Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Programa Bolsa Atleta reúne 16 estudantes de diversas modalidades esportivas

São 16 bolsistas representando a UFF em diversas modalidades

Em abril, a UFF lançou o Edital do processo seletivo para o Programa Bolsa Atleta 2018.
Foram selecionados 16 estudantes atletas de modalidades individuais que receberão uma bolsa no valor de R$ 400,00 como apoio à prática esportiva.
Para os atletas contemplados, o incentivo é muito importante para manter o esporte durante o período de estudos.
Conheça um pouco do perfil de nossos bolsistas:

Incentivo e Inclusão
Vitor Costa, estudante do curso de Geogorafia, é atleta federado e paralímpico de Tênis de Mesa.
Seu interesse pelo esporte começou desde o ensino médio, quando teve a oportunidade, através de um professor, de participar de um projeto que o inseriu nesta modalidade.
Para ele, “o apoio do Bolsa Atleta ajuda principalmente na inclusão de estudantes no esporte”. Vitor joga também com andantes.

Judô em foco
Marcio Oliveira é estudante de Direito e praticante de Judô e, com o apoio do Bolsa Atleta, preparou um plano esportivo onde tem como meta competir a Taça Brasil de Juniores, o Campeonato Brasileiro Sub-21, Jogos Jurídicos, 13ª Copa Minas de Judô, Campeonato Sul-Americano de Judô, Jogos Universitários Brasileiros, Troféu Brasil Interclubes e a Seletiva Nacional.

Apoio fundamental
Isaac Barud, estudante de Engenharia Mecânica, compete em Natação desde os 13 anos. No Campeonato Brasileiro Juvenil de 2009, conquistou o quinto lugar na categoria Juvenil II. Com este resultado, o atleta se filiou ao Minas Tênis Clube, onde conquistou o quarto lugar do Brasil no Campeonato Brasileiro Junior de Natação de 2011.
Desde que ingressou na UFF, Isaac representa a universidade em competições universitárias e disputa Campeonatos Brasileiros na categoria Master.
Isaac destaca a importância do apoio da universidade nas práticas esportivas: “o Programa Bolsa Atleta se faz como pilar do nosso incentivo, não somente para mim, mas aos atletas das mais diversas modalidades, que enfrentam dificuldades muito parecidas com as minhas, como a busca de patrocínios e parcerias. Esse incentivo nos permitirá intensificar os treinamentos, viabilizará a participação em competições mais fortes e melhorará toda a infraestrutura do dia a dia, onde haverá um investimento em materiais esportivos.”

Medalha de prata na Seletiva Estadual e Draft de Taekwondo
Yasmin Medeiros é estudante de psicologia e atleta da modalidade olímpica de Taekwondo. Com o apoio da Bolsa Atleta, a estudante pretende participar da Seletiva Estadual, do Campeonato Estadual, da Copa do Brasil 2018, da Seletiva Brasileira Aberta e do Open Sudeste.

Superação através das Lutas
Victor Rangel, estudante de Psicologia, começou a praticar artes marciais como recurso de defesa pessoal e acabou se apaixonando pelo esporte.
Praticante de Wrestling há 2 anos, ele conta que as competições o ensinaram valores de trabalho e união em equipe, reforçando o trabalho em grupo.
O Wrestling marcou o momento da retomada do atleta à prática esportiva. O estudante passou por um período de grandes dificuldades quando contraiu uma grave pneumonia e, ao se recuperar, precisou lidar com sequelas da doença e do uso de medicamentos para contê-la. “Voltei a treinar Wrestling, que eu já havia conhecido através dos treinos no Caio Martins, dados pelo professor Igor Mancebo, ao qual sou muito grato, e durante os treinos sentia muitas dores no peito, falta de ar, palpitações no coração e etc. Foi uma volta muito sofrida, e eu pensei em vários momentos que não acabaria bem. Depois de um tempo minha saúde foi retomada e voltei a fazer bem o que eu tanto amo. Considero essa uma das minhas maiores conquistas no esporte porque pensei muitas vezes que não voltaria mais a treinar.”, disse Victor.
Para o atleta, o incentivo da universidade é muito importante para quem ainda está na graduação, se dedicando apenas aos estudos, além de estimular o empenho nos treinos e competições.

Canoa Havaiana, esporte milenar
A Canoa Havaina é um esporte milenar oriundo do Triângulo Polinésio.
O esporte será representado no Bolsa Atleta pelo estudante de Educação Física, Emmanuel Souza.
Com o apoio, Emmanuel pretende participar da 2ª Etapa do Campeonato Brasileiro, da 2ª Etapa do Carioca 2017, da 2ª Etapa Estadual de Va’a Rio de Janeiro, da 3ª Etapa Estadual de Va’a Rio de Janeiro, da 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro, da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro e da 4ª Etapa estaudal de Va’a Rio de Janeiro.

A UFF incentivando o esporte
Filipe Ponte, estudante de Engenharia Agrícola, é praticante de Natação desde o colegial, e competia nos torneios estudantis. A paixão pelo esporte o tornou um atleta federado, campeão em diversos eventos de natação.
Após uma lesão no joelho, Filipe precisou parar de competir e se desmotivou na prática do esporte.
Ao ingressar na UFF, o atleta se envolveu com a Atlética da Engenharia e, por incentivo da entidade e de seus colegas, voltou a competir nos eventos esportivos acadêmicos.
Atualmente, Filipe é federado pelo Clube do Vasco e voltou a participar de competições de alto nível.
Sobre o Bolsa Atleta, o estudante fala “O programa visa valorizar os alunos-atletas da universidade. Isso mostra que a UFF está preocupada com desenvolvimento acadêmico alinhado a práticas esportivas.”

Representação no Jiu-jitsu
Lara Castro é estudante de Educação Física e praticante de Jiu-Jitsu. Atleta Federada, compete em ligas nacionais e campeonatos da Federação de Jiu-Jitsu do Estado do Rio de Janeiro

A descoberta do esporte
Felipe Freitas estuda Segurança Pública e durante a sua vida teve diversas experiências com o esporte, passando pelo Iatismo e Badminton, até, em 2013, descobrir e se apaixonar pela Corrida de Rua.
Desde então, o atleta se dedica a treinos e participa de diversos campeonatos.
“O Programa Bolsa Atleta é um reconhecimento da UFF com os atletas universitários. Precisamos de apoio e com esse programa conseguiremos custear parte das competições que participamos e, além disso, comprar materiais, entre outras coisas. A importância da bolsa permite que o atleta dê continuidade ao trabalho e se você recebe investimento, seja em qualquer área, você terá resultados. O meu objetivo é intensificar ainda mais os treinos, atingir o meu melhor nível para esse ano de 2018 e levar sempre que possível o nome da minha universidade ao lugar mais alto do pódio.”, contou Felipe.

Bolsa Atleta no Triathlon
Pedro Moreira, estudante de Educação Física, é o representante do Bolsa Atleta na modalidade de Triathlon. Atleta federado, já participou de diversas competições, como a travessia Maritimus, o Beach Biathlon, os Jogos Cariocas de Verão e o 1º Biathlon UFFAtiva.

Uma trajetória de 15 anos
Leonardo Vairo é estudante de Segurança Pública e atleta de Natação há aproximadamente 15 anos. Com uma trajetória que começou aos 5 anos, sempre com incetivo da família, o atleta hoje é federado no clube do Flamengo e 3 vezes recordista estadual de categoria no Campeonato da Federação Aquática do Rio de Janeiro, organizado pelo Clube Canto do Rio.
“A importância do programa Bolsa Atleta é imensurável para o meu atual momento no esporte. Atualmente, vivo um  momento especial como atleta e encaro que tenho um papel que vai além dos meus compromissos em competições representando meu clube. Ingressei na Universidade Federal Fluminense no segundo semestre de 2016 e me deparei com a difícil realidade que vive o esporte universitário brasileiro. Apesar de toda dificuldade, a UFF abre portas com essa oportunidade de bolsa para que eu possa continuar praticando o esporte com seriedade e em alto nível e ao mesmo tempo me dá motivação para continuar lutando pelo crescimento e desenvolvimento pleno da natação universitária e de Niterói, cidade que me revelou para o esporte e terá para sempre todo o meu carinho e respeito.”, disse Leonardo.

Medicina na Natação
Lucas Scwarzer, estudante de Medicina, é praticante de Natação e irá representar a UFF com o apoio do Bolsa Atleta na Copa Rio Minas 2018, em Juiz de Fora, e no Intermed RJ/ES 2018, que será realizado em ambos Estados.

Esporte em família
Mariana Veloso, estudantes de Ciências Econômicas, já traz de família a paixão pelo esporte. Com pai e tios nadadores, a piscina sempre fez parte de dua rotina. Com 9 anos, já era federada pelo Tijuca Tênis Clube. Aos 15 anos, Mariana competia pelo Clube de Regatas do Flamengo e, atualmente, é atleta do Vasco e representante da equipe de natação Master.
Sobre o apoio do Bolsa atleta, Mariana ressalta: “O esporte sempre foi fundamental na minha trajetória. Ele me proporcionou os momentos mais emocionantes que vivi e me deixou de herança os principais valores que levo para minha vida. Conforme fui ficando mais velha, ficou cada vez mais difícil manter o esporte na minha rotina. Ser atleta no Brasil é um desafio e o Programa Bolsa Atleta UFF é um grande incentivo àqueles que estão nessa luta. Eu sou completamente grata à UFF por me dar a oportunidade de manter o esporte na minha vida e na vida de muitos outros atletas.”

Atleta da Seleção UFF
João Oliveira, é estudante de Medicina e praticante de Natação. Com o apoio do Bolsa Atleta irá representar a UFF na Copa Rio-Minas de Medicina, no Intermed/LIRE 2018 e no InterUFF 2018.

Xadrez, o esporte para além do rendimento físico
O Xadrez é um dos jogos de tabuleiro mais populares do mundo e, também, um esporte que envolve competição, alto rendimento e desempenho mental.
Larissa Barbosa, estudante de Direito, é mestre internacional de Xadrez, título concedido no Campeonato Sul-americano de 2014.
Praticante desde criança, Larissa  já participou de Campeonatos Pan-Americanos, Sul-americanos e Mundiais.
Larissa falou um pouco sobre o incentivo do Bolsa Atleta:  “Acredito que é difícil para o atleta conciliar a participação em campeonatos com a faculdade então, sem dúvida, o Bolsa Atleta incentiva a permanência no esporte e a valorização de esportes não tão reconhecidos no Brasil atualmente, como o xadrez.”

Muay Thai, um sonho de vida
Filipe Rodrigues é estudante de Educação Física e praticante de Muay Thai desde os 11 anos.
O atleta possui dois títulos brasileiros, foi campeão no Campeonato Carioca CBMTT de 2017, da Liga Carioca de Muay Thais de 2017, medalha de bronze na Liga dos Desportos Universitário de São Paulo de 2017 e campeão na Rio Open Cabo Frio.
Para Filipe, o apoio do Bolsa Atleta lhe dá a oportunidade de conseguir continuar treinando e disputando campeonatos.

 

.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Telefone: 
21 2629 5348
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.