capitalismo

A partir do diálogo com a psicanálise e outras áreas, os autores refletem sobre a problemática do racismo no Brasil, na coletânea “Racismo, capitalismo e subjetividade”, recém-publicada pela Eduff. Organizada pelos professores Marília Etienne, Marcelo Coelho e Sandra Cabral, a obra traz na capa a foto "Pés”, de Sebastião Salgado. O livro será lançado, em noite de autógrafos, na Livraria da Travessa, em Botafogo. 

Ficou interessado? Leia as primeiras páginas do livro no perfil da Eduff, no ISSUU

Organizada pelos professores Marília Etienne, Marcelo Coelho e Sandra Cabral, “Racismo, capitalismo e subjetividade” (Eduff, 2018) reflete sobre as problemáticas do racismo no Brasil, a partir do diálogo entre a psicanálise e outras áreas.

O caráter transdisciplinar do título faz referência às múltiplas causas do racismo, inseridas em disputas pelo poder. Nos 12 artigos da obra, são discutidos conceitos como mestiçagem, inconsciente social, privilégio e desqualificação dos indígenas.

A partir do diálogo com a psicanálise e outras áreas, os autores refletem sobre a problemática do racismo no Brasil, na coletânea “Racismo, capitalismo e subjetividade”, recém-publicada pela Eduff. Organizada pelos professores Marília Etienne, Marcelo Coelho e Sandra Cabral, a obra traz na capa a foto "Pés”, de Sebastião Salgado.

 

A economista e professora da UFF Bianca Bonente lança o livro "Desenvolvimento em Marx e na teoria econômica: por uma crítica negativa do desenvolvimento capitalista" (Eduff, 2016), no dia 30 de agosto, às 18h, na Livraria Icaraí.

Na obra, autora pretende demonstrar que as teorias do desenvolvimento são única e exclusivamente teorias do desenvolvimento capitalista e que, por isso mesmo, projetam o capitalismo como figura inexorável do futuro da humanidade.

Subscrever capitalismo