Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Quais alimentos você ingere no verão?

O verão acaba oficialmente daqui a um mês, mas nunca é tarde para falar sobre alimentação saudável, sobretudo, na época mais quente do ano. Aproveitando o período de intenso calor, entrevistamos a nutricionista da UFF, Mariana Figueiredo, que traz algumas dicas sobre os melhores alimentos para ingerir nessa época e ainda oferece uma sugestão bem legal de marmita para o trabalho.

1) Quais alimentos devemos ingerir na estação mais quente do ano? É recomendado o consumo de alimentos leves e que tenham uma grande quantidade de água, vitaminas e minerais, como legumes e vegetais. As frutas também são boas opções para sucos e sobremesas. Em dias muito quentes, prefira as caudalosas, como melancia, melão, laranja e tangerina. Banana, uva e abacate, por exemplo, são ricos em potássio e auxiliam na recomposição da substância geralmente perdida pelo suor, assim como a água de coco. Prefira também alimentos integrais, que ajudam no funcionamento do trato digestivo, além de peixes e carnes magras, pois oferecem proteínas de alto valor biológico.

2) Que tipo de alimentos devemos evitar neste período? E por quê? Alimentos gordurosos, como frituras, queijos amarelos, manteiga, maionese, entre outros, ainda mais se forem acompanhados por bebidas alcoólicas, já que o álcool altera o controle da liberação da bile (importante na digestão de gorduras). O excesso de sal também deve ser evitado, pois o consumo em grande quantidade pode levar ao inchaço de pernas e pés.

3) Já que você falou sobre álcool, qual a relação entre ingestão de bebidas alcoólicas e desidratação no verão? O álcool e as bebidas à base de cafeína são altamente diuréticos e aceleram a desidratação natural do corpo, já mais intensa quando está calor. Caso consuma bebida alcoólica, alterne com água para evitar falta desta no corpo e, consequentemente, a desidratação.

4) Qual a reação do corpo quando estamos em um processo de desidratação? Os principais sintomas da desidratação são boca seca e pegajosa, sonolência e cansaço, sede, diminuição da produção de urina, pele seca, dor de cabeça e prisão de ventre. De acordo com o Guia Alimentar da População Brasileira, a melhor forma de manter o corpo hidratado é a ingestão de água. Para um adulto, recomenda-se a ingestão de 2 a 3 litros por dia (em média de 8 a 10 copos).

5) Qual a recomendação para o manuseio de frutas, legumes e verduras, sobretudo, no verão? Para reduzir os riscos de contaminação, deve-se: lavar as mãos antes de manipular os alimentos e evitar tossir ou espirrar sobre eles; higienizar frutas, verduras e legumes em água corrente e colocá-los em solução de hipoclorito de sódio; manter os alimentos protegidos em embalagens ou recipientes. Dedicar algum tempo para limpar geladeira, fogão, armários, prateleiras, chão e paredes também contribui para preservar a qualidade dos alimentos adquiridos ou das preparações feitas. Além disso, cozinhar em um ambiente limpo e organizado torna o momento mais prazeroso, diminui o tempo de preparação das refeições e favorece o convívio entre as pessoas.

6) Muitos servidores trazem suas próprias refeições. Você teria alguma dica de um preparo fácil e rápido de marmita para o verão? Procure trazer saladas de folhas verdes (alface, rúcula, entre outras), tomate, pepino; arroz integral acompanhado de um legume como guarnição e carne magra (peixe ou frango) ensopados. Como sobremesa, a sugestão é uma fruta caudalosa, como melancia. Vale destacar que uma vez preparada, a marmita deve ser conservada em geladeira até o consumo para evitar alterações na qualidade dos alimentos.

Tags: