Categoria
Aberto edital de R$ 25 milhões para projetos alinhados com objetivos estratégicos da Prefeitura de NiteróiA Universidade Federal Fluminense e a Fundação Euclides da Cunha de Apoio Institucional (FEC), em conjunto com a Prefeitura Municipal de Niterói, publicaram o edital para seleção de projetos aplicados no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados (PDPA). O acordo celebrado com a Prefeitura de Niterói prevê investimentos de R$ 25 milhões de reais em pesquisa e extensão. A inscrição será realizada através de sistema online, por meio do link. A submissão de propostas está aberta até o dia 27 de março. Podem participar equipes formadas por no mínimo dois docentes da UFF As linhas de pesquisa e extensão são: Niterói Organizada e Segura: Mobilidade, Desenvolvimento e Ordenamento Urbano; Prevenção e Segurança Niterói Saudável: Saúde, Saneamento e Gestão de Resíduos Niterói Escolarizada e Inovadora: Educação; Ciência e Tecnologia Niterói Próspera e Dinâmica: Desenvolvimento Econômico, Inserção Produtiva Niterói Vibrante e Atraente: Meio Ambiente; Lazer e Esporte; Cultura e Entretenimento Niterói Inclusiva: Igualdade de Oportunidades Niterói Eficiente e Comprometida: Gestão Pública, Participação Cidadã, Integração Regional As descrições detalhadas do escopo das linhas estão no Anexo 1 do edital. As propostas a serem submetidas deverão demonstrar a relevância enfatizando os impactos para Niterói em relação aos eixos da Niterói que Queremos e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Onu. Atenção ao cronograma: De 10 de fevereiro de 2020 a 27 de março de 2020 – às 23h59 – Submissão de propostas online. Até 22 de abril de 2020 – Divulgação de resultado. Até 27 de abril de 2020 – Recursos ao processo seletivo. Até 05 de maio de 2020 – Divulgação de resultado dos recursos. Até 08 de maio de 2020 – Resultados finais. Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados A Prefeitura Municipal de Niterói e a Universidade Federal Fluminense celebraram o Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados. Com isso, a Prefeitura investirá em iniciativas de pesquisa, extensão e inovação que apresentem soluções aplicadas para problemas concretos da cidade. Os objetivos foram determinados participativamente por meio de consulta pública à sociedade niteroiense. Os projetos terão duração de três anos a partir da data de assinatura dos contratos. O programa faz parte do Plano Estratégico Niterói que Queremos 2033, alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Segundo o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, o programa representa uma priorização da importância da ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento autônomo, estável e soberano. “Em um contexto escandaloso de queda no fomento federal, estamos investindo média de R$ 10 milhões de reais anualmente até 2023. Contando com os aportes na finalização da construção do Instituto de Arte e Comunicação Social e recuperação do Cinema Icaraí, é um ato de governo claro em defesa do conhecimento, das instituições e da democracia. Esperamos que a sociedade niteroiense aproveite os resultados dos projetos que nascerão dessa parceria”, disse o prefeito. Para o reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, o PDPA representa uma nova forma de relacionamento entre os órgãos públicos para solução de problemas concretos e socialização do conhecimento acadêmico. “Estamos seguindo conceitos consagrados da cooperação entre a chamada tripla hélice, governo, universidade e empresas, para fomentar pesquisa, extensão e inovação. Consultei outros reitores e é um modelo de parceria inovador pela sua proposta e investimento, que certamente será exemplo para outras cidades e universidades”, conta Antonio Claudio. Em consulta pública, a sociedade niteroiense sugeriu sete objetivos estratégicos que orientam as linhas a serem desenvolvidas. “Esses são pontos que a própria população de Niterói considerou relevantes para se viver e ser feliz na cidade. Não é um plano de gestão, mas uma visão de futuro coletiva de longo prazo. São projetos que vão criar as bases de desenvolvimento estável até 2033”, afirma o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves.