UFF divulga seu primeiro relatório de monitoramento do Plano de Logística SustentávelA UFF, através da Comissão Permanentende de Sustentabilidade, divulga o primeiro Relatório de Monitoramento do Plano de Logística Sustentável da universidade. Este é primeiro documento produzido pela CPS, como cumprimento legal, após a implantação do Plano, em final de 2017. Este documento tem como objetivo mostrar os resultados e desafios ao longo do primeiro ciclo avaliativo, ou seja, 2018. Para acessar o relatório na íntegra, clique no link abaixo.
Metas do PLSPlanilha com as metas indicadas no Plano.
DiagnósticoO diagnóstico é um levantamento da condição socioambiental da instituição. Esta fase é de vital importância para elaboração do plano. Em 2017, foi realizado o levantamento do consumo de água, energia, combustível da frota, obras realizadas e as necessidades de capacitação. Abaixo, listamos os diagnósticos recebidos pelas Pró-Reitorias, Superintendências e Setores da Universidade Federal Fluminense, que embasaram o Plano de Logística Sustentável da Instituição.
Documentos de apoio ao PLSListamos abaixo os documentos que serviram de base para construção do Plano de Logística Sustentável.
Audiência Pública em NiteróiO Plano de Logística Sustentável (PLS) da Universidade está sendo preparado para o lançamento. A Comissão Gestora organizou uma audiência pública para debater sobre o processo de criação e divulgar o plano. Para assistir a cobertura da audiência, acesse aqui.
Plano de Logística SustentávelA metodologia para a elaboração do Plano de Logística Sustentável da UFF baseia-se na orientação constante na Instrução Normativa nº 10/2012, a qual “estabelece as regras para elaboração dos Planos de Logística Sustentável de que trata o Art. 16, do Decreto Nº 7.746, de 5 de junho de 2012”. O mapeamento dos programas, projetos e ações existentes na Instituição relativos à sustentabilidade foi realizado através de audiências públicas, uma na sede e dez nas unidades do interior. Em cada uma delas, foi apresentado o escopo do PLS e a comunidade presente pode dizer sobre as iniciativas desenvolvidas em suas unidades. Como parte do mapeamento, uma pesquisa online foi realizada com objetivo de mensurar a percepção de toda comunidade UFF sobre os temas relativos à sustentabilidade, além de servir de instrumento para direcionarmos as campanhas de sensibilização para implantação do PLS-UFF. Após a categorização das necessidades identificadas nos diagnósticos recebidos das unidades administrativas, realizou-se o planejamento dos objetivos, metas e ações a serem executadas no período de vigência do PLS, que será de um ano, contado a partir da data de aprovação pelo Conselho Universitário. Importante ressaltar que o conteúdo deste plano, além de conter objetivos que elevam o nível de comprometimento da UFF com o desenvolvimento sustentável, é a consolidação das diferentes ações realizadas e desenvolvidas na universidade e que poderão ser replicadas em várias unidades e setores. A implementação e o acompanhamento do PLS-UFF incluem o ciclo avaliativo proposto pela IN 10/2012, o qual prevê a avaliação dos objetivos, metas e iniciativas. Ao final desse período será elaborado um relatório de avaliação que servirá de base para o estabelecimento de novas metas, iniciativas e indicadores de acompanhamento.
Comissão Permanente de Sustentabilidade
Campanha Meio Ambiente 2018 - UFF SustentávelÉ com muita alegria que a Comissão Permanente de Sustentabilidade vem trazer a comunidade acadêmica os resultados obtidos através da Campanha de Meio Ambiente 2018 - UFF Sustentável. Dos dias 05 a 30 de junho, disponibilizamos junto à Superintendência de Comunicação Social, um formulário para que a comunidade da UFF respondesse, mostrando algum projeto, pesquisa, atividade ou até mesmo um hábito sustentável que esteja desenvolvendo. Depois de recebidas, as respostas foram divulgadas através da página ‘UFF Oficial’. Nosso intuito foi despertar nas pessoas, que por mais que o caminho para uma UFF mais sustentável possa estar longe, os detalhes e as pequenas atitudes fazem sim toda a diferença! Tivemos ao todo 37 respostas, vindas de empresas juniores, trabalhos de conclusão de curso, projetos de pesquisa, hospitais universitários, pequenos empreendedores e servidores administrativos. As respostas vieram de diversos institutos e campi da UFF, tais como Angra dos Reis, Gragoatá, Macaé, Nova Friburgo, Praia Vermelha e Volta Redonda. Agradecemos a todos que dedicaram seu tempo e sua atenção para responder o formulário!  Esperamos que todos tenham êxito em seus projetos e que estes inspirem as pessoas a mudarem seus hábitos e contribuírem para um ambiente melhor para todos.
Pedalada pela sustentabilidade na UFF marca Acolhimento Estudantil 2018Com o objetivo não só de superar os obstáculos econômicos enfrentados nos últimos anos pelas universidades públicas federais, como também de cuidar do nosso planeta, a UFF lançou no final de 2017 o Plano de Gestão Logística Sustentável (PLS). O sucesso da iniciativa depende do compromisso de toda a comunidade acadêmica em ações que visem à economia de recursos, em especial os naturais. Sendo assim, no intuito de mobilizar servidores, alunos e professores, a universidade realizará a primeira campanha com foco no consumo responsável e inteligente, “UFF Sustentável: seja um agente consciente”, estruturada em três fases distintas, que dizem respeito à redução do uso de energia, água e materiais administrativos, como papel, tinta, copos descartáveis e outros. Nesse sentido, ao longo do ano, diferentes ações serão realizadas junto à comunidade universitária. A UFF é hoje uma liderança nas ações de desenvolvimento sustentável, pautada nos pilares social, econômico e ambiental. Isso decorre do envolvimento de toda nossa comunidade em prol de uma universidade arrojada e responsável", Antonio Claudio da Nóbrega. O plano será apresentado à população durante o Programa de Acolhimento Estudantil 2018 (PAE), que será realizado no dia 16 de março, sexta-feira, a partir das 9h, na quadra do Instituto de Educação Física, Campus do Gragoatá. Na ocasião, como forma de motivar e fortalecer o engajamento ao PLS, será realizada uma pedalada musical passando por alguns campi da UFF e com a participação de técnicos, docentes, alunos e da comunidade externa. A atividade será promovida em parceria com o Coletivo Pedal Sonoro, grupo que reúne mais de 100 ciclistas ativistas de todas as idades e que defendem a criação de ciclovias e rotas compartilhadas em Niterói, bem como incentivam a utilização da bicicleta como meio de transporte sustentável. Todos os interessados estão convidados a participarem, basta trazer a bicicleta. A concentração será a partir das 16h, no jardim da Reitoria, e das 17h, saindo da frente da tenda do Acolhimento Estudantil no campus Gragoatá. PLS O plano busca atingir seis metas importantes para o equilíbrio das contas e a mudança de hábitos que colaboram para o desperdício na UFF: incentivar ações de eficiência energética nas edificações da universidade, estimular o consumo racional dos recursos naturais e bens públicos, garantir a gestão integrada dos resíduos consumidos, inclusive o descarte correto no meio ambiente, melhorar a qualidade de vida no ambiente de trabalho e nos demais Campi espalhados no Estado, promover ações de sensibilização e capacitação, bem como viabilizar a implementação de práticas de sustentabilidade e racionalização de gastos e processos na administração universitária. De acordo com Deise Faria Nunes, chefe da Seção Administrativa do Gabinete do Reitor e Presidente da Comissão Permanente de Sustentabilidade, o PLS é um trabalho inovador na área de gestão. “Pretendemos envolver todos os setores da universidade. Nessa primeira etapa vários deles já caminham ao encontro do uso sustentável dos recursos, entre eles a Superintendência de Comunicação Social (SCS), a Superintendência de Documentação (SDC), além do curso de Ciência Ambiental e a Faculdade de Engenharia”, explicou. Segundo a presidente, além dos próprios integrantes, muitos servidores estão colaborando com o trabalho da comissão. "A campanha UFF Sustentável é mais uma forma dos servidores terem consciência das suas responsabilidades junto ao meio ambiente e a sociedade. E a nossa expectativa é que nos próximos meses toda a comunidade esteja envolvida”, esclareceu Deise, ressaltando que a economia de recursos com a implantação do PLS está baseada em metas pré-estabelecidas. “Para cada eixo há um objetivo de consumo sustentável com percentuais diferentes a serem atingidos”, acrescentou. "A UFF é hoje uma liderança nas ações de desenvolvimento sustentável, pautada nos pilares social, econômico e ambiental. Isso decorre do envolvimento de toda nossa comunidade em prol de uma universidade arrojada e responsável", enfatizou o vice-reitor, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega. O Plano de Logística Sustentável foi constituído de forma participativa através de audiências públicas - sendo uma em Niterói e 10 nas unidades fora da sede - para que seja elaborado um documento executável por toda comunidade universitária, sendo estendido a todos os campi da UFF. “É certo que algumas metas podem não ser alcançadas, por esse motivo o monitoramento das ações será constante pela Comissão Permanente de Sustentabilidade (CPS) e ao final de um ano será elaborado um relatório contendo os resultados alcançados”, acrescentou Deise. Todos os resultados dos trabalhos são divulgados no site e no Facebook. PAE 2018 O Programa de Acolhimento Estudantil, tradição na UFF em sua 11ª edição, é o primeiro contato do estudante com o universo acadêmico, onde ele encontra informações essenciais para quem está entrando em um novo ambiente. A iniciativa traz em sua programação a tradicional gincana de integração, que, desta vez, terá uma nova prova: o touro mecânico. E na feira de informações, além de uma tenda com atividades esportivas e culturais, terá o Projeto de Esporte e Lazer da Cidade, o núcleo de informações jurídicas da Faculdade de Direito, bem como a oficina de capoeira e outras intervenções artísticas. O PAE é realizado duas vezes no ano, no inicio de cada semestre. De acordo com a coordenadora do programa, Renata Feitoza, o espaço da universidade é muito diferente do escolar, muitos estudantes chegam "perdidos", sem saber como funcionam as coisas. “No momento do Acolhimento, nós levamos a eles informações sobre a graduação, bolsas e outras oportunidades que a UFF oferece”, esclareceu. “Reunimos também no local estudantes veteranos, professores e funcionários com o foco na  integração dos jovens, não só com os seus colegas, mas também entre os vários cursos da universidade. Eles participam durante todo o dia de diversas atividades lúdicas e, ao final, premiamos os três melhores cursos e a melhor torcida. É uma grande festa!”, comemorou Renata. O Projeto Conheça a UFF, iniciativa da Superintendência de Comunicação Social (SCS), apresentará a instituição aos alunos das escolas do ensino médio. Após o evento, os participantes visitarão a feira e farão parte das torcidas dos cursos durante a gincana. Estima-se a presença de aproximadamente 400 jovens, oriundos de escolas públicas e privadas. A organização do PAE, em parceria com o Hemorio, fará diversas intervenções de conscientização sobre a importância da doação de sangue e receberão os alimentos arrecadados em uma das provas da gincana. Os cursos interessados ou representações estudantis que queiram participar do PAE 2018 terão até esta sexta-feira, dia 2 de março, para inscrição na gincana e apresentação de projetos. As atividades programadas irão até as 17h.
Consulta Pública sobre o PLS UFF - Agenda Acadêmica 2017Consulta Pública sobre o PLS UFF - Agenda Acadêmica 2017 No dia 26 de outubro de 2017, às 15 horas, na sala 302 do Bloco A do Campus do Gragoatá, realizaremos uma Consulta Pública sobre a minuta do PLS - UFF, que será apresentada ao Conselho Universitário em novembro de 2017. Lembramos que após a aprovação do documento pelo CUV, este passará a nortear as políticas de sustentabilidade na gestão da Universidade, e por isso é de grande importância que todos participem do processo de construção do mesmo. Vale frisar que esta data não foi escolhida ao acaso, pois este evento estará dentro das atividades da AGENDA ACADÊMICA 2017, visando justamente a aproximação da comunidade acadêmica na construção do PLS da Universidade. Inclusive, os interessados que se inscreverem no site -  http://www.agendaacademica.uff.br/atividades/  -  terão direito ao Certificado de Participação com carga horária. Frisamos que todos podem comparecer ao evento, mas só receberão o Certificado de Participação aqueles que se inscreverem previamente. Disponibilizaremos na página www.uff.br/sustentabilidade , a partir do dia 23/10/2017, a versão on-line do documento (em PDF). Sugestões poderão ser levadas presencialmente para a Consulta Pública, ou deixadas nos comentários da página http://www.uff.br/?q=consulta-publica-pls-uff , que ficarão abertos ao público do dia 23/10/2017 ao dia 31/10/2017. Contamos com a participação de todos!
Nova FriburgoO Campus da UFF em Nova Friburgo, que abriga o Instituto de Saúde, recebeu a 11ª Audiência Pública para o desenvolvimento do Planos de Logística Sustentável da UFF no dia 21 de junho de 2017. Além da exposição e debate sobre temas ligados diretamente ao PLS, o encontro também foi marcado pela troca de experiências e pela apresentação dos projetos, ligados à sustentabilidade, desenvolvidos pelo Instituto, entre eles:  Acessibilidade facilitada para cadeirantes; Piso táctil; Coleta seletiva no Campus; Projeto "Campus Verde"; Programa Sustenta Vida; Campanha de educação ambiental nas escolas da cidade; Estação de tratamento de amálgamas (para extração e correta destinação do mercúrio); Ações visando o bem-estar animal (campanhas de adoção, visitas de veterinários, etc) em Nova Friburgo; Campanhas de conscientização sobre saúde bucal nas escolas de Nova Friburgo e projeto de visitação escolar ao Campus (Curso de Odontologia); Parceria com retransmissora de TV local para campanhas de conscientização. Agradecemos aos participantes desta audiência, como também à direção do Instituto de Saúde de Nova Friburgo pela prestatividade e apoio na realização da mesma.   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
Volta Redonda - EEIMVRA Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica de Volta Redonda – EEIMVR-UFF – recebeu a 9ª Audiência Pública para o desenvolvimento do PLS-UFF, no dia primeiro de junho de 2017. O encontro contou com a presença de representantes da direção da EEIMVR e de todos os setores da comunidade acadêmica, e os participantes puderam ouvir, debater e compartilhar assuntos e experiências ligados à sustentabilidade, além de ideias e projetos que poderiam ser implantados na Universidade.  A equipe executora do PLS-UFF agradece a recepção e prestatividade da direção da Escola de Engenharia de Volta Redonda e de todos os participantes da audiência!   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
Volta Redonda - AterradoNo dia 02 de junho de 2017, no auditório do Campus Aterrado em Volta Redonda, realizou-se a 9ª Audiência Pública para o desenvolvimento do PLS-UFF. Neste encontro, representantes docentes, discentes e técnicos-administrativos dos dois Institutos instalados no Campus - ICHS e ICEX - fizeram-se presentes, além de participantes da Prefeitura de Volta Redonda interessados nos assuntos a serem expostos nesta audiência. Listamos abaixo as ações de sustentabilidade já praticadas nesta unidade: Elevadores adaptados para cadeirantes; Pisos nivelados em todos os prédios; Coletores seletivos de resíduos; Coletores para pilhas e baterias; Coletor para descarte de equipamentos de informática; Aproveitamento de luz solar, com venezianas externas, em todos os prédios; Captação de água da chuva e sua utilização para serviços de jardinagem e limpeza; Unidade de tratamento de esgoto para não contaminação do lençol freático e dos corpos d'água vizinhos (rio Paraíba do Sul); Áreas de convivência com facilidade de acesso; Banheiros adaptados para portadores de deficiência física; Campanha para economia de luz e água; Vagas exclusivas para deficientes no estacionamento, com pintura e placas indicativas; Rampas de acesso nas calçadas internas do Campus; Passarelas de conexão entre os 3 blocos da Unidade, evitando a utilização excessiva de elevadores. Agradecemos imensamente a participação de todos, como também a atenção dada pelos representantes do Campus Aterrado à equipe executora do PLS-UFF.   Fotos: Luciana Ribeiros  
Santo Antônio de PáduaEm 23 de maio de 2017, realizou-se a audiência no Instituto do Noroeste Fluminense de Educação Superior, localizado na cidade de Santo Antônio de Pádua, onde o PLS UFF foi apresentado e foram discutidas as ações e práticas que a audiência julgava interessante para a construção do documento. Listamos abaixo as ações de sustentabilidade percebidas e já praticadas nas dependências do campus: Piso tátil; Mapa do prédio em braile; Lixeiras seletivas espalhadas por todo o campus; Placa de captação de luz solar para iluminação externa; Bicicletário coberto; Espaço planejado para acessibilidade; Torneiras no banheiro com temporizador Agradecemos à todos do INFES pela recepção e pela atenção dispensada à equipe do UFF Sutentável na realização deste encontro!   Fotos: Luciana Ribeiro
PetrópolisDando continuidade às Audiências Públicas que visam a construção do Plano de Logística Sustentável da UFF, a equipe executora, ligada ao Gabinete do Reitor, esteve presente no Campus Petrópolis, no dia 18 de maio de 2017. Contando com larga participação dos docentes, discentes e técnicos-administrativos da unidade, o encontro foi marcado pela excelente recepção e engajamento da Direção e do público presente, que além de se mostrar extremamente interessado nos assuntos referentes ao PLS e ao SEI!, também demonstraram imenso entusiasmo em apresentar os projetos e ações já praticados pela Unidade mais jovem da Instituição. Relacionamos a seguir as ações de sustentabilidade já praticadas pela Escola de Engenharia de Petrópolis: Rampas de acesso aos andares com salas de aula; Elevador adaptado para acesso ao último andar; Banheiros adaptados para pessoas cadeirantes; Sustentabilidade como tema transversal à grade do curso; Murais conscientizadores, tendo como tema a sustentabilidade, criados em oficinas com os alunos; Projeto de conscientização, criado pelos discentes e incentivado pela Direção, voltado para a conservação da Unidade; Coleta seletiva; Emprego da A3P para nortear a gestão de resíduos na Unidade; Participação no Programa de Resíduos das Cidades Serranas; Parceria com o governo local para a aplicação das práticas de sustentabilidade; Incentivo ao corpo discente para a realização de ações sociais. A equipe executora agradece imensamente a colaboração, dedicação e atenção dada por todos os presentes nesta audiência, e em especial à Direção da Unidade, ao Diretório Acadêmico do Curso de Engenharia de Produção e aos técnicos-administrativos presentes, que tornaram este encontro especial para a construção do PLS-UFF.   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
Campos dos GoytacazesO Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional da UFF, situado na cidade de Campos dos Goytacazes, RJ, recebeu, no dia 08 de maio de 2017, a 4ª Audiência Pública para o desenvolvimento do PLS – UFF. Listamos abaixo as ações percebidas pela equipe executora do PLS que já são executadas pela unidade: Piso tátil para auxiliar a locomoção de deficientes visuais em todo o campus; Placas de identificação de recintos em braile; Elevador (fora de uso) em um dos prédios; Coleta seletiva; Bicicletário   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
Rio das Ostras - IHS e ICTO Instituto de Humanidades e Saúde da UFF, localizado no Campus de Rio das Ostras, recebeu a equipe executora do PLS-UFF para a realização da 3ª Audiência Pública para o desenvolvimento do PLS-UFF, no dia 04 de maio de 2017; e no dia 07 de junho de 2017, foi a vez do Instituto de Ciência e Técnologia receber a 10ª Audiência Pública do PLS/SEI!. Estiveram presentes nestes encontros docentes, discentes e técnicos-administrativos da unidade; e discutimos diversos assuntos ligados à sustentabilidade na gestão da universidade. Aproveitamos este espaço para listar as ações de sustentabilidade já empregadas na unidade, como por exemplo: Presença de bicicletário no campus; Rampa de acesso ao segundo andar (IHS); Aproveitamento da luz solar nas áreas internas (cobertura semi-transparente - IHS); A equipe executora do PLS-UFF agradece aos Diretores dos Institutos e aos funcionários envolvidos na realização destes dois eventos, além dos participantes dos mesmos, e reafirma a disposição para juntos tornarmos a UFF cada vez mais sustentável.   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
MacaéNo dia 03 de maio de 2017 realizou-se a 2ª Audiência Pública para o desenvolvimento do PLS-UFF, no Campus de Macaé, RJ. Aproveitamos este espaço para listar as ações de sustentabilidade já empregadas na unidade, como por exemplo: Rampas de acesso a todos os andares; Aproveitamento da luz solar nas áreas externas; Venezianas reguláveis externas, para aproveitamento da luz solar e controle de temperatura; Vagas demarcadas para deficientes e idosos no estacionamento da unidade; Campanha interna para diminuição do uso de descartáveis; Programa de reciclagem; Caso alguma ação não esteja listada aqui, pedimos para que entrem em contato conosco no e-mail contato.cps.comissao@id.uff.br. Agradecemos a todos os presentes na audiência e à Direção do Instituto de Ciências da Sociedade de Macaé pela recepção e atenção concedidas à equipe.   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
Angra dos ReisNo dia 11 de maio de 2017 realizou-se a 5ª Audiência Pública para o desenvolvimento do PLS-UFF, no Instituto de Educação de Angra dos Reis. Este encontro contou com a presença da Direção da Unidade, docentes, técnicos-administrativos e discentes, que debateram sobre a sustentabilidade na Universidade e como a gestão pode melhorá-la. Os representantes do Gabinete do Reitor presentes também puderam conhecer uma área cedida pela prefeitura de Angra dos Reis à UFF e que já conta com projetos ligados ao meio-ambiente e à sustentabilidade. Abaixo, listamos as ações já praticadas na unidade: Rampa de acesso ao prédio principal; Existência de elevador (desativado); Projeto Ecomuna; Placas de identificação de recintos em braile; A equipe executora do PLS-UFF agradece o acolhimento e atenção de todos do campus Angra dos Reis!   Confira a ata da reunião logo abaixo, em anexo. Fotos: Luciana Ribeiro
UFF Volta Redonda avança em estudos sobre sustentabilidadeCriado em abril de 2016, o Centro de Estudos para Sistemas Sustentáveis (Cess), da Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica do campus de Volta Redonda, tem como objetivo desenvolver projetos que fomentem a sustentabilidade dos serviços urbanos, industriais e logísticos, em âmbito nacional e internacional. Coordenado pelo professor do departamento de Engenharia de Produção Newton Narciso, o projeto possui quatro linhas de pesquisa principais, que são: Logística Humanitária, Portos Sustentáveis, Energia Renovável e um sistema de Gestão e Controle de água de lastro de navios, além de projetos na área de Logística e Transporte. Os temas abordados representam campos de estudo novos ou pouco difundidos para a sociedade brasileira. A reciclagem de navios, por exemplo, que é parte de um dos estudos do Cess, tem pouco destaque no Brasil, enquanto países como Índia, Paquistão e Bangladesh já adotaram a prática desde a década de 70, apesar de não ser de maneira sustentável. Já na Comunidade Europeia existem, inclusive, leis para o desmonte de navios que atendem a normas de sustentabilidade - iniciativa que o grupo de pesquisadores da UFF busca impulsionar na indústria nacional. Para o Cess, é fundamental ampliar os estudos a respeito dessa temática, visando promover o retorno econômico e garantir também que os recursos disponíveis hoje sejam acessíveis para as gerações futuras, afinal, o Brasil atualmente, rico em energia solar, eólica, das ondas e marés, é um dos países que menos utiliza esse seu potencial. “Baseado na pesquisa que estamos realizando sobre sustentabilidade portuária, a estimativa é que os portos brasileiros percam 500 megawatts por ano por não utilizar energia solar”, afirma o professor Newton. Segundo o coordenador do projeto, existem alguns entraves culturais e de conhecimento que dificultam a utilização de toda capacidade energética nacional. “Quando se trata de sustentabilidade e energias alternativas é comum o choque no primeiro momento, de olhar e falar ‘nossa, nós estamos desperdiçando tudo isso?’, mas depois já vem a pergunta ‘quanto custa?’, e o questionamento não deveria ser esse, mas sim ‘como podemos aplicar isso?’. O valor é bem relativo, afinal, hoje pode ser caro, mas se você fizer uma estimativa para daqui a 30 anos, haverá um retorno significativo sobre o investimento naquela tecnologia”, ressalta. Além do incentivo ao desenvolvimento sustentável, o Cess possui outra importante diretriz. Uma de suas linhas de pesquisa, a Logística Humanitária, tem como foco assistir populações vitimadas por desastres naturais. “Estamos estudando as consequências das últimas tragédias acontecidas nas cidades de Teresópolis, Petrópolis e Angra dos Reis - por conta das chuvas - na busca de criar soluções inovadoras que ajudem a identificar e mensurar os impactos socioeconômicos nesses locais”, relata Narciso. Devido à relevância das pesquisas, o centro de estudos firmou importantes parcerias internacionais. Desde agosto de 2016, os pesquisadores participam do Network for Business Sustainability, instituição canadense composta por especialistas acadêmicos mundiais e líderes empresariais que desenvolvem trabalhos na área de sustentabilidade. O grupo brasileiro se destaca frente às outras instituições participantes por atuar com questões sociais e logísticas. Como proposta acadêmica, o Cess busca criar na UFF um espaço de fomento ao pensamento sustentável, permitindo que os alunos conheçam e tenham contato mais estreito com a comunidade externa. Segundo o professor Newton, os questionamentos acerca do mundo que se deseja são valores transmitidos no laboratório. “Eu acredito que nós, da engenharia, precisamos tocar o lado humano, porque, nessa área, fazer conta todos nós sabemos. Mas que engenheiros nós formaremos? Afinal, são as pessoas que vão resolver os problemas da sociedade. Elas devem olhar para o próximo e não apenas se preocupar em ganhar dinheiro”. Para os alunos que fazem parte do projeto, são muitas as oportunidades de conhecimento e prática. “O Cess gera valor agregado em diferentes áreas relacionadas aos interesses profissionais e acadêmicos, com destaque para a sustentabilidade, que é considerada um dos pilares da pesquisa social e científica do próximo século”, enfatiza o mestrando da UFF, formado em Engenharia de Produção, Euler Sanchez. Já para o graduando em Engenharia Elétrica, Caio Mariano, conciliar tecnologia e sustentabilidade é um diferencial. “As pesquisas dão enfoque na modernização ou no melhor aproveitamento sem que isso agrida ou prejudique o meio em que vivemos”, acrescenta o estudante. Universidade Sustentável A principal iniciativa de fomento ao desenvolvimento de projetos na área da sustentabilidade na Universidade Federal Fluminense é o Plano de Logística Sustentável (PLS). O projeto, que se encontra em fase de elaboração, baseia-se em um processo de coordenação do fluxo de materiais, serviços e informações, do fornecimento ao desfazimento, que considera a proteção ambiental, a justiça social e o equilíbrio dos desenvolvimentos sustentável e econômico. Segundo a presidente da comissão de implantação, Deise Faria, o PLS deve promover interações entre cursos e unidades, fomentando assim, avanços em práticas sustentáveis na UFF. “O objetivo do plano é unificar as ações de sustentabilidade na instituição, divulgando o que está sendo realizado nos diferentes campi e permitindo também uma troca de experiências positivas entre todas as unidades da universidade”, explica Deise. A comissão gestora é composta por um membro de cada pró-reitoria e de cada superintendência da UFF e a expectativa é de que o Plano de Logística Sustentável entre em vigor no final de julho de 2017.
UFF define plano de práticas sustentáveisCom o intuito de consolidar diretrizes de sustentabilidade únicas para todos os campi da UFF, a universidade se prepara para o lançamento do seu primeiro Plano de Logística Sustentável (PLS). A criação deste plano, a partir da demanda do governo federal, alinha-se ao documento de Motivação Institucional da Universidade Federal Fluminense que aplicará conceitos de sustentabilidade na gestão administrativa e acadêmica da instituição. Para o vice-reitor da UFF, Antonio Claudio Nóbrega, além de constituir uma determinação legal, a existência de um PLS é uma etapa fundamental no processo de fortalecimento do nosso papel como uma instituição com responsabilidade ambiental e social. “Exercemos nossa missão de forma planejada, trabalhando a favor de contribuir para uma sociedade cada vez mais equilibrada e justa, elevando a qualidade de vida das gerações futuras”, enfatiza. O PLS é uma ferramenta de planejamento decretada pelo governo - Artigo 15 do Decreto nº 7.746, de 5 de junho de 2012 - que apresenta objetivos e responsabilidades definidas, além de metas, prazos de execução e mecanismos de monitoramento e avaliação. O plano permite o estabelecimento de práticas de sustentabilidade, racionalização de gastos e processos na administração pública. Sua produção ficará a cargo de gestores da universidade e passará por aprovação do Conselho Universitário (CUV) e também pela presidente da comissão gestora, a secretária executiva da UFF Deise Faria Nunes. A comissão é composta por um professor titular e um suplente de cada área, indicados pelos pró-reitores e superintendentes da universidade. Totalizando 24 pessoas, o grupo será responsável por monitorar, avaliar e revisar o documento. Durante sua produção, os participantes devem seguir as regras estabelecidas pela Instrução Normativa nº 10, a qual determina conteúdos a serem abordados e tratados pela instituição. Dentre eles, encontram-se a atualização do inventário de bens e materiais da universidade e identificação de similares de menor impacto ambiental para substituição; responsabilidades, metodologia de implementação e avaliação do plano; e ações de divulgação, conscientização e capacitação. Quanto aos temas mínimos obrigatórios, o artigo 8° determina que as práticas de sustentabilidade e racionalização do uso de materiais e serviços deverão abranger sete diferentes questões: material de consumo (papel, copos descartáveis e cartuchos); energia elétrica; água e esgoto; coleta seletiva; qualidade de vida no ambiente de trabalho; compras e contratações sustentáveis e deslocamento de pessoal (meios de transporte, com foco na redução de gastos e de emissões de substâncias poluentes). Para melhor organização do PLS, foi montado um programa de ação por etapas. Iniciado com a formação da comissão gestora em setembro de 2016, o planejamento encontra-se agora na segunda fase, o diagnóstico. Nesta etapa será executado o levantamento de todas as ações sustentáveis e os gastos realizados nos campi da UFF. Disponibilizadas pela Pró-Reitoria de Administração (Proad), as informações de gastos de papel, energia e água, por exemplo, servirão de base para formular esquemas de economia e objetivos do plano. Em fevereiro de 2017, está previsto um evento para divulgar e apresentar o escopo do PLS para toda a comunidade da UFF. Em seguida, o trabalho entrará em fase de elaboração para então ser submetido à aprovação do Conselho Universitário. O resultado final será divulgado oficialmente no site da universidade. Sua implantação terá início em Niterói em 2017 e depois será aplicado nos outros campi. Apesar de ser um plano com diretrizes únicas para todas as unidades da Universidade Federal Fluminense, ele não é fixo. A partir do surgimento de novas demandas no decorrer dos anos, poderá ser alterado para a adequação ao contexto no qual se encontra. “O importante é ressaltar que será um documento seguido por todos os campi da instituição visando sempre à logística da sustentabilidade”, conclui a presidente da comissão gestora, Deise Faria Nunes.