Logotipo da UFF

biografia

O maestro Paulo Silva  tem sua história contada em “Paulo Silva: um contraponto nas relações raciais no Brasil”, terceiro volume da coleção "Personagens do pós-Abolição: trajetórias, e sentidos de liberdade no Brasil republicano", publicada pela Eduff.

Médico, negro, baiano, Juliano Moreira nasceu em 1873 na Bahia e é um dos principais nomes da psiquiatria brasileira.

A trajetória de sucesso do professor Waldimir Pirró e Longo é contada no livro Abrindo trilhas: educação e tecnologia. Waldimir Pirró e Longo, uma vida a serviço da ciência e da tecnologia pelo progresso do Brasil (Eduff, 2020), de Paulo César Gomes.

José do Patrocínio foi, sem dúvida, um dos mais empenhados defensores da causa abolicionista no Brasil. Jornalista negro e figura-cheve da luta antiescravisa, é ainda hoje um dos personagens mais complexos da nossa história.

 
  Anderson Almeida, autor de "... como se fosse um deles"

O livro “... como se fosse um deles: almirante Aragão - Memórias, silêncios e ressentimentos em tempos de ditadura e democracia” (Eduff, 2017) é um dos finalistas do Prêmio Jabuti de 2018, na categoria de “Biografia”. Na obra, o historiador Anderson Almeida narra a trajetória de Cândido da Costa Aragão, militar que representou uma ameaça para o regime ditatorial da época.

O livro “...como se fosse um deles. Almirante Aragão: memórias, silêncios e ressentimentos em tempos de ditadura e democracia” (Eduff, 356 pp, R$ 66) busca, por um viés de abordagem biográfica, exaltar a trajetória de uma das figuras mais importantes da resistência ao golpe civil-militar de 1964, o Almirante Cândido da Costa Aragão.

Subscrever biografia