Logotipo da UFF

UFF lança três editais de apoio à pesquisa

Print Friendly, PDF & Email

A Universidade Federal Fluminense (UFF) publicou um conjunto de ações integradas de estímulo à pesquisa e à inovação. Com um montante total investido de aproximadamente R$ 1,3 milhão de reais, três iniciativas foram lançadas: o Programa de Fomento à Pesquisa (Fopesq), o Auxílio à Publicação e PIBIC Apoio Pós-Doutorandos. Os editais serão administrados pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI). 

Segundo o reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, a publicação dos programas foi resultado de um trabalho de gestão que reduz os custos e aumenta a eficiência da operação do cotidiano da Universidade e prioriza o investimento na produção de ciência e tecnologia. “Durante uma grave crise financeira , conseguimos resgatar programas científicos importantes para a Universidade com orçamento próprio. São editais que valorizam institucionalmente os pesquisadores da UFF e que foram viabilizados justamente em um momento de investimento decrescente em pesquisa, reorganizando as contas e permitindo assim uma reação institucional com mais ciência e tecnologia”, afirmou Antonio Claudio. 

Em especial, foi relançado o Programa de Fomento à Pesquisa (FOPESQ), edital muito importante para os pesquisadores. O objetivo é viabilizar financeiramente demandas de custeio, como a compra de materiais de consumo para uso em laboratórios e serviços de terceiros associados a manutenção de equipamentos. Uma característica importante na gestão da execução do FOPESQ é que os recursos serão  depositados diretamente na conta do pesquisador que terá a liberdade de buscar no mercado o melhor preço e a adequação técnica do item que necessita e, ao final, o docente deverá prestar contas à PROPPI do conjunto dos recursos recebidos. Dessa forma, será conferida mais agilidade e mais eficiência nos gastos. 

Além disso, as medidas resgatam, também, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) que apoia os pós-doutorandos da UFF registrados no Sistema de Pós-Graduação (SISPOS) com bolsistas de iniciação científica. Para a pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação, Andrea Latgé, essa possibilidade de orientar jovens estudantes é um diferencial para os pós-doutorandos da Universidade, contribuindo para sua qualificação, principalmente, sua capacidade de formação de jovens pesquisadores. “Acreditamos que esse diferencial estimule a vinda de pós-doutorandos de excelente qualidade para a UFF”, explicou

Outro edital que foi relançado de forma simplificada é o antigo Auxílio à Publicação, que, neste momento, vai apoiar à publicação de artigos em revistas internacionais de prestígio e de ampla divulgação. Para isso, será realizado um pagamento de taxas de publicação de artigos aceitos entre agosto de 2020 e agosto de 2021. “É um reconhecimento do esforço institucional e de grupos de pesquisa para a publicação de alto nível. Esse é um programa importante para aumentar a visibilidade da UFF internacionalmente e que permitirá estimular os PPGs na divulgação internacional dos resultados de pesquisa de seus docentes e discentes”, comentou Antonio Claudio. 

Grande área: 
Público-alvo: 

Compartilhe