Governador do Estado e secretariado visitam a UFF e enfatizam parcerias na agricultura familiar

Print Friendly, PDF & Email

Wilson Witzel empossou o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Eduardo Lopes no Teatro do Centro de Artes

No dia 16 de janeiro, quarta-feira, a Universidade Federal Fluminense sediou a solenidade de posse do novo secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Eduardo Lopes. O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, doutorando em Ciência Política pela UFF, enfatizou a importância da cooperação entre o poder público e as universidades para o desenvolvimento de projetos científicos e soluções tecnológicas na agricultura.

O evento enfatiza a relevância da UFF para colaborar com projetos de recuperação do desenvolvimento do Rio de Janeiro. De acordo com o reitor, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, há conversas em andamento para elaborar parcerias para a universidade participar ativamente da construção e execução das políticas públicas do Estado, bem como colaborar na capacitação do corpo de servidores técnicos.

O governador, Wilson Witzel, ressaltou uma mudança de paradigma na condução de políticas públicas para dar robustez à produção agrícola, pecuária e pesqueira do estado. "O Rio de Janeiro, que já foi referência em produção agrícola e pesqueira até a metade do século passado viu os dois setores definharem nas décadas seguintes. Não podemos nos furtar dos desafios sociais e ambientais que virão. A agricultura é peça-chave”.

Um dos focos dessa política será o incentivo à agricultura familiar, que tem um peso decisivo na economia nacional com um faturamento anual de US$ 55,2 bilhões. Além disso, é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do Brasil e por mais de 70% dos brasileiros ocupados no campo. “É preciso ter como norte uma produção sustentável, que tenha como centro a agricultura familiar", afirmou.

A UFF será um parceiro chave dada à sua comprovada expertise em projetos na área, como as iniciativas de aperfeiçoamento humano e técnico dos agricultores familiares, redução no uso de pesticidas, controle de doenças e qualidade da produção.

“Temos ampla competência nessa área em diversas unidades acadêmicas. Implementamos um projeto de agricultura familiar em Magé, que foi premiado pelo Sebrae, para promover uma filosofia baseada no uso de novas tecnologias e práticas orgânicas, com métodos de produção limpa e maior qualidade de vida do produtor. São muitas iniciativas que podem ser contempladas para colaborar com o crescimento do Estado”, reforçou Antonio Claudio.

Grande área: 
Público-alvo: 
Localidade: