UFF realiza semana dedicada aos seus servidoresDe 29 de outubro a 1 de novembro, ocorre na UFF a 1ª Semana do Servidor. Serão 4 dias dedicados aos técnicos administrativos, aos docentes e aos servidores terceirizados, que juntos formam um pilar fundamental da universidade. Organizado em uma ação integrada entre todas as áreas da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe), o evento comemora o Dia do Servidor Público Federal - que acontece dia 28 de outubro. Nos dias 30 e 31 serão realizadas, respectivamente, a 1ª Mostra de Talentos e a tradicional Premiação do Servidor Emérito, no Centro de Artes da UFF. A instituição conta hoje com 7782 servidores ativos, sendo 3554 docentes e 4228 técnicos administrativos, além de 4759 aposentados, totalizando 12541 servidores. Sua participação é fundamental para construir e manter a qualidade da Universidade Federal Fluminense enquanto instituição de ensino superior pública de referência. “A UFF se constrói todos os dias pela ação das pessoas que dão vida à organização. Com entusiasmo, responsabilidade, criatividade e espírito coletivo, aqueles que já trabalharam ou que trabalham na universidade forjam sua identidade e seus destinos”, ressalta o vice-reitor, Antonio Claudio da Nóbrega. Uma das organizadoras do evento, a servidora Amanda Volotão, explica a importância dos funcionários para o dia a dia da instituição: “A UFF se constrói também a partir dos seus servidores. Ela tem essa história, essa identidade, tanto pelos alunos que aqui passaram, quanto por quem trabalha e destina todos os seus esforços e seu comprometimento em fazer uma universidade de qualidade, de referência. A Semana reafirma a importância desse servidor nessa engrenagem, como um pilar essencial”. Já a secretária executiva Verônica Romeo, também da equipe de organização do evento, complementa, “os funcionários são a mola mestra e ter uma semana voltada para eles é uma maneira de reconhecer e prestigiar nossos colegas”. Amanda explica o que motivou a criação da Semana do Servidor. “A UFF tem no seu plano de desenvolvimento a valorização de seus funcionários e a Semana é uma das ações nesse sentido. Sendo assim, resolvemos ampliar a premiação do Servidor Emérito, produzindo um grande acontecimento”. Verônica Romeo acrescenta: “o intuito é promover uma integração dos servidores, para que saiam de sua rotina e se divirtam com atividades aparentemente simples, estimulando o bem-estar, valorizando os talentos com foco no desenvolvimento humano de forma a enaltecer os valores profissionais e pessoais”. Segundo Amanda, o evento surgiu de uma demanda dos próprios servidores, um momento para se sentirem valorizados, olhados e bem cuidados pela universidade. “Seja oferecendo atividades ou se inscrevendo nas ações que iremos apresentar, percebemos claramente esse interesse por parte deles”. Ela acrescenta que a programação somente se torna possível devido à participação ativa dos técnicos e docentes: “Tudo está sendo realizado a muitas mãos. A Progepe está se organizando para oferecer várias atividades e palestras sobre assuntos de interesse dos participantes”, destaca. O engajamento nessa 1ª Semana do Servidor vem admirando os organizadores. “Essa é uma primeira iniciativa e já percebemos como as pessoas estão interessadas, elas abraçaram a ideia", comenta a funcionária. Já na opinião de Verônica: “A Semana está sendo recebida com muita animação e interesse e nos surpreendeu positivamente a procura por oferta de talentos. Como se trata da primeira edição do evento, não temos como mensurar o público, mas acreditamos que nos surpreenderá”, ressalta. 1ª Mostra de Talentos A 1ª Mostra de Talentos acontece no dia 30, das 10h às 13h, no Centro de Artes da UFF, e terá sorteio de brindes para o público presente. A Mostra conta com 13 inscritos, e serão realizadas apresentações de todas as categorias citadas no edital, dentre elas dança, teatro, música, poesia e outras. Amanda Volotão detalha as apresentações, “teremos servidores apresentando dança contemporânea, cantando (solo e com banda), apresentando esquetes, declamando poesia e até servidores apresentando prajna e movimentos de Tai Chi Chuan”. Servidor Emérito A Premiação do Servidor Emérito acontece no dia 31 de outubro no Centro de Artes, na Reitoria, às 10h. Para a servidora e organizadora da premiação Margareth Souza, é uma importante ferramenta para reconhecer os servidores por seu trabalho diário e sua dedicação. “Esse prêmio é o reconhecimento da atividade desenvolvida, do dever cumprido com afinco, responsabilidade, profissionalismo, ética e dedicação, apesar das intempéries que enfrentamos diariamente nos diversos setores da universidade. Precisamos mudar o conceito desse Prêmio tão importante: Reconhecimento, essa é a palavra-chave. Esse é o foco”. No ano passado, Carlos Barroso foi reconhecido como técnico administrativo de Notória Excelência na premiação. Ele trabalha na Pró-reitoria de Extensão (Proex) há mais de 30 anos e para ele, esse foi um reconhecimento por todos esses anos de empenho. “Esse prêmio vem trazer à luz não só uma trajetória pessoal, mas em especial a dedicação e a identificação com a instituição e com os colegas de trabalho”. E acrescenta: “certamente o reconhecimento do nosso trabalho nos incentiva, além de comprovar que a universidade valoriza os aspectos humanos através da gestão de pessoas”. Esse ano, a lista dos ganhadores do prêmio foi divulgada no dia 24 de outubro, e são eles: Revelação Ramon Lopes do Nascimento Notória Excelência Ana Lúcia Pinto Soares, Denise Aparecida de Miranda Rosas, Maria das Graças Reis Gonçalves, Marlúcia Brandão da Silva Martins, Nilda de Abreu Araújo Servidor Emérito Márcio Paes Selles Servidor Emérito Póstumo Telma Silva Gonçalves Emocionada, Denise Aparecida de Miranda Rosas, que recebe na edição 2018 do prêmio do reconhecimento de notória excelência, expressou sua comoção em ser homenageada. “É gratificante não só receber a premiação, mas também sentir o carinho de todos os colegas. Você se dedica de verdade a um trabalho, à universidade, você acredita na instituição. É um ciclo que se fecha, estou perto do meu tempo de aposentar e vivi tudo que era possível na UFF. O maior reconhecimento é ver que aquilo que você plantou com as pessoas em volta, você pôde colher”. E ela ainda complementa: “para o técnico administrativo essa é uma forma de ver que sua dedicação e os seus valores ainda são reconhecidos. É um incentivo para percebermos que vale a pena a gente ainda confiar e poder testemunhar que cada semente que cultivamos aqui, colhemos”.  A Semana do Servidor contará também com palestras, minicursos e oficinas diversas, em vários campi e horários. As atividades vão desde aula de yoga na Reitoria, oficinas literária no Gragoatá e de percussão corporal no Restaurante Universitário da Reitoria, a palestras de educação financeira também na Reitoria e de capacitação e qualificação no Campus da Praia Vermelha.  Para saber mais sobre a programação acesse o site.
Revalidação / Reconhecimento de Diplomas do Exterior Graduação http://www.uff.br/?q=revalidacao-de-diplomas-de-graduacao-no-grupo-graduacao Pós-graduação http://www.uff.br/?q=reconhecimento-de-diplomas-de-pos-graduacao-obtidos-no-exterior-no-grupo-pos-graduacao
Regulação da Educação SuperiorEntende-se por regulação da educação superior o acompanhamento legal dos cursos e instituições de ensino, efetuado pelo Ministério da Educação através de sua estrutura organizacional, a partir dos resultados de avaliações periodicamente realizadas em conformidade com as diretrizes estabelecidas no Sistema Nacional de Aavaliação da Educação Superior - SINAES. Na graduação a regulação da educação superior compreende a emissão dos atos administrativos autorizatórios de funcionamento de Instituições de Ensino Superior e seus respectivos cursos. Os atos autorizativos da regulação são: Credenciamento de Instituição de Ensino Superior; Recredenciamento de Instituição de Ensino Superior; Autorização de funcionamento de cursos superiores; Reconhecimento de cursos superiores Renovação de reconhecimento de cursos superiores;   Links externos relacionados: Página da SERES - Secretaria de Regualação da Educação Supeior Acesso ao sistema e-MEC Instrumentos de Avaliação de Cursos
Importância do ENADE Para a Instituição, seus cursos e para os estudantes Muito se questiona sobre a utilização do ENADE como medida ou ferramenta válida para avaliar cursos de graduação ou ainda o método de sua aplicação. Todavia o ENADE tem enorme importância na avaliação das IES pelo SINAES, principalmente pelo peso relativo que tem no cômputo dos conceitos avaliativos dos cursos e da própria IES. Ele é um componente da avaliação que sozinho corresponde a cerca de 55% do CPC – Conceito Preliminar de Curso – uma das modalidades de avaliação do SINAES. Nas Instituições Federais de Educação Superior como a UFF, os bons resultados obtidos no ENADE, refletem na média dos conceitos dos cursos, essa média tem grande representatividade no Conceito Institucional no SINAES (o, no caso da UFF, responde por cerca de 40% do IGC – Índice Geral de Cursos). E o ICG representa hoje um acréscimo de até 20% no orçamento institucional. Bons resultados no ENADE, tendem, portanto, a aumentar significativamente os recursos repassados pelo MEC para serem empregados em mais e melhores programas acadêmicos, mais e melhores moradias estudantis, mais e melhores restaurantes universitários e instalações físicas em geral. Quanto maior os conceitos ENADE obtidos por cada curso, mais recursos a universidade federal obterá para garantir, oferecer e sustentar a qualidade dos serviços prestados à comunidade. A importância do ENADE ganha significado também na visibilidade do curso pela sociedade, tendo em vista a forma como a mídia tem dado destaque aos seus resultados desde sua implantação e, principalmente, que a sociedade já assimilou os resultados do ENADE como principal parâmetro de avaliação das instituições e cursos de graduação superior no país. Diferentemente do que nos acostumamos a pensar a educação superior brasileira não é gratuita. Ela custa caro e é integralmente financiada pela sociedade através dos impostos pagos. Bons resultados no ENADE passam uma mensagem positiva e reconfortante a sociedade brasileira que financia a educação superior pública através de uma carga tributária significativa. Outro aspecto importante relacionado ao ENADE, é que este exame é a base de cálculo do Conceito Preliminar de Curso (CPC), utilizado como parâmetro para diversos fins, dentre eles a Renovação de Reconhecimento de cursos de graduação. Todos esses dados são públicos, abertos a sociedade que por meio deles avalia a qualidade dos cursos oferecidos por uma Instituição de Ensino Superior pública ou privada. E no caso das instituições públicas de ensino superior podem verificar de modo relativo a eficiência da aplicação dos recursos provenientes dos impostos que a financiam. Mas o ENADE não é apenas uma medida de avaliação externa. É um importante, porém não exclusivo, mecanismo de "feedback" das condições de formação dos estudantes egressos dos cursos avaliados. Com ele as IES podem avaliar relativamente às demais IES os seus Projetos Pedagógicos de Curso, a pertinência das suas matrizes curriculares e, inclusive, através da análise das respostas ao Questionário do Estudante, a percepção destes quanto a diversos aspectos da vida acadêmica. Particularmente, para o estudante, o ENADE tem importância quanto a pronta emissão e ao "valor" de seu diploma no mercado de trabalho. Outro aspecto não menos importante para o estudante e relacionado com tudo que dissemos é a responsabilidade social que a avaliação pelo ENADE se reveste. Participar do ENADE; fazer aprova diligente e responsavelmente; responder adequadamente aos questionamentos; especificamente a avaliação contida no Questionário do Estudante são formas de garantir, manter e sustentar uma Universidade Pública integralmente financiada com recursos públicos e até melhorar o perfil de nosso orçamento e, por conseguinte, dos serviços prestados a comunidade. Apresentar a qualidade do trabalho aqui realizado à sociedade, garantir que nossos irmãos, filhos e netos poderão desfrutar de uma universidade gratuita, que não obstante todas as dificuldades e fragilidades, consegue formar egressos de alto nível. No entanto, para que tudo funcione a contento é necessário que todos cumpram rigorosa e criteriosamente suas responsabilidades no ENADE.
RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDOS NO EXTERIORA Universidade Federal Fluminense realiza reconhecimento de diplomas de mestrado e doutorado realizados no exterior, de acordo com a Portaria Normativa MEC nº 22, de 13 de dezembro de 2016, e com a Resolução CEPEx UFF nº 583/2017, ambas em anexo. A tramitação das solicitações de reconhecimento envolve as seguintes etapas: 01) Abertura da solicitação com envio de documentação completa (em anexo). 01.1) Para os Programas de Pós-Graduação (PPG) em EDUCAÇÃO e em COMPUTAÇÃO: através da Plataforma Carolina Bori do MEC (http://carolinabori.mec.gov.br), com envio digital dos documentos. 01.2) Para os demais PPGs: a entrega física dos documentos será realizada mediante agendamento pelo email pgstrictouff@gmail.com 01.3) Para envio do processo de reconhecimento de diploma, o interessado deverá verificar a relação de PPGs Stricto Sensu da UFF, que encontra-se em: https://app.uff.br/sispos/candidatura/cursos?tipo_curso=2 02) Validação da documentação pela Coordenação de Pós-Graduação Stricto Sensu da PROPPI. 02.1) Em caso de indeferimento nesta etapa, a documentação será devolvida ao interessado. 02.2) Em caso de deferimento nesta etapa, o interessado deverá proceder o pagamento da taxa para abertura do processo via Guia de Recolhimento da União. Conforme Determinação de Serviço PROPPI UFF nº 01, de 23/01/2020 (em anexo). Os valores estipulados são: Para diploma de Mestrado: R$1.200,00 (hum mil e duzentos reais) Para diploma de Doutorado: R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais) Não há devolução da taxa de abertura de processo. Não são aceitos comprovantes de agendamento de pagamento. 03) Envio dos documentos pela PROPPI ao Protocolo (abertura do processo). 04) Retorno do processo à PROPPI. 05) Envio do processo ao Programa de Pós-graduação, definido pela PROPPI, que fará a análise. 05.1) Na Plataforma Carolina Bori, a abertura do processo também ocorre após a confirmação do pagamento, porém as etapas 3 e 4 são suprimidas. 06) Retorno do processo à PROPPI. 06.1) Caso indeferido o reconhecimento, o interessado será informado pela Coordenação de Pós-graduação Stricto Sensu da PROPPI e poderá retirar o exemplar da tese ou dissertação na Coordenação. 06.2) Caso deferido o reconhecimento, o processo é enviado pela PROPPI ao Conselho de Pesquisa, Ensino e Extensão (CEPEX) da Universidade, com vistas à aprovação final. 07) Retorno do processo à PROPPI. 08) Emissão da certidão de reconhecimento. Aos interessados(as), solicitamos que confiram toda a documentação necessária para a abertura do processo de reconhecimento (em anexo) assim como a correspondência de conteúdo e carga didática entre o diploma obtido no exterior e os respectivos cursos de mestrado e doutorado da UFF. Maiores informações em bori.uff@gmail.com (PPG em Educação e PPG em Computação) e pgstrictouff@gmail.com (demais PPGs). Atenciosamente, Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) Coordenação de Pós-Graduação Stricto Sensu (CPSS) Divisão de Pós-Graduação Stricto Sensu (DPSS)