icone pessoasEu sou: Técnico | Docente | Estudante

Programa de Pós-Graduação em Geociências: 45 anos com foco nas questões ambientais

Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: 45 anos - Foto: Divulgação

Fundado em 1972, o Programa de Pós-graduação em Geoquímica, ligado ao Programa de Geociências, completa 45 anos neste ano. Até aproximadamente o final da década de 70, o enfoque de suas pesquisas era na geoquímica clássica. A partir daí, deu-se início a um movimento voltado para o meio ambiente, com a formação de grupos multidisciplinares, aulas em tempo integral e professores estrangeiros incorporados ao seu quadro docente, cuja pesquisa de alinhava à questão ambiental.

UFF mapeia tecnologias sociais desenvolvidas por sua comunidade

Tecnologia social

Professores, servidores técnico-administrativos e alunos da UFF têm até o dia 30 de abril para realizar inscrição no Mapeamento de Tecnologias Sociais, promovido pela Divisão de Inovação e Tecnologias Sociais da Agência de Inovação (Agir), vinculada à Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Proppi). O levantamento busca identificar, mapear, documentar, catalogar e divulgar soluções inovadoras desenvolvidas em diferentes áreas do ensino, pesquisa e extensão da universidade.

Rio Paraíba do Sul é tema de documentário premiado da UFF Volta Redonda

As questões ambientais que envolvem o rio Paraíba do Sul, que banha os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, despertaram o interesse de alunos e professores da Faculdade de Direito da UFF de Volta Redonda. O trabalho rendeu uma pesquisa e a produção de um documentário premiado pelo Canal Futura. A iniciativa teve a parceria do grupo de pesquisa Direitos Humanos, Comunicação e Mídia (DHC Mídia), da TV Universitária de Volta Redonda (TVR) e do Grupo de Estudos em Meio Ambiente e Direito (Gemadi).

Alunos da UFF produzem tecnologias para pessoas com deficiência

Imagem ilustrativa

O curso de graduação em Desenho Industrial da UFF está trazendo para a sala de aula a prática do design inclusivo e de cunho social, por meio da disciplina Projeto 4, com ênfase em Tecnologias Assistivas e de Reabilitação. Quem ministra a disciplina é o professor Giuseppe Amado, que incentiva a elaboração de produtos voltados para pacientes com deficiências ou em processo de reabilitação – como bengalas, objetos adaptados e jogos que melhoram a interação, entre outros.

UFF Angra dos Reis atua na educação escolar guarani

Há quase 30 anos atuando como educador, o professor e vice-diretor do Instituto de Educação de Angra dos Reis (Iear) da Universidade Federal Fluminense (UFF), Domingos Nobre, dedica sua vida ao ensino escolar, à formação de professores e à construção de currículos escolares em comunidades indígenas guarani.

Pesquisadores da UFF discutem sexualidade sob a perspectiva do direito

SDD em sua primeira jornada - Foto: Divulgação

Fundado no final de 2014 pelo professor Eder Fernandes, do Departamento de Direito Privado, o grupo de pesquisa "Sexualidade, Direito e Democracia" (SDD) desenvolve pesquisas jurídicas interdisciplinares por meio dos conceitos de sexualidade, governança e poder. Atualmente é composto por 23 pesquisadores, sendo 18 alunos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito, cinco graduandos de iniciação científica e orientandos de trabalhos de conclusão de curso.

UFF se destaca no cenário científico internacional

Hospital da UCSF, onde fica o laboratório em que foi realizada a pesquisa - Foto: Divulgação

A UFF, através do Programa de Pós-Graduação em Patologia, avança e reafirma sua inserção no âmbito científico internacional. O aluno de doutorado do programa, Marcos Gabriel Pinheiro, é um dos autores do artigo publicado em um relevante periódico, “Science Translational Medicine”, voltado à área médica e criado em 2009 pela Associação Americana para o Avanço da Ciência.

Pesquisas sobre fisiologia do exercício representam legado acadêmico na UFF

Equipe do Lace monitora o voluntário Daniel Galinis - Fotos: Letícia Felippe

Os Jogos Olímpicos de 2016 deixam um legado de transformações pelo Rio de Janeiro. À primeira vista, as principais mudanças se dão nas áreas de infraestrutura, serviços públicos e incentivo à prática de esportes. Mas há também o legado acadêmico, pouco falado, que se perpetuará graças às universidades e institutos. Na UFF, um desses polos é o Laboratório de Ciências do Exercício (Lace), em atividade no Instituto Biomédico desde 1994. De forma multidisciplinar, a equipe pesquisa a fisiologia humana durante a prática de atividade física.

Laboratório de Brinquedos da UFF capacita educadores e estudantes da Medicina

O ato de brincar ou até mesmo de produzir seus próprios brinquedos não se restringe às crianças. Criar, construir e promover jogos e atividades lúdicas pode fazer parte do universo de pessoas de qualquer faixa etária. Interessadas neste tema, as professoras Mônica Ledo Silvestri e Andrea Serpa, do Departamento Sociedade, Educação e Conhecimento, criaram há 12 anos o grupo Centro de Aprendizagens, Pesquisa e Extensão: Cultura, Arte e Brinquedo em Educação (Cabe).

Nova estrutura da Agir aumenta eficiência da produção intelectual da universidade

O diretor da agência, Thiago Renault (ao computador), acompanhado por membros da equipe da Agir

A Agência de Inovação Tecnológica da UFF (Agir), criada há sete anos pela professora Fabiana Rodrigues Leta, primeira diretora da Agência e pelo professor Antonio Claudio da Nóbrega, corresponsável, (pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da antiga Propp), atual vice-reitor da UFF, transfere seu escritório para o Instituto de Física, Torre Nova, 3º andar, no Campus da Praia Vermelha. A inauguração oficial será realizada nesta sexta-feira, 13 de maio.

Páginas