habitação

Durante as décadas de 1980 e 1990, a Região Metropolitana do Rio de Janeiro assistiu ao surgimento de movimentos organizados de ocupação de áreas urbanas que resultariam na formação de bairros populares, hoje integrados à cidade formal. Passadas mais de três décadas desde seu surgimento, essas ocupações ganham, pela primeira vez, um estudo dedicado a suas singularidades, no livro "Barbante, ripas e lutas: ocupações organizadas de terras urbanas no Rio de Janeiro, 1983-1993" (Eduff, 2016, 96p.), dos arquitetos Gerônimo Leitão e Elane Frossard.

Subscrever habitação