Reitor debate situação do HUAP com diretores da UFF

Print Friendly, PDF & Email

O reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Sidney Mello, se reuniu, na manhã dessa segunda-feira (9) com diversos diretores de departamento da UFF para debater questões sobre a universidade e, em especial, a situação em que se encontra o Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). A reunião contou com a presença do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Newton Lima Neto.

Durante a reunião, o reitor Sidney Mello fez uma apresentação sobre o quadro financeiro do Hospital Universitário Antônio Pedro. Os dados apresentados apontam para uma queda brusca nas receitas do HUAP de 2013 até os dias atuais, que gerou uma elevação da dívida da instituição até a mesma chegar ao valor de R$ 13 milhões. Além de reafirmar o seu compromisso coma defesa do Hospital Universitário e com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), o reitor defendeu a necessidade de se “pensar um projeto de futuro para o Hospital Antônio Pedro”.

Após a fala do reitor, o representante da EBSERH, Newton Lima Neto fez uma apresentação sobre os números da empresa que atua em 27 IFES. Segundo Newton, a EBSERH é uma empresa ligada ao Ministério do Planejamento, com capital 100% público e que, desde a adesão das primeiras IFES, aumentou em 64,2% os postos de trabalho, em 81,2% o número de médicos contratados e em 37% o número de leitos nos hospitais nas quais atua. O Presidente da EBSERH salientou que um dos valores fundamentais da empresa é a “indissociabilidade entre as atividades de ensino, pesquisa e extensão”, garantindo assim a vocação natural dos hospitais universitários.

Depois da apresentação, coube aos diretores presentes tirar suas dúvidas sobre a EBSERH. O representante da empresa garantiu que a mesma não interfere na autonomia universitária e que o contrato e suas metas podem ser revistas pelas partes em caso de adesão.

O Diretor do HUAP, Tarcísio Rivello, salientou a grave situação na qual se encontra o Hospital Antônio Pedro, lembrando que os custos para manutenção do hospital são elevados e pesam no orçamento da universidade que, segundo o diretor, não teria condições financeiras de seguir arcando com os custos do hospital que, apesar de ser uma unidade regional, mas não recebe verbas do Governo do Estado. O professor Celso Costa, Diretor do Instituto de Matemática e Estatística, propôs a formação de uma comissão para visitar e avaliar os locais onde a EBSERH foi implementada. A proposta foi aceita pelo reitor Sidney Mello que valorizou o debate qualificado sobre a situação do hospital e defendeu que a universidade resgate o papel do Hospital Universitário.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Telefone: 
2629 - 2539
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.