulas complexas de química e física”, explicou Daniela. Outra solução implementada no projeto solicitada pelos próprios alunos, ela acrescenta, “é a possibilidade de se ter uma área para rascunho digital”. Para atender deficientes visuais o MEC oferece provas adaptadas (em braile e ampliadas) e auxílio ledor. Dados disponibilizados pelo INEP mostram que a procura por estes recursos e serviços tem aumentado a cada edição do exame. Entre 2011 e 2014, por exemplo, houve um aumento de 235% no número de solicitações de auxílio ledor e de 132% no número de solicitações de prova ampliada. Com a reformulação do projeto o conteúdo torna-se escrito, totalmente acessível em formato web. Com a participação de colaboradores do Instituto Benjamin Constant e do aluno de graduação da UFF, do curso de ciência da computação, Lucas Tito, o projeto encontra-se hoje em fase de avaliação pelos alunos do Colegio Pedro II. “Hoje em dia, o deficiente visual depende dos ledores, por exemplo, já aconteceu comigo de na seção de química do ENEM, uma professora de Português ler, e eu me sentir prejudicado. Essa solução permitiria o menor acoplamento e dependência sob os ledores, aumentaria a individualidade do processo como um todo. Claro que se adotado, não creio ser de inteira responsabilidade, porque problemas podem acontecer, mas poder chamar um ledor para eventuais dúvidas, só quando necessário, seria uma solução excelente”, exclamou Tito. “Com a ajuda de todos podemos contribuir com o estado da arte e o estado da prática e buscar, mediante resultados satisfatórios, a aplicação do sistema no ENEM e posteriormente em outras provas como ENAD, prova Brasil e demais avaliações”, completou. os alunos da UFF com deficiência e demais membros da comunidade podem testar o projeto no link abaixo: http://www.eneminclusivo.com.br/