Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Refugiados

Acolhimento a refugiados é destaque em projeto da UFF

Refugiados fazem homenagem ao Brasil - Crédito: nossacausa.com

O último relatório “Tendências Globais” do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) apresentado pela ONU registra que 65,6 milhões de pessoas saíram de seus territórios de origem por perseguições e guerras, sendo mais de 300 mil só no último ano. O documento enfatiza também que uma em cada 113 pessoas em todo o mundo foi forçada a se deslocar - número superior à população do Reino Unido. O Acnur aponta ainda que metade dos refugiados são crianças e que 75 mil delas solicitam refúgio.

Vida de refugiados sírios no Rio é tema de pesquisa na UFF de Angra dos Reis

Mosaico feito por alunas do curso de artesanato oferecido pela Cáritas a refugiados e solicitantes de refúgio.

Desde 2011, com o início dos conflitos na Síria, o mundo vem acompanhando o drama enfrentado pela população do país. A maior parte das pessoas que deixa a região devastada pela guerra busca refúgio em nações vizinhas ou europeias, onde frequentemente são recebidas com hostilidade e xenofobia. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), agência da ONU para refugiados, até 2016, em torno de 4,8 milhões de sírios foram recebidos em países próximos, enquanto cerca de 900 mil migraram para a Europa, muitos deles arriscando a vida atravessando o Mar Mediterrâneo.

Subscrever RSS - Refugiados