Categoria
Gerencia Operacional de Contratos
Seção de Orçamento de Obras e Projetos
Coordenação de Engenharia e Arquitetura
Construção da sede da UFF em Macaé começa em fevereiroO vice-reitor da UFF, Antonio Claudio da Nóbrega, e o prefeito de Macaé, Aluízio dos Santos Junior, fecharam os detalhes da parceria para a construção da sede da UFF no município. O prédio, que abrigará o Instituto de Ciências da Sociedade, terá três pavimentos e 4.500 m² de área construída com espaço para 40 ambientes, entre salas de aula, gabinetes, laboratórios, secretarias e um auditório para 200 pessoas. Projetado para atender cerca de 1300 alunos, professores e servidores da universidade, a obra começa em fevereiro e está prevista para ser concluída no início do segundo semestre de 2019. Atualmente, a comunidade acadêmica da UFF em Macaé, que reúne os três cursos de Administração, Ciências Contábeis e Direito, utiliza parte de dois prédios, com salas e outros espaços emprestados pela prefeitura da cidade e pela UFRJ. Com a instalação da sede da UFF, orçada em R$ 12 milhões e que será custeada integralmente pela administração municipal, os três cursos ficarão organizados no mesmo espaço. “Inauguramos um novo relacionamento com a Prefeitura de Macaé e, com isso, conseguimos alavancar um projeto extremamente importante para a universidade, que é uma sede para a UFF na cidade universitária, onde teremos a oportunidade de desenvolver ainda mais nossos talentos internos e abrir um leque de possibilidades para a criação de cursos de pós-graduação”, comemorou Antonio Claudio. Segundo o vice-reitor, essa é uma conquista histórica para a comunidade da UFF, que há mais de 20 anos pleiteava esse espaço, e para a reitoria, que está responsavelmente cumprindo o seu dever de oferecer um local adequado para o desenvolvimento das pesquisas dos professores, salas próprias para a boa convivência dos alunos e instalações apropriadas para os servidores prestarem seus serviços de maneira ainda mais eficaz. “O objetivo é proporcionar melhores condições para toda comunidade acadêmica, favorecendo produção de conhecimento ainda mais qualificado e ampliando o relacionamento com a população local através de projetos de extensão como o Centro de Assistência Jurídica (Cajuff) e o Núcleo de Atendimento Contábil e Fiscal (NAF)”, afirmou Antonio Claudio.
UFF consegue recursos para obras no Cine Icaraí e no Instituto de QuímicaO reitor da UFF, Sidney Mello, se reuniu em Brasília, na última segunda-feira, 13 de novembro, com o secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), Paulo Barone, para negociar a liberação de verbas para a conclusão do projeto executivo do Cine Icaraí e das obras do Instituto de Química. Para a reabertura do Cine Icaraí, fechado desde 2006, o MEC liberou R$ 1 milhão. O recurso contribuirá para transformação do espaço em um centro cultural e sede da Orquestra Sinfônica Nacional e da Companhia de Ballet de Niterói. “Daremos continuidade ao projeto básico do Cine Icaraí com a verba negociada com o MEC. O adiantamento de R$ 15 milhões solicitado para a reabertura de parte do cinema ficará para 2018, mas já é um passo importantíssimo”, destaca o reitor. Para o Instituto de Química, a UFF conseguiu o adiantamento de R$ 4 milhões para a conclusão das obras. Esse valor faz parte de um aporte de R$ 28 milhões de recursos do Ministério, direcionados para esse fim. Outros R$ 19 milhões estão serão disponibilizados pela Petrobras para a construção de um laboratório de alta tecnologia no instituto. A previsão é que no início de 2019 o prédio seja entregue à comunidade acadêmica. “Para acelerar o processo, criaremos uma equipe de trabalho”, garante Sidney. A UFF também obteve avanços significativos em relação à dívida de R$ 4 milhões - saldo a pagar pela compra do terreno do INSS, localizado próximo ao Hospital Universitário Antonio Pedro (Huap). Segundo o reitor, o MEC informou que entrará em contato com o INSS para negociar a dívida e propor o repasse do terreno para a universidade sem nenhum custo. A administração da universidade já havia encaminhado proposta de parcelamento para saldar o débito. No local, a UFF prevê a construção de uma unidade do Huap, com um centro de reabilitação cardíaca e fisioterápica, centro de diálise crônica e unidade de tratamento de sangue para análises clínicas. “No entanto, a verba para a criação da segunda unidade do Antonio Pedro ficará para o próximo ano, pois o projeto ainda precisa ser avaliado pela Ebserh”, conclui.
UFF Macaé: obras da sede definitiva começarão em breveNessa segunda-feira, 6 de novembro, o vice-reitor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, esteve em Macaé, no Estado do Rio de Janeiro, onde se reuniu com o prefeito, Aluízio dos Santos Júnior. No encontro, o chefe do executivo municipal assinou a ordem de reinício das obras do bloco D do campus universitário da UFF localizado no município.     Acompanhado do procurador geral do município, Augusto César D’Almeida Salgado, do secretário de Fazenda, Ramirez Cândido, e do secretário adjunto de Ensino Superior da Educação, Márcio Magini, o prefeito se comprometeu a investir inicialmente na construção do novo prédio cerca de R$ 1 milhão mensalmente a partir de janeiro de 2018, totalizando R$ 12 milhões ao longo do próximo ano. A entrega do Bloco D está prevista para o segundo semestre de 2018 e sediará o Instituto de Ciências da Sociedade da UFF em Macaé, que reúne atualmente três cursos: Ciências Contábeis, Administração e Direito. Na mesma ocasião, Antonio Claudio, representando o reitor Sidney Mello, também esteve no Bloco A do campus da UFF, para a entrega oficial ao curso de Direito de toda sua bibliografia básica e complementar. O prédio de três pavimentos - que conta com secretaria e auditório no andar térreo e dois andares de salas de aula - recebeu ainda o cabeamento de internet e instalação de novos servidores de TI, que permitirão à universidade disponibilizar aos estudantes, docentes e servidores técnico-administrativos wi-fi grátis em todo o campus.  
Inauguração do Centro de Obras Raras e Especiais O Centro de Obras Raras e Especiais da Universidade Federal Fluminense foi criado a partir de pequenas coleções antigas das diversas Bibliotecas da Universidade. As coleções de livros considerados antigos servem de base para pesquisas de nossos alunos, professores, pesquisadores, assim como o público em geral. Seu acervo é composto de livros, periódicos, teses, mapas, desenhos, folhetos, partituras, cartazes e manuscritos.
Superintendência de Arquitetura, Engenharia e PatrimônioA Superintendência de Arquitetura, Engenharia e Patrimônio – SAEP tem por finalidade planejar, orientar, supervisionar, coordenar, administrar, projetar e executar as atividades da Universidade no que se refere à gerência e execução de projetos e obras de Arquitetura e Engenharia e também o cadastro e o controle sobre os bens móveis e imóveis Universidade
Obras, Segurança e HUAP marcam semana do ReitorA primeira semana de julho foi de intenso trabalho para o Reitor da UFF, Sidney Mello. Segunda-feira, 4 de julho, foi dia de reunião de gestão com a equipe de pró-reitores e superintendentes, ajustando processos e redefinindo prioridades. Na terça-feira, 5 de julho, uma série de reuniões realizada no auditório da Fundação Euclides da Cunha (FEC) debateu temas de fundamental importância para o futuro da universidade. A primeira, da série de reuniões, debateu as obras do Instituto de Química, cuja entrega está prevista para o primeiro semestre de 2018 e conta com 65% da construção já executada. Logo em seguida, um proveitoso debate tratou da sustentabilidade da Fazenda Universitária, apontando novas perspectivas para o espaço. Na parte da tarde, no mesmo auditório, o Reitor fez a fala de abertura da reunião em que foram apresentados os resultados da primeira etapa dos trabalhos do GT-Estatuto, na qual enfatizou o compromisso de legalidade e eficiência da administração da Universidade. A pauta da segurança foi destaque do meio da semana do Reitor. Na quarta-feira (6), aconteceu no Gabinete do Reitor um café da manhã com representantes da Guarda Municipal e da Polícia Militar para debater a segurança no entorno dos campi da UFF. Durante o encontro, o Prof. Sidney Mello pontuou as questões que envolvem a segurança no entorno dos principais campi da universidade na cidade de Niterói e indagou como que a Universidade poderia ajudar a aumentar a segurança para os estudantes, profissionais e toda a comunidade da UFF, informando que já existe um projeto em construção com apoio da Faperj para segurança de todos os campi da UFF. A Reitoria da UFF manifestou sua preocupação com a segurança de toda a comunidade acadêmica e se mostrou disposta a trabalhar de forma integrada com os órgãos para garantir a integridade de todos os estudantes e trabalhadores da Universidade Federal Fluminense. Na quinta-feira (7), o Reitor foi a Brasília, junto com o vice-reitor Antônio Claudio Nóbrega, debater temas de interesse da Universidade junto ao Secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação, com os dirigentes da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), que prepara um importante concurso público para novas contratações para o Hospital Universitário Antônio Pedro e também com o Diretor-Presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), para prospectar novas oportunidades para a UFF. Na sexta-feira (8), o dia foi de reuniões com as Direções das Unidades e as empreiteiras responsáveis pela construção dos prédios do Instituto Biomédico, do Instituto de Artes e Comunicação Social (IACS) e do Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional de Campos dos Goytacazes, quando foram redefinidos os cronogramas com base no compromisso responsável com a comunidade acadêmica e com as empresas.