Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

analfabetismo

Pesquisadora da UFF desconstrói crenças sobre analfabetismo

“Analfabeto, problema social e desonra pessoal”, livro da pesquisadora Tatiana Arnaud

Monteiro Lobato, reconhecido internacionalmente como precursor da literatura infantil do Brasil, é o autor da célebre frase “um país é feito de homens e livros”. A declaração demonstra o “inconformismo crônico” do escritor com o analfabetismo, que, ao seu ver, limitava a capacidade das pessoas em transformar o mundo.

Autora resignifica o conceito de analfabetismo no Brasil

Segundo o IBGE de 2017, o Brasil tem cerca de 11,8 milhões de analfabetos. Esse número equivale a 7,2% da população, sendo a região do Nordeste a mais afetada pela questão. Em “Analfabeto: problema social e desonra pessoal” (Eduff, 2018), a antropóloga Tatiana Cipiniuk resignifica o conceito de analfabetismo e o destaca como um “problema social”.

Subscrever analfabetismo