Categoria
Prazo de inscrições para a Mostra de Artes da ETARSERRA termina dia 18 de setembroQuem quiser participar da Mostra de Artes da VIII Exposição de Trabalhos Acadêmicos da Região Serrana (ETARSERRA) tem até o dia 18 de setembro para realizar a inscrição. O evento é gratuito e já se tornou tradição no meio artístico, cultural e acadêmico, com apresentações em diversas modalidades, como música, fotografias e artes plásticas. Em função da pandemia de COVID-19, este ano, pela primeira vez desde a criação em 2013, tudo será realizado no formato online, de 15 a 17 de outubro. A ETARSERRA é um evento com propostas acadêmicas, científicas, tecnológicas e culturais. O objetivo é reunir interessados em ciência, tecnologia e arte, como estudantes do ensino médio, de cursos de graduação e pós-graduação da região e de municípios vizinhos, profissionais formados e a população em geral, em atividades como oficinas, mesas redondas e palestras. As inscrições na Mostra de Artes devem ser realizadas pelo link www.etarserra.iprj.uerj.br. “A Mostra de Artes é uma das partes mais divertidas da exposição, porque dá espaço a artistas de diversas áreas culturais, como dança, teatro, atividades circenses, música, artes plásticas, corais, apresentações instrumentais, cinema, fotografia, documentários, recital de poesias, além de realização de eventos multidisciplinares”, conta Karla Vasconcelos, coordenadora da ETARSERRA. Parceiros Com o compromisso assumido já em 2019, o Instituto Politécnico do Rio de Janeiro, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IPRJ/UERJ), sedia a VIII ETARSERRA & Mostra de Artes no formato online. A exposição tem como parceiros a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (CEDERJ); o Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET); o Instituto Federal Fluminense (IFF); o Instituto de Saúde de Nova Friburgo, da Universidade Federal Fluminense (ISNF/UFF); a Universidade Estácio de Sá (UNESA) e a Universidade Cândido Mendes (UCAM).
#FilmesPraCegoVerO Laboratório de Audiodescrição em Obras Cinematográficas, projeto extensionista da Universidade Federal Fluminense convida para o projeto "Filmes Pra Cego Ver". 5 semanas, 5 temas, 5 filmes com audiodescrição no nosso canal no Youtube @laboratoriodeaudiodescrição. #PraCegoVer #PraTodosVerem: post de divulgação com datas de exibição de filmes com o fundo em degradê nos vários tons de rosa, roxo e azul. No canto superior esquerdo, a logo pro projeto: um círculo lilás com o texto em branco: "Filmes Pra Cego Ver". Ao redor do círculo um fone azul e rosa estilizado. No canto direito, cinco retângulos azuis estão posicionados um debaixo do outro. Dentro de cada retângulo as informações: Título do filme, ano, gênero, e data de exibição no youtube. Seguem na ordem: CASTIGO, 2017, ficção, dia 20 de agosto. VIGIA, 2018, drama, dia 27 de agosto. SAUDADES DE AMÉLIA, 2018, comédia, dia 03 de setembro. A GENTE FINGE QUE NÃO DÓI MAIS, 2018, experimental, dia 10 de setembro. DEIXE O SOL, 2018, horror, dia 17 de setembro. Abaixo dos retângulos, a logo do Youtube e o endereço do canal: laboratoriodeaudiodescriçao. No rodapé as logos:  Laboratório de Audiodescrição em Obras Cinematográficas, Universidade Federal Fluminense, Cultura Presente nas Redes, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Governo do Estado do Rio de Janeiro.
Mostra de Curtas da PROAESA Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis em conjunto com o Coletivo Cidadania por Imagem, realizará no dia 06 de agosto de 2020, às 15h, uma mostra de curtas produzidos por estudantes da UFF durante a quarentena! Serão exibidos os filmes Aquela época de ontem, do De Beija, Garganta, da Ivy, Histórias do Raimundo, do Baraúna e Isso não é uma carta, da Bia Praça. Depois da exibição dos filmes vamos bater um papo com os realizadores. O evento será transmitido ao vivo no canal do Youtube da Coordenação de Apoio Social (https://bit.ly/CASyt), e ficará disponível para quem quiser assistir depois. Não deixem de participar!
Exposição de jogos de diferentes culturas aplicados à educação inclusivaAcontece hoje, dia 11 e amanhã, 12/02,  na Faculdade de Educação, bloco D, 2 andar, no Campus do Gragoatá, em Niterói, uma "Exposição de jogos de diferentes culturas aplicados à educação inclusiva". O material foi produzido durante o curso de férias sobre o tema, coordenado pelo Prof. Jairo Selles da FEUFF. E tem mais, na quarta-feira, também será realizada uma oficina pedagógica sobre o tema, de 14 às 17h, no mesmo local da mostra.  
Campus UFF de Rio das Ostras promove exposição Olhares EtnográficosA exposição Olhares Etnográficos, aberta a visitação do dia 26 de novembro a 3 de dezembro, das 8h às 20h, é o resultado de um exercício etnográfico desenvolvido pelos calouros de Produção Cultural do Campus UFF de Rio das Ostrras (Curo)  para a disciplina Teorias da Cultura, durante o 2º semestre de 2019. Os pequenos grupos que se formaram na turma escolheram diferentes locais e “grupos” em Rio das Ostras para registrar momentos corriqueiros do cotidiano destas pessoas. Inspirados na “observação flutuante” de ColettePetonnet e na “etnografia de rua” de CornéliaEckert, os grupos passaram algumas tardes observando e coletando depoimentos e imagens durante seus trabalhos de campo. Segundo a professora responsável pela disciplina , Adriana Russi, foram momentos para exercitar um “olhar” um pouco menos etnocêntrico. Foram momentos de dificuldades e embaraços, mas também foram momentos de descobertas, encantamentos e de certa descontração. “O encontro com esses “outros”,decorrente de uma curiosidade investigativa, aqui se revela nas imagens e nos textos dos Cadernos Etnográficos que sintetizam um pouco destas experiências.  As imagens e os depoimentos foram registrados após a concordância dessas pessoas que souberam sobre este exercício e seu propósito e que colaboraram gentilmente. A todas elas nossos sinceros agradecimentos”.,enfatizou a docente. O Curo fica na Rua Recife, s/n, Jardim Bela Vista.
Venha Participar da 1ª Mostra de Talentos da BRO/CuroVenha prestigiar a 1ª Mostra de Talentos da Biblioteca de Rio das Ostras (BRO/SDC) do Campus UFF de Rio das Ostras (Curo) que acontece nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, no Hall do Instituto de Humanidades e Saúde. Serão apresentadas músicas, poesias, dança, fotografias, pintura, artesanato, culinária, lançamento de livros, concurso de poesias da UFF, dentre outras atrações. O evento é aberto a toda a comunidade acadêmica e população de Rio das Ostras. Programação: Dia 31 de outubro (quinta-feira) das 10h às 20h: exposições de artesanato, gastronomia, pintura e fotografia. Dia 1º de novembro (sexta-feira) das 09h às 20h: Durante todo o dia: exposições de artesanato, gastronomia, pintura e fotografia. 13h: Ateliê colaborativo com a participação do grupo de artistas locais "Barteliê" 14h: Lançamento de livros com os seguintes autores: Grete Santos – Contos da Grete e Grete na Escola Thayanne Rocha da Silva – Submersa Gilberto Dolejal Zanetti – Pancs: a arte da alimentação saudável Fernanda Dutra de Azeredo – Contos que curam 16h: Concurso de Poesia. 16h30: Show de talentos com categorias de Performance, música, teatro, dança e circo. A realização da I Mostra de Talentos da BRO é parte da iniciativa Biblioteca Viva, que engloba os projetos de Desenvolvimento Acadêmico "Biblioteca à Mostra" e "Biblioteca em movimento". A Biblioteca de Rio das Ostras faz parte da Superintendência de Documentação da Universidade Federal Fluminense. O Curo fica na Rua Recife, s/n, Jardim Bela Vista.
II Semana do Servidor - 2019A Semana do Servidor é um evento promovido pela UFF especialmente para celebrar o Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de Outubro.  Entre 22 e 30/10 serão promovidas diversas atividades envolvendo habilidades artísticas, oficinas, conhecimento científico e premiações. Confira a programação completa e participe!   PROGRAMAÇÃO SEMANA DO SERVIDOR   Dia: 22/10/2019 Atividade: Premiação do Servidor Emérito Local: Teatro do Centro de Artes da UFF Horário: 9h às 12h A Premiação do Servidor Emérito visa valorizar o trabalho dos servidores através do condecoração pela reconhecida notoriedade. Aproveite a oportunidade para homenagear os seus colegas!   Atividade: Mostra de Talentos Local: Teatro do Centro de Artes da UFF Horário: 14h às 18h A Mostra de Talentos está em sua segunda edição e se caracteriza por ser uma oportunidade especial para os servidores da UFF se apresentarem no Centro de Artes, mostrando suas diversas habilidades artísticas nas categorias dança, teatro, música, poesia e outros. Não deixe de prestigiar os talentos uffianos!   Dia: 23/10/2019 Atividade: Bingo da Saúde Local: Reitoria (atividade itinerante pelos andares) Horário: 10h30 às 12h A terapeuta ocupacional e suas estagiárias irão circular nos andares da Reitoria, indo de sala em sala, convidando as equipes a participarem do “Bingo da Saúde”. Nesse bingo, os números são substituídos por hábitos saudáveis (ex.: não fumar, ter garrafa de água na mesa, ter atividade de lazer, praticar atividade física, etc). A pessoa da sala que mais marcar pontos ganha um brinde. Durante a atividade, a cada “cantada” de pontos, as profissionais farão uma breve explicação da importância de cada um dos hábitos citados. Atividade: Relaxa UFF Local: Jardim da Reitoria Horário: 15h às 16h A terapeuta ocupacional e suas estagiárias coordenarão uma roda de relaxamento, ensinando aos participantes exercícios simples de relaxamento muscular e de visão (do método Self Healing) que podem (e devem) ser realizados durante a jornada de trabalho visando promover a saúde física e mental do servidor. Ao final da atividade, haverá um “mini piquenique” para os participantes confraternizarem e pensarem juntos em estratégias para inserir hábitos saudáveis no seu cotidiano. O ideal é que os participantes levem cangas ou tapetes de yoga.   Dia: 24/10/2019 Atividade: Ginástica Laboral Local: Varanda CEART (Reitoria) Horário: 9h Atividade oferecida pela CASQ Atividade: Oficina de costura para reutilização de peças do vestuário com nova roupagem Local: Varanda CEART (Reitoria) Horário: 10h Atividade oferecida pela CASQ Atividade: Palestra: Aprendendo sobre os rótulos dos alimentos Local: Auditório FEC Horário: 11h Os participantes da palestra poderão se inscrever no Programa UFF MAIS LEVE que será lançado nesse evento com objetivo de auxiliar os servidores no processo de perda de peso de forma saudável. Atividade: Aulas promovidas pela equipe do Pole & Art Studio Local: Varanda CEART (Reitoria) Horário: 15h às 18h 15h – Ballet Fitness 16h – Alongamento e Flexibilidade Para ambas as atividades, os participantes precisam estar de roupa de ginástica confortável. Nos pés, devem usar meias ou sapatilhas de Ballet. Se possível, levar o próprio tapete de yoga ou canga. 17h – Heels Dance (Stiletto) + Twerk Levar um sapato fechado de salto (tipo botinha).   Dia: 29/10/2019 Atividade: Oficina de escrita criativa Local: Sala de Reunião da PROAD (Reitoria, 1º andar) Horário: 10h Atividade: Palestra sobre literatura fantástica e apresentação do livro “O Príncipe Pardo e os Reinos Perdidos” Local: Sala dos Conselhos (Reitoria, 3º andar) Horário: 15h às 16h30 Haverá sorteio de brindes durante a palestra.   Dia: 30/10/2019 Atividade: Seminário Científico Local: Blocos O e P - Gragoatá Horário: 8h às 17h O evento propõe criar um espaço de reflexão sobre a produção técnico-científica e as atividades desenvolvidas no âmbito da Universidade por seus servidores técnicos-administrativos e docentes, com a expectativa de que a difusão desse conhecimento produzido tenha impacto na gestão e no desenvolvimento de melhores práticas na Universidade. Link para inscrição de participação como ouvinte: www.even3.com.br/secienuff/
Próxima edição da Mostra PICS terá auriculoterapia e massoterapiaAline Bonifácio A próxima edição da Mostra PICS será realizada em 2 de outubro, às 13 horas, no bloco F do Campus do Gragoatá. As atividades oferecidas serão a consulta do enfermeiro, educação em saúde e sessão de auriculoterapia, com a professora da Escola de Enfermagem da Universidade Federal Fluminense (UFF), Liliane Belz dos Reis; e massoterapia, com o coordenador do Instituto de Educação e Saúde Gênesis, Rogério Pires, e a coordenadora de práticas integrativas e complementares em saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Niterói, Verônica Albuquerque. A massoterapia é uma terapia na qual o profissional busca a reeducação funcional e o restabelecimento orgânico do indivíduo. Por meio da manipulação e do trabalho corporal, o massoterapeuta emprega métodos naturais e não invasivos para prevenir, orientar, avaliar e tratar disfunções e patologias nos tecidos musculares, ósseos e articulações. A terapia ajuda a manter a estrutura dos tecidos corporais em estado saudável e funcional.  As técnicas utilizadas envolvem orientação de postura, orientação ergonômica, orientação alimentar, drenagem linfática, shiatsu, movimento passivo e ativo de articulações, alongamentos na prevenção de lesões, reflexologia, entre outras. Já a auriculoterapia é uma técnica terapêutica da medicina tradicional chinesa, em que é feita a estimulação mecânica de pontos específicos na orelha do paciente. De acordo com a professora Liliane Belz, trata-se de um microssistema em que cada ponto reflete a atividade funcional de órgãos do corpo humano.  Assim, o estímulo aplicado a estes locais, com o uso de agulhas ou sementes, gera impulsos nervosos que são enviados ao cérebro por meio das inervações e resultam em fenômenos físicos no órgão correspondente. Belz salientou que a técnica é excelente para prevenir doenças e que também possui a capacidade de amenizar a dor, combater vícios, potencializar tratamentos alopáticos e acelerar a recuperação cirúrgica. “No pavilhão auricular há pontos para diminuir ou aumentar a pressão arterial, pontos que colaboram com a regulação hormonal, com o controle da fome etc; enfim, são inúmeras as possibilidades e os benefícios” para aqueles que se submetem ao tratamento. Aprovação das práticas integrativas e complementares pelo Ministério da Saúde Desde 3 de maio de 2006, a portaria 971/ 2006 do Ministério da Saúde (GM/MS 971/ 2006) reconheceu as práticas integrativas e complementares como recursos terapêuticos que estimulam os mecanismos naturais de prevenção de doenças e auxiliam na recuperação da saúde. Atualmente, as práticas são oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em cerca de 54% dos municípios brasileiros. Informações complementares Os interessados deverão chegar com 20 minutos de antecedência para pegarem uma senha de atendimento. O projeto acontece toda primeira quarta-feira do mês e faz parte das atividades oferecidas pelo Núcleo de Estudos e Práticas Integrativas e Complementares (Nepic), do ISC/ UFF.
O olhar do artista sobre o meio ambiente, XV edição, 3ª exposiçãoO projeto O olhar do artista sobre o meio ambiente é uma iniciativa do Laboratório Horto-Viveiro da Universidade Federal Fluminense, que consiste em uma exposição itinerante de artes visuais, composta por obras de artistas, sobretudo fluminenses, reunindo arte, cultura e educação. Anualmente, percorre 3 a 5 municípios do Estado do Rio de Janeiro, com objetivo de utilizar a arte como instrumento de Educação Ambiental. Neste ano, a exposição percorre Rio Bonito, Niterói e São Gonçalo, atuando de forma multidisciplinar com pessoas de diferentes áreas e em parceria com os setores e agentes locais. Cada exposição permanece em média quinze dias nos espaços culturais dos municípios e recebe principalmente crianças de escolas da rede pública de ensino. Isso pode resultar em discussões sobre os temas em salas de aula e também nas comunidades na temática relacionada ao assunto central do projeto - educação ambiental. Esses alunos, por sua vez, atuam como agentes multiplicadores, estendendo esses conceitos aos seus familiares e amigos. Em 2019, o tema é Fauna Brasileira e busca abordar a arte como um meio de despertar a reflexão e sensibilizar a comunidade sobre assuntos ligados a questões socioambientais. Durante os 14 anos contínuos de sua realização, O Olhar do Artista expôs mais de 1200 obras e recebeu 22.814 visitantes.
Próxima edição da Mostra PICS terá atividades dos projetos ‘Cuidar’ e ‘Terapia Expressiva’Aline Bonifácio   Uma nova edição da Mostra PICS será realizada em 4 de setembro, no Campus do Gragoatá, na Universidade Federal Fluminense (UFF). O público presente poderá participar de atividades do projeto ‘Cuidar’, coordenado pela professora da Escola de Enfermagem da UFF, Fátima Helena do Espírito Santo, e do projeto ‘Terapia Expressiva’, conduzido pela médica do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da UFF, Denise Vianna. O projeto ‘Cuidar’ possui a proposta de oferecer um espaço de saúde e integração no local de trabalho, assim como atua na formação de profissionais da rede de saúde. Contando com a contribuição de estudantes da graduação, busca-se repensar a saúde de forma integradora, a fim de alcançar o equilíbrio e o bem-estar do público participante.  A troca de conhecimentos e experiências proporciona a reflexão sobre os diversos estilos de vida e a importância da adoção de hábitos saudáveis no cuidado consigo mesmo e com os outros. Nesse processo são empregadas técnicas integrativas e complementares, tais como shiatsu, reflexologia, reiki, auriculoterapia, acupuntura, além de oficinas de spiral tape, origami, ikebana, alimentação natural e dançaterapia. De acordo com Fátima do Espírito Santo, o significado do cuidado precisa ser abordado durante a formação dos profissionais de saúde para que todos entendam que o processo de cuidar “possui uma dimensão essencial e complexa tanto na experiência de quem cuida quanto de quem recebe o cuidado, ou até mesmo de quem ensina a cuidar e de quem está aprendendo a cuidar”. Já o projeto ‘Terapia Expressiva’ tem como objetivo a humanização e o cuidado integral com os pacientes do Núcleo de Atenção Oncológica, do Hospital Universitário Antônio Pedro, ligado à UFF. A ideia é fazer uma aproximação intersubjetiva com os pacientes e motivá-los a expressar emoções e sentimentos.  Os participantes da Mostra PICS poderão experimentar diversas atividades artísticas que fazem parte do projeto, tais como contação de histórias, pintura, dança e colagem. Esse tipo de terapia utiliza a produção artística para auxiliar em questões emocionais,  resolução de conflitos, melhoria da autoimagem, minimização de traumas, superação de obstáculos e desenvolvimento de competências pessoais. A técnica está fundamentada na teoria da psicologia analítica e contribui para estabelecer redes solidárias entre os cuidadores e aqueles que são cuidados. Informações complementares: Os interessados deverão chegar com 20 minutos de antecedência para pegarem uma senha de atendimento. O projeto acontece toda primeira quarta-feira do mês e faz parte das atividades oferecidas pelo Núcleo de Estudos e Práticas Integrativas e Complementares (Nepic), do ISC/ UFF.  
A PROEX em parceria com o Horto - Viveiro e a Câmara Municipal de Niterói convidam para a exposição O Olhar do Artista Sobre o Meio Ambiente A PROEX em parceria com Laboratório Horto-Viveiro e a Câmara Municipal de Niterói, convidam para o XV Encontro UFF com o tema: Fauna Brasileira - O Olhar do Artista sobre o Meio Ambiente. A abertura do evento acontece no dia 30/08 às 18h e conta com visitas de Seg a Sex de 9h as 18h. O Evento ocorre no Salão Nobre Aluízio Albuquerque Silva do Valle e terá seu término no dia 18/09 Endereço: Av. Ernani do Amaral Peixoto, 625 - Centro. Niterói/RJ
Nova edição da Mostra PICS terá auriculoterapia e massagem espiritualAline Bonifácio Uma nova edição da Mostra PICS será realizada em 7 de agosto,  no Campus do Gragoatá. As atividades oferecidas serão: consulta do enfermeiro, educação em saúde e sessão de auriculoterapia, com a professora da Escola de Enfermagem da Universidade Federal Fluminense (UFF), Liliane Belz dos Reis;  e massagem espiritual (imposição de mãos), com a professora do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da UFF, Anna Amorim Mendes, e o Grupo Ipê Roxo. A auriculoterapia é uma técnica terapêutica da medicina tradicional chinesa, em que é feita a estimulação mecânica de pontos específicos na orelha do paciente. De acordo com a professora Liliane Belz, trata-se de um microssistema em que cada ponto reflete a atividade funcional de órgãos do corpo humano.  Assim, o estímulo aplicado a estes locais, com o uso de agulhas ou sementes, gera impulsos nervosos que são enviados ao cérebro por meio das inervações e resultam em fenômenos físicos no órgão correspondente. Reconhecida como prática terapêutica pela Organização Mundial de Saúde, a auriculoterapia é recomendada para o tratamento de problemas de origem física, orgânica ou psicológica. Belz salientou que a técnica é excelente para prevenir  doenças e que também possui a capacidade de amenizar a dor, combater vícios, potencializar tratamentos alopáticos e acelerar a recuperação cirúrgica. “No pavilhão auricular há pontos para diminuir ou aumentar a pressão arterial, pontos que colaboram com a regulação hormonal, com o controle da fome etc; enfim, são inúmeras as possibilidades e os benefícios” para aqueles que se submetem ao tratamento. Já a massagem espiritual, de acordo com a professora Anna Mendes, é uma “arte-técnica terapêutica multidimensional de autoconhecimento e autocura, que utiliza a ressonância entre campos energéticos para promover o equilíbrio nos níveis físico, emocional, mental e espiritual”. A prática, nascida no Instituto Esalen, no Estado da Califórnia, Estados Unidos, foi trazida para o Brasil pela terapeuta brasileira Maria Lúcia Sauer e caracteriza-se pela imposição de mãos em direção ao corpo do paciente. A massagem beneficia o paciente ao gerar nele “maior autoconhecimento, maior contato com a própria essência, mais facilidade de lidar com as situações do cotidiano e redução dos sintomas apresentados”. Os pacientes costumam relatar, após algum tempo de tratamento,  “aumento da sensação de paz, os problemas podem continuar, mas a relação das pessoas com eles muda”. “Diversas pessoas relatam sentimento de leveza, bem-estar e maior equilíbrio para o enfrentamento de situações difíceis”, esclareceu Mendes. Mendes explicou que conheceu a técnica em 1995, ao realizar um workshop com Sauer no Rio de Janeiro, e se identificou com as propostas-base. Na técnica da massagem espiritual, enfatizou Mendes, o terapeuta não interpreta, não interfere, não direciona o trabalho, mas apenas se coloca a serviço do campo energético do próprio paciente, pois reconhece que o maior especialista é o eu superior do próprio indivíduo. Sendo assim, o papel do terapeuta resume-se a oferecer ao eu superior as melhores condições possíveis para que realize o que precisa e pode a cada momento. Outro ponto importante é que o terapeuta necessita cuidar primeiro de si mesmo e, só então, estará pronto para se aproximar do campo vibracional de outra pessoa. Ainda no ano de 1995, Mendes passou a integrar o Grupo Ipê Roxo, fundado e coordenado por  Ângela Moraes, terapeuta que acompanhava Sauer nos tratamentos realizados na Califórnia e no Rio de Janeiro desde a década de 1980. Pouco tempo depois, Mendes assumiu a coordenação pedagógica do grupo, sediado no Rio, posição que ocupa até hoje. Aprovação das práticas integrativas e complementares pelo Ministério da Saúde Desde 3 de maio de 2006, a portaria 971/ 2006 do Ministério da Saúde (GM/MS 971/ 2006) reconheceu as práticas integrativas e complementares como recursos terapêuticos que  estimulam os mecanismos naturais de prevenção de doenças e auxiliam na recuperação da saúde. Atualmente, as práticas são oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em cerca de 54% dos municípios brasileiros. Para Liliane Belz, esse reconhecimento é importante porque disponibilizou ao profissional de saúde novas alternativas terapêuticas para a prevenção de doenças e promoção da saúde, o que traria maior satisfação ao exercício da profissão. Já Anna Mendes destacou a oportunidade de ofertar a imposição de mãos a pacientes do SUS, de forma oficial e integrada com o atendimento por outros especialistas. Informações complementares: Os interessados deverão chegar com 20 minutos de antecedência para pegarem uma senha de atendimento.  O projeto acontece toda primeira quarta-feira do mês e faz parte das atividades oferecidas pelo Núcleo de Estudos e Práticas Integrativas e Complementares (Nepic), do ISC/ UFF.  
Mostra oferece terapias integrativas e complementares ao públicoAline Bonifácio O Núcleo de Estudos e Práticas Integrativas e Complementares (Nepic), do Instituto de Saúde Coletiva, realizará a Mostra PICS no dia 3 de julho, no Campus do Gragoatá. As atividades serão uma vivência em grupo com a professora Gleyce Moreno Barbosa, além do projeto Cuidar, que consiste em atendimentos conduzidos pela professora Fátima do Espírito Santo, os quais empregam métodos como, por exemplo, a acupuntura. O Nepic agrega a medicina chinesa e a acupuntura como campo de prática. Parte do projeto envolve o oferecimento da disciplina “Cuidado Integrativo em Saúde” (Cis) como optativa para o curso de Medicina, com coordenação da professora Anna Alice Amorim. De acordo com Amorim, uma das motivações para a criação da disciplina foi a necessidade de melhorar a qualidade do cuidado oferecido aos pacientes, incorporando à prática médica variados tipos de terapias, como meditação, toque terapêutico, práticas energéticas, de relaxamento, respiração e outras. “A ideia é estimular a tomada de consciência do indivíduo sobre seus próprios recursos e ajudá-lo a desenvolver a capacidade de utilizar esses recursos internos, não apenas para lidar com as doenças, mas para preservar a saúde”, concluiu. Os interessados deverão chegar com 20 minutos de antecedência para pegarem uma senha de atendimento. Toda primeira quarta-feira do mês, no mesmo local, duas práticas deverão ser oferecidas. 
Curo participa de mostra de profissõesO Campus UFF de Rio das Ostras (Curo) estará participando  da Mostra Casulo Cursos e Profissões que acontecerá no dia  8 de maio, de 9h às 12h, no Centro Educacional Casulo, para alunos do ensino médio. Estarão representando a UFF, a bibliotecária Zilma Santos, o professor de Ciência da Computação, Carlos Bazílio que fará a palestra:Profissões c/com/de/para/sem tecnologia.que será no horário de 10h às 11h. Outras profissões serão abordadas pelos  graduandos do Curo: Bárbara Pires – Enfermagem; Bárbara Moreira - Produção Cultural e Medicina Veterinária; Eduardo Félix - Engenharia de Produção  e Presidente da Focus Consultoria; Christian Zerillo da Ciência da Computação; Thierry Monteiro – Engenharia de Produção; Dangelo Moreira - da Ciência da Computação; Stephanie  Oliveira – Psicologia; Rebeca  - Serviço Social e pelos servidores do Curo, Mônica   Mussliner  - Ciência da Computação    e Bruno Mussliner – Direito e Engenharia de Produção. O Centro Educacional Casulo  fica na Rua  Denise Vidal, S/N - Lote 10 a 15 - Village Sol e Mar, Rio das Ostras.
Mostra de Robótica EducacionalEssa mostra é uma oportunidade de disseminação da tecnologia e da ciência, e efetiva um ciclo de encontros junto com alunos da rede pública municipal, educadores e universitários estagiários. Haverá produções MAKER, protótipos robóticos de Arduino e Lego Mindstorm e tapetes para missões robóticas. Tal mostra faz parte de atividades a serem desenvolvidas com a prefeitura de Niterói. Participem!
Exposição Um Rio de Sentimentos por Cocco Barçante e Artesãos FluminensesA exposição visa mostrar uma reflexão sobre os hábitos de consumo da sociedade atual, a relação com o meio ambiente e responsabilidade social. Esses são os pontos de destaque na exposição do artista plástico Cocco Barçante, Um Rio de Sentimentos, especificamente na Sala Planeta. Esse espaço foi delineado pelo artista em conjunto com o Professor Estefan Monteiro, da UFF e com a professora Lucimar Cunha, da Faeterj Petrópolis, a partir de uma parceria antiga, o projeto Metarreciclagem que propõe a criação de obras a partir de fios, tomadas, computadores e circuitos impressos, ou seja, pelo lixo eletrônico acumulado pelas instituições. Local: Centro Cultural dos Correios do Rio de Janeiro,  Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro Período: de 24 de janeiro a 10 de março 2019 Horário: de terça a domingo, de 12h às 19h Entrada franca Dos dias 22 a 27 de fevereiro, entre 13h e 18h, haverá oficina gratuita de máscaras artesanais com o artista.
Dia do Filme Caseiro na UFFO Laboratório Universitário de Preservação Audiovisual da UFF convida a todos para, no dia 10 de outubro, às 14h30, na Sala Interartes (IACS), o seu primeiro "Dia do Filme Caseiro", acompanhando a realização durante o mês de outubro, em vários países, do "Home Movie Day", um dia para celebrar e promover a preservação de filmes domésticos. O "Dia do Filme Caseiro na UFF" será uma edição especialmente dedicada ao formato do filme Super 8mm, popular no Brasil entre os anos 1960 e 1980. Iremos exibir filmes de vários acervos, com imagens raras e adoráveis, e queremos exibir o seu Super 8mm caseiro também. Traga a cópia do seu filme no dia 10 de outubro ou, se preferir, entre em contato previamente com o LUPA ( www.cinevi.uff.br/lupa/fale-conosco ). Estudantes vinculados ao LUPA irão examinar seu filme e, estando em  condições adequadas, ele também poderá ser projetado.  O LUPA é vinculado ao Departamento de Cinema e Vídeo da UFF.
Concurso de Fotografia do Jubileu de Ouro do Instituto Biomédico da UFFO Concurso de Fotografia do Jubileu de Ouro do Instituto Biomédico da UFF tem o objetivo de permitir as impressões e expressões da comunidade da UFF dentro do tema  “Olhares sobre o Instituto Biomédico” e incentivar a criatividade na produção de imagens que retratem o espaço físico, ações e a comunidade que compartilha suas vivências no Instituto Biomédico. A iniciativa faz parte das ações comemorativas do Jubileu de Ouro do Instituto Biomédico da UFF. Poderão participar do concurso fotógrafos amadores, membros de qualquer comunidade científica, desde que um dos autores seja estudante, docente ou servidor técnico-administrativo da Universidade Federal Fluminense (UFF) devidamente inscrito no Concurso. Dentro do tema central, as fotografias deverão ser inscritas dentro de apenas uma das seguintes categorias: a) Arquitetura e Natureza; b) Pessoas e Momentos; c) Impressões (abstratas). As inscrições serão realizadas de 13 de agosto a 15 de setembro de 2018 até às 23:59h. Maiores informações em: http://biomedico.sites.uff.br/wp-content/uploads/sites/317/delightful-downloads/2018/08/Edital-Fotografia-Jubileu.pdf  
Campus UFF de Rio das Ostras participa de Mostra de profissõesO projeto Puro Informa do Campus UFF de Rio das Ostras (Curo) participará do 1º Mosaico Empreendedor + Profissão Estudante, no dia 25 de agosto (sábado), das 8h às 12h, na Rua São Fidélis, 555, Jardim Mariléa, Rio das Ostras. Este evento tem o propósito de reunir várias universidades e instituições ligadas à educação para apresentar seus cursos á comunidade local, esclarecendo sobre o tempo de duração do curso, particularidades da profissão, mercado de trabalho, dentre outros detalhes. O projeto Puro Informa conta com a participação de universitários dos seis cursos da UFF de Rio das Ostras (Ciência da Computação, Enfermagem, Engenharia de Produção, Produção Cultural, Psicologia e Serviço Social) que informam sobre estas profissões e seus desdobramentos. Da UFF de Rio das Ostras estarão presentes também os Engenheiros sem Fronteira e a Focus Consultoria. Os estandes estarão montados na quadra de esportes e vão também apresentar outras universidades, dentre outras empresas. A programação completa contará com: 8h30 – Abertura no salão Maria Lima; 8h às 12h – Visitação aos estandes de negócios na quadra do Colégio; 9h às 11h30 – Visitação aos estandes das universidades participantes, Puro Informa, Engenheiros sem fronteira, Focus Consultoria; 9h às 10h – Mesa redonda: Práticas de Gestão com os palestrantes Norberto Félix - Gestão da Qualidade; Alexandre Bouchorny – Marketing Digital; e Dra. Grace Roberto – Direito Trabalhista; 10h às 12h – “Profissão Estudante – Os desafios de cada profissão” Outras informações podem ser obtidas pelos telefones: (22) 2760-9067 e (22) 2771-5433.
Exposição na Biblioteca do campus de Rio das Ostras recepciona calouros e veteranosA Biblioteca do campus UFF de Rio das Ostras (BRO) da Universidade Federal Fluminense está recepcionando calouros do segundo semestre de 2018 e veteranos, com exposição “Conhecendo a BRO – Biblioteca de Rio das Ostras”, que passa informações sobre este espaço, seu histórico, os serviços oferecidos, sua posição dentro dos setores da UFF e muito mais, com muita interatividade. “Dentro das atividades oferecidas, temos um Jogo da Conservação, que ensina boas práticas de utilização de livros, um espaço para recados e comentários e um photobooth, onde os alunos podem tirar fotos para postar na página do facebook com a hashtag #ConhecendoaBRO. Venham conferir, participar, jogar e fazer parte da nossa exposião”, enfatiza a bibliotecária chefe da BRO, Margareth Vieira Pacheco Rodrigues. Outras informações podem ser obtidas na #BibliotecaViva! O Curo fica na Rua Recife, s/n, Jardim Bela Vista.
Semana Selfie Faculdade de VeterináriaA Faculdade de Veterinária convida a todos para uma SELFIE. Data: 14 e 15 de setembro de 2018. Horário: sexta (14/9) de 13:00/17:00 hs e sábado (15/9) de 9:00/14:00 hs. Local: Faculdade de Veterinária da UFF A Faculdade de Veterinária da UFF, visando atender ao público que gostaria de conhecer um pouco mais sobre os projetos que são desenvolvidos no Campus Vital Brazil Filho, está organizando um evento batizado como “Semana Selfie”. Este evento acontecerá no pátio da Faculdade de Veterinária nos dias 14 e 15 de setembro de 2018. O objetivo é promover um fórum de autoconhecimento, bastante promissor e que certamente poderá gerar inúmeras conseqüências positivas para todos. O público alvo esperado é formado principalmente pelos alunos, professores e funcionários da UFF, mas os membros da comunidade externa, principalmente as crianças, serão também muito bem vindos, pois os projetos, sobretudo os de extensão, têm inúmeras atividades interativas voltadas para o público infantil.
Projeto "Brasil: A Margem" reúne exposições, sarau, música, debate, feira e mostra de filmes no Centro de ArtesBrasil: A Margem Com uma semana inteira de eventos, a proposta do projeto “BRASIL: A MARGEM ” é sensibilizar o público, por meio da arte e da cultura, para uma constatação: o Brasil da atualidade se coloca diante de situações-limite e de necessidade de superação. O Brasil, dito país do futuro na propaganda dos anos setenta, precisa olhar para a frente e se pensar melhor, mas sua urgência é do tempo presente. Num país à margem de suas possibilidades e com grande parcela de sua população à margem do próprio exercício das sociabilidades, é urgente pensar em tais situações-limite. A metáfora da margem traz à toma um lugar de impasses e indefinições, um campo de possibilidades em que conflitam forças reativas, com seus aparatos de contenção e repressão, e, por outro lado, forças ativas de criação, reação e emancipação. Se antes, nos oitenta,  perguntávamos “Que País é esse?” ou demandávamos “Brasil, mostra a tua cara!”, hoje o país escancara sua própria face, esbanjando dor, exclusão e violência. BRASIL: A MARGEM é a constatação desse estado de coisas, dessa urgência que conclama para muitas frentes. O convite é para que o público possa interagir com as diversas vozes e expressões que perpassam os espaços do Centro de Artes UFF e ecoam por todo o país. Na agenda da semana “BRASIL: A MARGEM” estão exposições, sarau, música, debate, feira e mostra de filmes. Agenda completa: https://bit.ly/2Jaz1g6
Centro de Artes UFF abre duas exposições sobre o Brasil até 29/04Ambas exposições fazem parte do “Brasil: A Margem”   Devotos Na confluência de várias efemérides - Dia do Índio, Descobrimento do Brasil, Tiradentes, São Jorge -, o Centro de Artes UFF propõe rever conceitos, usando a arte e a cultura como ferramentas de reflexão, no projeto “Brasil: A Margem”, entre os dias 17 e 25 de abril. Uma semana inteira repleta de eventos: debates, filmes, exposições, sarau, uma feira alternativa, concertos e shows de música popular. Com essa programação, o projeto aponta para o reconhecimento e a afirmação das margens de um Brasil efervescente e que carece se conhecer melhor. Devotos - Registro de fé e religiosidade na cidade de Niterói, a mostra Devotos faz uma seleção de imagens fotográficas da procissão em devoção a São Jorge, partindo da Igreja de São Jorge e passando pela igreja de Nossa Senhora da Conceição, ambas no Centro da cidade de Niterói. A exposição é composta de fotos de Robson Leitão, atual diretor do Teatro da UFF e, de Paulo Duque Estrada, fotógrafo falecido em 2013 que dá nome ao espaço de fotografia do Centro de Artes UFF. Espaço UFF de Fotografia Paulo Duque Estrada   Terra Brasilis: o agro não é pop! Na confluência de várias efemérides - Dia do Índio, Descobrimento do Brasil, Tiradentes, São Jorge -, o Centro de Artes UFF propõe rever conceitos, usando a arte e a cultura como ferramentas de reflexão, no projeto “Brasil: A Margem”, entre os dias 17 e 25 de abril. Uma semana inteira repleta de eventos: sarau, debates, filmes, exposições, uma feira alternativa, concertos e shows de música popular. Com essa programação, o projeto aponta para o reconhecimento e a afirmação das margens de um Brasil efervescente e que carece se conhecer melhor. Exposição de pinturas acrílicas sobre tecidos do artista plástico Denilson Baniwa que promove, através de sua arte, uma crítica contundente ao crescimento vertiginoso do chamado “agronegócio”, ao mesmo tempo em que celebra o papel daqueles que, em seu entender, são os únicos que resistem à sua expansão: nossos povos originários; nações e atores indígenas que não estão esquecidos em um passado idílico, mas inseridos no mundo contemporâneo e se valendo das estratégias de luta que estão colocadas ao seu alcance. Curadoria Wallace de Deus e Pedro Gradella. Galeria de Arte UFF Leuna Guimarães dos Santos   Inauguração 17 de abril | 19h às 21h Visitação até 29 de abril de 2018 Entrada Franca Domingo a 6ª feira, das 10h às 22h Sábados das 13h às 22h
MUD - Mostra Universitária de DançaA MUD - Mostra Universitária de Dança é uma realização da disciplina Dança e Produção Cultural, optativa do curso de Produção Cultural – UFF, ministrada pelo Prof. Mestre Luiz Mendonça, Vice - Diretor do Departamento de Artes da Universidade Federal Fluminense e pelo Prof. Doutor e Superintendente do Centro de Artes UFF, Leonardo Caravana Guelman, em parceira com o Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense, a ser realizado no dia 6 de dezembro de 2017. A programação será composta por oficinas de dança, rodas de conversa, apresentação mostra universitária de videodança e apresentações artísticas com convidados. A elaboração da MUD tem como foco projetos de grupos ou de artistas que desenvolvam trabalhos dentro do ambiente universitário, inseridos ou não na grade curricular. A MUD acredita na importância da troca de experiências para o crescimento das atividades artístico-culturais para dança. A Mostra não tem caráter competitivo, ao contrário, o projeto promove o encontro dos artistas e tem como principais objetivos evidenciar, fomentar e fortalecer a rede de grupos, companhias, coletivos e performers na cidade de Niterói (RJ).
10ª Mostra de Arte Contemporânea: Arte’Mídia até dia 30 de novembro no Campus UFF de Rio das Ostras A 10ª Mostra de Arte Contemporânea:Arte’Mídia,será promovida até o dia 30 de novembro no Campus UFF de Rio das Ostras (Curo). O evento, que é uma inciativa do Grupo de Estudos e Pesquisa em Arte e Tecnologia (GEPAT),coordenado pelo professor do Curso de Produção Cultural, Áureo Mendonça conta com roda de conversa sobre Arte Digital, a presença de  Youtubers, Fotografias Analógicas, robótica, e-books, desenvolvimento artístico em jogos, realidade virtual,  App na Educação, além do workshop de teatro/corpo e processo de edição de música. Outras informações e a  programação completa podem ser obtidas no facebook X mostra de Arte Contempôranea.
Friburgo abre inscrições para 1ª Mostra de VídeosO Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF/UFF) recebe, até o dia 22 de novembro, as inscrições para a 1ª MOVI-UFF, mostra de vídeos com filmes de curtas-metragens nas categorias ficção, animação e documentário. A participação no evento – que acontece no dia 29 de novembro, no auditório do ISNF – é gratuita. Para esta primeira edição, o tema da MOVI-UFF é “Rumo aos 200 anos de Friburgo: construindo uma cultura de paz”, em comemoração ao bicentenário da cidade que ocorre no dia 16 de maio de 2018. Os responsáveis pelos melhores filmes apresentados durante o encontro ganham um troféu. Após a exibição dos vídeos, os organizadores promovem um grande debate sobre o tema. As premiações De acordo com o regulamento, todos os vídeos devem ter de 1 a 20 minutos e podem ser finalizados em qualquer formato. Cada realizador pode inscrever quantos filmes desejar na mostra. Os melhores curtas-metragens de cada categoria são premiados a partir da análise de uma banca avaliadora. No entanto, pode ocorrer também uma premiação do melhor curta de gênero, em outra classificação, a critério do júri popular. Cada pessoa do júri, presente na MOVI-UFF, poderá votar em apenas 1 curta da mostra, desde que tenha assistido a todos os filmes exibidos. A premiação da MOVI-UFF consiste em um Troféu e em um certificado produzido pelo evento. Para participar da 1ª MOVI-UFF, é necessário preencher o formulário de inscrição disponível no site http://www.moviuff.sites.uff.br.
50 edifícios - Construindo NiteróiA pesquisa, empreendida pelo Arquiteto Luiz Marcello Gomes Ribeiro, Mestre em Patrimônio e Cultura pela Universidade do Espírito Santo - UFES, professor do Curso de Arquitetura da Universidade Vila Velha - UVV, trata de identificar, a partir de uma seleção popular, os cinquenta edifícios mais marcantes que ajudaram a construir a história de Niterói. A seleção surgiu a partir do Projeto de Pesquisa para o Doutorado do autor na Universidade Católica Portuguesa, na cidade do Porto em Portugal. A partir de uma enquete, aplicada online, entre amigos e participantes de grupos de memória social sobre Niterói nas redes sociais, o autor conseguiu relacionar mais de uma centena de edifícios, de todas as épocas, importantes para contar a trajetória histórica da antiga capital fluminense. A inauguração será dia 05 de  outubro de 2017, às  16:00H.
Exibição do filme Portugueses no Soho, Arte InstitutConvidamos a todos para a exibição desse documentário do Arte Institute​ sobre a emigração portuguesa para os EUA. O filme é em inglês, com legendas em português. Ana Ventura Miranda, editora do documentário, estará presente para debate ao final da exibição. Instituto de Letras, apoio NEPA UFF (Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana), auditório Macunaíma, dia 23 de agosto, 17h.
Exposição "Labirinto das Estrelas"A Casa da Descoberta trará ao público a exposição "Labirinto das Estrelas - Uma viagem no universo da Astronomia", que tem como objetivo abordar o fascinante universo da Astronomia. Além da exposição, ocorrerão oficinas, roda de conversa com Astrônomos e observação do céu. Participe!   
V ETARSERRA recebe trabalhos acadêmicos até 25 de junhoEstão abertas as inscrições para a V Exposição de Trabalhos Acadêmicos da Região Serrana (V ETARSERRA), evento realizado pelo Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), órgão de ensino superior vinculado à Universidade Federal Fluminense (UFF). Os interessados devem submeter aos organizadores, até o dia 25 de junho, os trabalhos científicos que serão apresentados no dia da mostra, que é destinada a estudantes do ensino médio, tecnológico e superior, além de profissionais de qualquer área do conhecimento. A ETARSERRA é gratuita e acontece em outubro, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no Teatro Municipal Laércio Rangel Ventura. A exposição tem o objetivo de divulgar trabalhos de ensino, extensão, pesquisa, inovação científica e tecnológica e difusão e popularização de ciência e tecnologia. Quem quiser apresentar um trabalho científico durante o evento deve se inscrever na modalidade ‘Colaborador’. Já aqueles que pretendem apenas participar da exposição e assistir às atrações devem realizar a inscrição na modalidade ‘Participante’. UFF & Arte e Festival de Novos Talentos Durante a ETARSERRA, ocorre também o UFF & Arte e o Festival de Novos Talentos, que têm o objetivo de valorizar artistas e profissionais da região, estimulando a formação e a promoção do trabalho de bandas e grupos musicais formados por estudantes de nível médio ou de universitários de Nova Friburgo ou de cidades vizinhas. “Esta é a 5ª edição da ETARSERRA. Esperamos que o evento continue cumprindo a missão de aproximar as pessoas, seus saberes e suas práticas, com o objetivo de promover desenvolvimento local e regional”, salientou Simone Barreto, coordenadora do evento, que tem como parceira a Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissionalizante e Superior de Nova Friburgo. Outras informações podem ser obtidas pelo site http://www.etarserra.uff.br
Exposição 'Orgânico e Urbano' na BCGA Biblioteca Central do Gragoatá, em comemoração ao seu aniversário de 23 anos, convida para a abertura da exposição 'Orgânico e Urbano' no dia 25 de abril às 19h. Marcelo Melo, artista plástico/urbano e produtor cultural, atuante no leste, baixada e capital fluminense vem apresentar sua exposição individual 'Orgânico e Urbano', com curadoria da geógrafa Renata Baz. São mais de 40 obras, produzidas de 2013 a 2017, elaboradas com técnicas mistas, onde, a partir do seu autodidatismo, receber o convite e expor suas obras na Biblioteca Central do Gragoatá é representativo para sua trajetória. 'Orgânico e Urbano' já passou por São Gonçalo (2014), Niterói (2015/2016), Cachoeiras de Macacu (2016), da mesma forma que o artista gonçalense desterritorializado busca permanentemente, em diferentes espaços, o conhecimento, a experimentação, a interlocução com o público e o desenvolvimento técnico das suas artes. Tendo como conceitos estruturantes de sua vida e suas obras a representação da organicidade da natureza e a vivência nas ruas, a exposição traduz imagens intuídas, percebidas e amadurecidas pelo tempo de sua formação artística. Com satisfação e gratidão, Marcelo Melo vem convidar docentes, discentes, funcionários da UFF e amplo público, para um momento de imersão na sua linguagem artística.
II Mostra de Inovação no Ensino SuperiorO Programa de Inovação e Assessoria Curricular (PROIAC) convida a comunidade acadêmica a participar da II Mostra de Inovação no Ensino Superior. Quer participar contando a sua experiência inovadora em vídeo? As submissões foram prorrogadas até o dia 02 de outubro.   Acesse as regras e participe http://www.proiac.uff.br/content/inscricoes Quer participar discutindo as experiências inovadoras apresentadas em vídeo? As discussões serão feitas a distância para que todos os professores interessados possam participar de 20 de outubro a 04 de novembro. Faça sua inscrição e participe! http://www.proiac.uff.br/content/inscricoes Os vídeos selecionados serão apresentados durante um bate-papo com café das 9 às 17 horas nos dias 19 e 20 de outubro durante da Semana Acadêmica no Campus do Gragoatá. Todos estão convidados à participar! Acesse outras informações sobre o evento e as atividades do PROIAC no nosso site http://www.proiac.uff.br
Semana da primavera Palestras e debates sobre questões científicas, políticas e artísticas envolvendo a preservação do ambiente.
PROGRAMA TELA NEGRA - Exibição do filme "Remoção" (2013)Exibição do filme "Remoção" (2013), de Luiz Antonio Pilar e Anderson Quack, seguido de debate com os diretores. Dia 15/09, quinta, às 15h, na Sala Interartes, no IACS-UFF (endereço Rua Lara Vilela, 126, São Domingos) Sinopse: Documentário de longa metragem sobre o processo de remoção das favelas da zona sul da Cidade do Rio de janeiro (Parque Proletário da Gávea, na Gávea, Praia do Pinto, no Leblon, Ilha das Dragas e Morro da Catacumba, na Lagoa, Morro Macedo Sobrinho, em Botafogo e Morro do Pasmado, em Copacabana), nas décadas de 1960 e 70, que deram origem a primeira experiência de criação de conjuntos habitacionais, criando os conjuntos de Vila Kennedy, Vila Aliança, Cidade de Deus, Cidade Alta, em Cordovil, Dom Jayme Câmara, em Padre Miguel e a Cruzada São Sebastião Quinta-feira, dia 15 de setembro, às 15h, na Sala Interartes, no Instituto de Artes e Comunicação Social (IACS) da UFF Rua Lara Vilela, 126, São Domingos, Niterói, RJ. Essa atividade faz parte do PROGRAMA TELA NEGRA: Com o objetivo de realizar atividades regulares visando a inclusão da educação das relações étnico-raciais na formação de seus alunos, o Departamento de Cinema e Vídeo da UFF dá início ao Programa Tela Negra. Serão realizados diferentes eventos abertos a toda a comunidade do IACS abordando questões relacionadas à história e cultura afro-brasileira e o cinema. Esse programa é especialmente destinado aos alunos do curso de licenciatura em Cinema e Audiovisual, em atendimento às recomendações da Resolução nº 1, de 17 de junho de 2004, do Conselho Nacional de Educação.
UFF de Portas AbertasA Rede UFF de Divulgação Científica tem o prazer de convidar para o "UFF de Portas Abertas", que será realizado neste sábado, dia 25 de junho. O evento acontecerá em Niterói (Campus da Praia Vermelha e na Faculdade de Veterinária) e em Santo Antônio de Pádua (INFES), com palestras, mostras, oficinas, visitas a laboratórios de pesquisa, planetário inflável e telescópios. Enfim uma oportunidade única de dialogarmos e apresentarmos para a sociedade parte das atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas na UFF. O UFF de Portas Abertas pretende apoiar, participar e divulgar para a população o movimento #FicaMCTI, contrário a fusão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério das Comunicações. A manutenção de um ministério voltado exclusivamente para a ciência, tecnologia e inovação é fundamental para a manutenção e elaboração de políticas capazes de alavancar o desenvolvimento brasileiro, e é um indicativo de que o governo federal reconhece a importância dessa área. Contamos com a participação de todos. Apareçam e tragam a família e os amigos!  
Mostra Migrações de Dança ContemporâneaA Mostra Migrações de Dança Contemporânea integra as comemorações dos 55 anos da Universidade Federal Fluminense. PROGRAMAÇÃO: 25/08 (terça feira) JARDINS CENTRO DE ARTES UFF 18h – Abertura Performance Duo Arco Double e bailarinos Liana Vasconcelos e Davi Pontes Formado por Deivison Branco (Violino) e Ronildo Alves (Cello), o Arco Double tem como objetivo formar plateias e difundir a música de câmara. Através de pesquisas e leituras, tem em seu repertório composições escritas no período barroco, passando pelo o clássico, romântico, nacionalismo brasileiras até chegar às composições modernas. -“Passinho d​o menor da favela”- grupo de passinho Na Batalha As primeiras manifestações do Passinho misturavam do funk carioca ao frevo pernambucano, mas logo foram incorporados no liquidificador da juventude carioca ritmos afro-descendentes como o samba, o candomblé e o break. Hoje, essas influências já abrangem o ballet clássico, o jazz moderno e até mesmo o yoga, com posições inacreditavelmente complexas. O resultado disso tudo é uma coreografia singular e extremamente contemporânea.   19h – Coquetel TEATRO DA UFF 20h – “No Singular”, Cia de Dança Quasar Com um amplo catálogo de premiações, a Quasar é hoje uma das principais companhias de dança do Brasil e já levou seus espetáculos para mais de 20 países. À frente da cia encontram-se os fundadores Vera Bicalho (diretora geral) e Henrique Rodovalho (diretor artístico e coreógrafo), que nos trazem o espetáculo “No Singular”, onde abordam uma reflexão sobre a velocidade e a simultaneidade da informação no mundo contemporâneo. 26/08 (quarta feira) TEATRO DA UFF 20h – Fragmentos do espetáculo "A Lapa" com a Cia de Dança Holos -Em noite casada, a Cia Holos de Dança, de Niterói, se apresenta com o espetáculo ‘A Lapa’. A companhia desenvolveu e aperfeiçoou um método especializado de ensino da dança inclusiva. Formada em março de 2012 pela professora Ms. Soyane Vargas a Cia Holos de Dança, atualmente teve sua atuação ampliada para uma proposta inovadora que agrega múltiplas linguagens artísticas, passando a ser chamada Cia Holos de Dança-teatro Inclusiva com Cadeira de Rodas. -Na sequência, Ana Botafogo, Primeira Bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro com o solo contemporâneo ‘Ana Botafogo, uma homenagem a Isadora Duncan’ A coreógrafa Norma Lilia baseou-se em fotos e filmes da própria Isadora Duncan para coreografar esta homenagem à precurssora da Dança Moderna, que rompeu com os conceitos do balé clássico propondo uma dança mais livre sem as convenções do balé. Dançava de cabelos soltos e pés descalços, amava a natureza e dançava os seus elementos como, a água, a terra e o ar. Ao piano, Itajara Dias embala este solo com a Balada nº 1 de Chopin. 27/08 (quinta feira) CINE ARTE UFF 10h – Oficina de Dança Contemporânea com a Cia de Dança Camaleão Trabalhar diversas formas de se movimentar a partir dos planos baixo, médio e alto. Potencializar a percepção do peso do corpo e as possibilidades que este estimulo traz. Desenvolver a consciência espacial e cênica. Criar novas possibilidades de movimento. Uma proposta em que a Dança Contemporânea, as Danças Urbanas, a Capoeira e até mesmo a Dança Clássica estão presentes como ferramentas de investigação. Mostra de DOCS sobre dança Cine Arte UFF – Entrada franca -parceria com a Cinemateca da Embaixada da França Documentários: Corps, accords (França 2002), de Michel Follin L’Homme qui danse (França 2004), de Rosita Boisseau e Valérie Urréa One Flat Thing, de Dominique Mercy São Paulo Companhia de dança, de Evaldo Mocarzel Batalha do Passinho, de Emilio Domingos   TEATRO DA UFF 20h – “Retina”, Cia de Dança Camaleão Com Direção Geral de Majorie Quast, Direção Artística de Ines Amaral e Direção Coreográfica de Jorge Garcia, a Cia de Dança Camaleão apresenta o espetáculo “Retina”, com trilha sonora assinada por Kiko Klaus, composta por canções de Janis Joplin, Jimi Hendrix, Jim Morrison, Kurt Cobain e Amy Winehouse. Motivados por todas essas inquietações criou- se um ambiente urbano em que os movimentos da dança de rua se misturam à dança contemporânea. ”Retina” foi o grande destaque do 1o Prêmio Copasa/Sinparc de 2013 ao receber os prêmios de: melhor espetáculo, melhor cenografia, melhor iluminação e melhor trilha sonora. Também foi contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2013. 28/08 (sexta feira) CINE ARTE UFF 12h30 – Mesa “Processos Criativos” com Angel Vianna, Tatiana Lescova e Pedro Pires 15h10 - Brincante, um filme de Walter Carvalho Um olhar lírico sobre o universo de Antonio Nóbrega. Dirigido por Walter Carvalho, com Antonio Nóbrega, Rosane Almeida e Companhia de Danças. TEATRO DA UFF 20h – Crianças de Terezín O espetáculo é sexto trabalho do Núcleo em Pesquisa Corporal em Dança para Atores, grupo com direção de Roberto Lima, bailarino solista do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, ator e professor. “Crianças de Terezín” é livremente inspirado no livro “O diário de Helga”, escrito por Helga Weiss, um relato de uma menina durante a Segunda Guerra Mundial, sobre a vida em um campo de concentração. 29/08 (sábado) CINE ARTE UFF 09h – Oficina “Dança para Todos", com base no método holos de dança inclusiva com cadeira de rodas TEATRO DA UFF 20h – “Romeu e Julieta”, Cia de Dança de Niterói O espetáculo “Romeu e Julieta” foi concebido pelo renomado coreógrafo português Andre Mesquita - premiado internacionalmente -, onde apresenta uma versão contemporânea da obra. Criou a coreografia a partir da dramaturgia de Shakespeare, e não da música. Utilizou-se de recursos de iluminação, música e ambientação inovadores, não ficando preso às partituras de repertórios clássicos já conhecidos. A direção artística da Companhia de Ballet da Cidade de Niterói (CBCN) é do bailarino, coreógrafo e diretor Pedro Pires. 30/08 (domingo) CINE ARTE UFF TEATRO DA UFF 20h – Antônio Nóbrega com o espetáculo aula ‘Com Passo Sincopado’. Um espetáculo-aula de performances, falas e vídeos em que, aliando sofisticada formação erudita com as raízes populares da cultura brasileira, Nóbrega procura desenhar uma poética lúdica para a dança brasileira. Uma dança brasileira nascida do encontro das matrizes corporais populares com princípios técnicos e procedimentos formais oriundos de tradições e linguagens de dança tanto do ocidente quanto do oriente. Tomando a dança ainda como ponto de partida para reflexão,’ Com Passo Sincopado’ propõe, também, uma interpretação da cultura brasileira que leve em conta não só a sua herança europeia ou ocidental como também o seu legado popular.