Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Reitores da UFF são recebidos pelo presidente e seus ministros em Brasília

Temer cumprimentou Antonio Claudio pela vitória no pleito universitário e garantiu sua nomeação segundo o rito procedimental da lista tríplice.

Nos dias 13 e 14 de junho, o reitor da Universidade Federal Fluminense, Sidney Mello, e o reitor eleito, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, cumpriram agenda pública em Brasília para estruturar a transição da administração e planejar ações concretas para o quadriênio 2018-2022. Os reitores foram recebidos pelo Presidente da República, Michel Temer, e pelos ministros da Saúde, Gilberto Occhi, da Educação, Rossieli Soares, e das Cidades, Alexandre Baldy. Durante as reuniões, foram encaminhados projetos de interesse da UFF, bem como a liberação de verba para investimentos e a proposição de termos de cooperação para desenvolver iniciativas inovadoras em engenharia, saúde e sustentabilidade. Todos os encontros foram acompanhados pelo deputado federal Julio Lopes, membro da bancada do Rio de Janeiro e defensor atuante na articulação de projetos para o Estado do Rio nas áreas de Educação, Desenvolvimento Urbano, Energia, Petróleo e Gás; e pelo administrador formado pela UFF, Marcos Marins.

Na manhã de quinta-feira, Antonio Claudio foi apresentado oficialmente a Michel Temer como reitor eleito democraticamente por sua comunidade acadêmica. O presidente o cumprimentou pela vitória no pleito universitário e garantiu sua nomeação segundo o rito procedimental da lista tríplice. Durante a reunião, com a presença do Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, também foram discutidas soluções para o crescimento da instituição com foco na eficiência da gestão e parcerias para a UFF contribuir para a recuperação e reorganização do estado do Rio de Janeiro com produção de conhecimento, ciência e tecnologia.

De acordo com Sidney Mello, a agenda foi um momento importante para planejar a transição em alinhamento com a estruturação de políticas públicas. “Fomos recebidos pelo presidente e por seus ministros em claro sinal da representatividade da UFF como uma universidade federal que cumpre um papel de liderança e vanguarda no plano nacional. Conseguimos aprovar termos de cooperação e a liberação de investimentos, bem como preparar o terreno para os próximos quatro anos”.

Os reitores apresentaram os projetos e as competências da UFF para os ministros, em busca de integrar objetivos estratégicos e firmar parcerias de Pesquisa e Desenvolvimento, autorizar a convocação de pessoal para o Hospital Universitário Antonio Pedro (Huap), liberar recursos para finalização de prédios e sugerir políticas programáticas em ciência e tecnologia. Antonio Claudio afirmou que as reuniões com os ministros foram um marco importante para o planejamento do próximo quadriênio. “Chegamos a acordos que vão beneficiar muito toda a comunidade universitária. O resultado das reuniões são ações concretas e iniciativas que serão muito bem recebidas em diversas áreas da UFF”.

Agenda

Na quarta-feira à tarde, Sidney Mello e Antonio Claudio, reuniram-se com o Ministro da Saúde, Gilberto Occhi. Eles apresentaram os projetos da Unidade de Cuidados Paliativos no Huap: A Rede Estadual de Telemedicina por Holografia e a Plataforma Genômica de Referência Regional em Telemedicina. Segundo o reitor eleito, as propostas são, de um lado, resultado de pesquisas científicas de ponta desenvolvidas no âmbito do hospital universitário, e de outro, o cumprimento do papel de referência em atendimento de saúde de qualidade na região.

“O Centro de Medicina Paliativa e o Mapeamento Genético de Risco contra Câncer são projetos arrojados, atentos à tendência de envelhecimento geral da população brasileira. Essas iniciativas inovadoras com certeza vão possibilitar a redução dos custos e maior eficiência porque antecipam o tratamento de doenças e ainda desoneram a emergência, que hoje está sobrecarregada pelo atendimento interno”, explica Antonio Claudio.

Gilberto Occhi acolheu as propostas e propôs a assinatura de um termo de cooperação com a Universidade Federal Fluminense, comprometendo-se a avançar nos estudos e oferecendo segurança jurídica e institucional para a execução dos projetos. O objetivo é criar um hub de excelência em saúde, com tecnologia de ponta e profissionais qualificados do Huap. O ministro vem à UFF no dia 29 de junho para inaugurar o aparelho de angiografia, cedido pelo MEC por meio da Ebserh.

Ministério da Educação

A visita ao Ministério da Educação contou com agenda extensa de reuniões com o titular da pasta, Rossieli Soares, o secretário de Educação Superior, Paulo Barone, e o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, Kleber de Melo Morais. Durante as reuniões, Sidney Mello reforçou o papel de referência da UFF como uma das maiores universidades federais do Brasil, com mais de 70 mil alunos em nove cidades. A pauta contemplou a conclusão de obras, o atual contrato com a Ebserh, o terreno do INSS, o Cine Icaraí e a importância da quitação do débito com a Enel para alavancar projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).

 
Grande área: 
Público-alvo: 

Informes

Não há nenhum conteúdo neste grupo.

Compartilhe