Categoria
Eduff dedica última Quinzena Temática de 2019 a livros da área de ArquiteturaDando continuidade à série promocional “Quinzenas temáticas”, a Eduff apresenta a última quinzena do ano. Com tema de Arquitetura, a promoção conta com cinco livros da área que poderão ser comprados individualmente a R$5 ou o combo dos cinco por R$15. A promoção é válida até 31 de dezembro,  para compras feitas no site  da Editora e na Livraria Icaraí (Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói). As obras selecionadas para o combo da Quinzena de Arquitetura são: "Sementes urbanas 1", “Sementes urbanas 2", "Sementes urbanas 3", "Barbante, ripas e luta: ocupações organizadas de terras urbanas no Rio de Janeiro, 1983-1993" e "Quando a rua vira casa - A apropriação de espaços de uso coletivo em um centro de bairro".
Últimos dias para inscrições em processos seletivos para graduação da UFF em 2020Estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019 as inscrições em três processos seletivos para ingresso nos cursos de graduação da UFF no ano letivo de 2020. Concurso de Seleção nas Modalidades de Transferência Facultativa, Reingresso por Concurso Público e Mudança de Curso São 1.891 vagas para diversos cursos, tanto em Niterói quanto nas unidades do interior do Estado do Rio de Janeiro. As inscrições estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/trm/2020/indexTRM.htm   Concurso de Seleção na Modalidade de Mudança de Localidade São 329 vagas para diversos cursos, tanto em Niterói quanto nas unidades do interior do Estado do Rio de Janeiro. As inscrições, exclusivamente para alunos da UFF matriculados em cursos que possuam curso da UFF de mesma denominação em outro município, estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/trm/2020/ML   Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2020. As inscrições estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/2020/arquitetura Os três processos seletivos são organizados pela Coseac, Coordenação de Seleção Acadêmica.
UFF com inscrições abertas para Arquitetura em 2020A UFF, por intermédio da Coseac (Coordenação de Seleção Acadêmica), está com inscrições abertas para o Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo. São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2020. As inscrições estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Cabe ressaltar que o Teste é a principal forma de ingresso no curso de Arquitetura. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/2020/arquitetura
UFF com concursos abertos para graduação com ingresso em 2020A Coseac (Coordenação de Seleção Acadêmica) está com inscrições abertas para três processos seletivos para ingresso nos cursos de graduação da UFF no ano letivo de 2020. Concurso de Seleção nas Modalidades de Transferência Facultativa, Reingresso por Concurso Público e Mudança de Curso São 1.891 vagas para diversos cursos, tanto em Niterói quanto nas unidades do interior do Estado do Rio de Janeiro.  As inscrições estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/trm/2020/indexTRM.htm   Concurso de Seleção na Modalidade de Mudança de Localidade São 329 vagas para diversos cursos, tanto em Niterói quanto nas unidades do interior do Estado do Rio de Janeiro.  As inscrições, exclusivamente para alunos da UFF matriculados em cursos que possuam curso da UFF de mesma denominação em outro município, estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/trm/2020/ML   Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2020. As inscrições estarão abertas até as 12h do dia 12 de setembro de 2019. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/2020/arquitetura  
Arquitetura e Urbanismo abre 74 vagas para 2019Estão abertas até as 12h do dia 19 de dezembro de 2018 as inscrições para o Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo para ingresso no ano letivo de 2019. São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2019. O valor da taxa de inscrição é de R$ 110,00 (cento e dez reais) e o pagamento do boleto bancário deverá ser feito entre os dias 2 e 15 de janeiro de 2019. O Teste ocorrerá no dia 3 de fevereiro de 2019, em Niterói. Para maiores informações e inscrições, acesse: http://www.coseac.uff.br/2019/arquitetura
Arquitetura e Urbanismo - 74 vagas para 2018Estão abertas até as 12 horas do dia 20 de dezembro de 2017 as inscrições para o Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo para ingresso no ano letivo de 2018. São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2018. O valor da taxa de inscrição é de R$ 110,00 (cento e dez reais) e o pagamento do boleto bancário deverá ser feito entre os dias 8 e 15 de janeiro de 2018. O Teste ocorrerá no dia 21 de janeiro de 2018, em Niterói. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/2018/arquitetura
THE para graduação em Arquitetura e Urbanismo - 74 vagasEstão abertas até as 12 horas do dia 20 de dezembro de 2017 as inscrições para o Teste de Habilidade Específica de Arquitetura e Urbanismo para ingresso no ano letivo de 2018. São 74 vagas, sendo 37 para o 1º semestre e outras 37 para o 2º semestre letivo de 2018. O valor da taxa de inscrição é de R$ 110,00 (cento e dez reais) e o pagamento do boleto bancário deverá ser feito entre os dias 8 e 15 de janeiro de 2018. O Teste ocorrerá no dia 21 de janeiro de 2018, em Niterói. Para maiores informações e inscrições, acesse http://www.coseac.uff.br/2018/arquitetura
Coletânea reúne escritos de Carlos Nelson Ferreira dos SantosO livro “Sementes Urbanas” (Eduff, 2017), das organizadoras Maria de Lourdes Pinto Machado Costa e Maria Laís Pereira da Silva, reúne textos, inclusive inéditos, do arquiteto e urbanista Carlos Nelson Ferreira dos Santos. A coletânea dividida em três volumes busca resgatar a memória de um personagem que marcou a história do Rio de Janeiro. Carlos Nelson concebeu sua obra em contextos de grandes transformações e políticas urbanas, em especial, concentradas nas grandes cidades. Cidades que experimentaram intenso processo de metropolização e de favelização pelo Estado e sofreram políticas de efeito segregacionista. O propósito da publicação, que abrange trabalhos desde os anos de 1970 até 1989, é revelar o autor como precursor de muitos pensamentos e práticas hoje realizadas. Carlos Nelson trabalhou no projeto de urbanização na favela de Brás de Pina - elaborando planos com os moradores -, que serviu de base para o atual programa Favela-Bairro da Prefeitura do Rio. O conjunto de textos visa divulgar e ampliar o conhecimento e o legado do professor e pesquisador Carlos Nelson Ferreira dos Santos, ao avançar na exposição e discussões sobre suas ideias. A leitura de “Sementes Urbanas” (Eduff, 2017) oportuniza a promoção de debates na sociedade e possibilita a compreensão da grandeza de Carlos Nelson e sua contribuição para a arquitetura e urbanismo como fenômenos socioculturais.   Saiba como comprar  
50 edifícios - Construindo NiteróiA pesquisa, empreendida pelo Arquiteto Luiz Marcello Gomes Ribeiro, Mestre em Patrimônio e Cultura pela Universidade do Espírito Santo - UFES, professor do Curso de Arquitetura da Universidade Vila Velha - UVV, trata de identificar, a partir de uma seleção popular, os cinquenta edifícios mais marcantes que ajudaram a construir a história de Niterói. A seleção surgiu a partir do Projeto de Pesquisa para o Doutorado do autor na Universidade Católica Portuguesa, na cidade do Porto em Portugal. A partir de uma enquete, aplicada online, entre amigos e participantes de grupos de memória social sobre Niterói nas redes sociais, o autor conseguiu relacionar mais de uma centena de edifícios, de todas as épocas, importantes para contar a trajetória histórica da antiga capital fluminense. A inauguração será dia 05 de  outubro de 2017, às  16:00H.
Livraria Icaraí recebe lançamento da nova edição de "Quando a rua vira casa"Os professores Arno Vogel e Marco Antonio Mello lançarão a nova edição, revista e ampliada, do livro "Quando a rua vira casa" (Eduff, 2017), um clássico da área da Antropologia Urbana. Aliando conhecimentos de diferentes áreas, os autores analisam as maneiras pelas quais as pessoas se apropriam dos espaços coletivos. Na obra, dois espaços são usados para comparação: o bairro do Catumbi, com seu tradicional centro comercial, e a Selva de Pedra, no atual bairro carioca do Leblon. Considerado obsoleto, o Catumbi foi construído no século XIX e recebeu imigrantes portugueses, italianos e ciganos. Já a planejada localidade de Selva de Pedra, na Zona Sul do Rio, surgiu no começo da década de 1970 e ocupou o lugar de uma antiga favela da região. Os autores buscam explicar o caráter próprio e diferencial do uso desses espaços, quando voltados para o lazer. Por fim, são avaliadas as sugestões das políticas de inspiração racionalista, dentro dos planejamentos urbanos. A nova edição pela Eduff conta, ainda, com uma apresentação dos pesquisadores do Laboratório de Etnografia Metropolitana (LeMetro/IFCS-UFRJ) Felipe Berocan Veiga e Soraya Silveira Simões. Saiba como comprar.      
Lançamento do livro Barbante, ripas e lutas: ocupações organizadas de terras urbanas no Rio de Janeiro, 1983-1993Durante as décadas de 1980 e 1990, a Região Metropolitana do Rio de Janeiro assistiu ao surgimento de movimentos organizados de ocupação de áreas urbanas que resultariam na formação de bairros populares, hoje integrados à cidade formal. Passadas mais de três décadas desde seu surgimento, essas ocupações ganham, pela primeira vez, um estudo dedicado a suas singularidades, no livro "Barbante, ripas e lutas: ocupações organizadas de terras urbanas no Rio de Janeiro, 1983-1993" (Eduff, 2016, 96p.), dos arquitetos Gerônimo Leitão e Elane Frossard. O livro será lançado na próxima terça-feira, 15 de março, às 18h, na Livraria Icaraí, na Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói. No livro, os autores traçam um breve histórico das políticas de habitação no Brasil desde a década de 1960, para então contextualizar o avanço das ocupações urbanas que tiveram início nos anos de 1980, momento pelo qual o país passava por um processo de redemocratização e vivia intensa crise econômica que se traduzia em taxas elevadas de inflação, índices significativos de desemprego e ausência de políticas habitacionais que suprissem as demandas da população mais pobre. Apoiadas pela Igreja Católica e por partidos progressistas, centenas de famílias fugindo do aluguel ou de habitações precárias das favelas buscavam um modelo estruturado de moradia. A Vila Getúlio Cabral, em Duque de Caxias, e o Parque Esperança, no município do Rio de Janeiro foram selecionados como objetos do estudo da produção informal da moradia no Rio de Janeiro. A escolha dos bairros se deveu a estratégias de organização prévia utilizadas nos dois casos, além do planejamento do uso e ocupação do terreno escolhido, às negociações com o Estado e à implantação da infraestrutura urbana necessária. De acordo com Gerônimo Leitão, o que chama a atenção nesses movimentos são a organização e o planejamento das ações antes e após as ocupações das áreas. Da escolha do local onde iriam se estabelecer até a infraestrutura de saneamento e o acesso a transporte urbano, cada passo era pensado para a criação de um bairro de fato. "Ao contrário do que ocorria no surgimento das favelas, esses movimentos procuravam criar bairros populares com planejamento prévio no que se refere à configuração do espaço dos lotes, das áreas reservadas à produção de equipamentos urbanos e uma preocupação de integração ao entorno para que não houvesse o estigma de surgimento de uma nova favela, era a luta pela construção de um bairro popular", explica Leitão, que destaca ainda o que ele aponta como um "construir com as próprias mãos" uma política de habitação, quando o Estado brasileiro era incapaz de apresentar alternativas de acesso à moradia.  
Processo Seletivo para graduação em Arquitetura e UrbanismoJá está disponível o Edital Suplementar nº 1 - Teste de Habilidade Específica do curso de Arquitetura e Urbanismo, que contém informações sobre o ingresso no referido curso para o ano letivo de 2016. Este Processo de Seleção está aberto aos candidatos que tenham concluído curso de Ensino Médio ou curso equivalente e que tenham realizado as provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2014 ou do ENEM 2015 e que não tenham obtido nota TRI mínima em qualquer uma das quatro áreas de conhecimento na edição do ENEM escolhida para participar deste processo seletivo. As inscrições estarão abertas das 12 horas do dia 23 de fevereiro até as 12 horas do dia 8 de março de 2016.  O valor da taxa de inscrição é de R$ 80,00 e o Teste será realizado no dia 19 de março. Para mais informações acesse http://www.coseac.uff.br/2016/arquitetura