O corpo como via para o inconsciente é tema de livro da Eduff

Print Friendly, PDF & Email

A percepção da pele como órgão sensorial que dialoga com o mundo externo conduz o estudo da psicóloga e dançarina, Ruth Torralba, no livro “Sensorial do Corpo: via régia para o inconsciente” (Eduff, 2016.). A autora recorre à experiência na dança e aos ensinamentos de Gerda Alexander, criadora da eutonia, para demonstrar a importância do toque para o desenvolvimento humano, quando a linguagem verbal não é mais suficiente para promover mudanças no sujeito.

Pela via da dança, da psicanálise e dos pensamentos de Deleuze e Spinoza, o livro propõe a abertura ao aspecto sensorial do corpo, para além da escuta clínica do paciente e rumo à experimentação. Mais do que desencadear sentimentos e lembranças, as experiências sensoriais pretendem produzir e dar passagem aos afetos que estão calados.

Os sintomas que se manifestam no corpo são tratados, no livro, como fruto do bombardeio de informações, imagens e objetos de consumo a que somos expostos e que nos tornam apenas consumidores cujos corpos estão enfraquecidos. A dor, neste caso, seria um grito desse corpo que está sufocado.

Sobre a autora: Ruth Torralba é psicóloga clínica, dançarina e terapeuta pelo movimento. Com aperfeiçoamento em Eutonia, é mestre e doutora em Psicologia pela UFF e pesquisadora do Laboratório de Subjetividade e Corporeidade da UFF.

--> Como comprar

 

 

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 
Telefone: 
2629-5290
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.