UFF realiza décimo "Sabadão do Leão"

Print Friendly, PDF & Email

O "Sabadão do Leão" existe há uma década e nesse período já foram atendidos gratuitamente mais de mil contribuintes. A cada edição são mobilizados cerca de 30 alunos de graduação da UFF, totalizando, ao longo desses anos, mais de 300 estudantes, envolvidos em treinamentos, palestras e no próprio evento. Segundo o coordenador da atividade, professor José Geraldo Abunahman, a importância da ação está no fato da sociedade poder ver de perto a qualidade da formação desses alunos ao assumirem um compromisso social de tamanha relevância.

O projeto acadêmico é realizado, de forma voluntária, por alunos do curso de Ciências Contábeis, que recebem treinamento supervisionado. Este ano a orientação será do professor Marcelo Adriano Silva, especialista na área de contabilidade e tributação. A iniciativa tem como objetivo atender, a custo zero, uma parcela da comunidade, que apresenta restrições de ordem técnica e material no preenchimento e envio da Declaração de Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF). O atendimento é realizado no Laboratório de Informática da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis e o contribuinte recebe, após o envio, uma cópia em papel da sua declaração.

A relação de confiança, estabelecida com a comunidade, estimula a produção acadêmica...", José Geraldo

A atividade é oferecida, anualmente, pela coordenação do MBA em Gestão Empresarial, em Tributação e Contabilidade e será realizada em duas etapas, nos dias 19 de março e 16 de abril, das 9h às 15h, no Campus do Valonguinho, Centro, Niterói.

Segundo Abunahman, a propaganda é feita informalmente no âmbito da faculdade, com o intuito de atingir não só os alunos como também seus familiares e a comunidade externa. Os participantes, principalmente os mais velhos, que já foram beneficiados pelo projeto sempre retornam no ano seguinte. Já os alunos voluntários, que prestam esclarecimentos ao público, são os que estão inscritos na disciplina de Contabilidade Tributária. Portanto, há uma renovação anual dos estudantes. Com isso, acrescenta o professor, a cadeia de conhecimento do assunto se amplia com novos alunos orientadores e contribuintes assíduos e novatos.

Para o coordenador, ao direcionar recursos humanos e materiais de forma eficiente na busca de saídas técnicas, a UFF contribui para a solução de problemas complexos, enfrentados por cidadãos que não possuem recursos tecnológicos e financeiros adequados para lidar com as questões tributárias desse tipo. "A relação de confiança, estabelecida com a comunidade, estimula a produção acadêmica e o desenvolvimento de técnicos, alunos e professores da universidade", destaca o professor José Geraldo.

Grande área: 

Compartilhe