icone pessoasEu sou: Técnico | Docente | Estudante

Educação e cultura traduzidas em esporte na UFF

Nos últimos anos, o Brasil sediou dois grandes eventos esportivos, a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016, que além de estimularem o gosto pela prática esportiva, fomentaram o surgimento de projetos sociais com essa temática. A UFF, conhecida não só pelo ensino e pela pesquisa de alto nível, mas também pelo apoio ao esporte universitário, vem desenvolvendo, em parceria com o Ministério dos Esportes, projetos de incentivo a essas atividades como ferramenta de inclusão social, instrumento pedagógico e lazer.

Segundo o reitor da Universidade Federal Fluminense, Sidney Mello, o investimento no esporte é fruto do caráter construído pela instituição. “A UFF é uma universidade jovem e vibrante, que fervilha com a criação de atléticas, campeonato interno anual e atividades em nível nacional. Além disso, aqui já foram criados projetos como o UFFEsporte e a UFFAtiva, voltados à sociedade acadêmica”, destaca.

Desde 2014, quando a parceria com o Ministério dos Esportes teve início, a UFF se comprometeu a estimular atividades esportivas em seus campi e entornos, abrangendo várias cidades do Estado do Rio de Janeiro. Com isso, foram criadas uma série de iniciativas na área que já fazem parte da agenda de toda comunidade e visam unir esporte, cultura e lazer.

Corrida e Caminhada UFF

O primeiro evento realizado, intitulado Corrida e Caminhada UFF, já teve uma edição em Niterói, duas em São Gonçalo e uma em Itaboraí. Caracterizadas por circuitos que ocorrem nas ruas dessas cidades, as corridas contam com a participação de atletas profissionais e amadores e de toda a população interessada.

De acordo com o Coordenador de Projetos de Esporte da UFF, Leonardo Perdigão, o foco desta corrida é promover eventos voltados ao lazer para a comunidade. “As corridas buscam mostrar que a universidade é mais que uma produtora de conhecimento, ela está preocupada com a sociedade na qual se insere, com a inclusão, com a oferta de atividades lúdicas e com o estímulo à prática do exercício físico”, ressalta.

Programa Esporte e Lazer nas Cidades (Pelc)

Destinado a crianças e adolescentes, o Programa Esporte e Lazer nas Cidades (Pelc), visa atender comunidades carentes com atividades esportivas, de lazer e culturais. Com um total de 15 núcleos, sendo 11 em São Gonçalo e 4 dentro da UFF, o Pelc oferece práticas esportivas gratuitas como futebol, voleibol, ginástica, dança, xadrez, contação de histórias, cinemateca e skate. “O projeto conta com material fornecido pelo Ministério dos Esportes e apresenta esse viés comunitário, de forma a disponibilizar o acesso não só a práticas esportivas, mas também a uma nova e divertida forma de educação”, explica Leonardo.

Coordenadora de um dos núcleos do projeto inserido na Faculdade de Direito da UFF, Nelma Cezáreo descreve sua experiência. “No início da implantação, fomos à Comunidade do Morro do Palácio e fizemos em torno de 100 inscrições, tendo uma excelente receptividade por parte da população. Temos alcançado o objetivo de difundir a iniciativa extramuros com resultados que contribuem cada vez mais para solidificar a formação da educação cidadã nesta região”, enfatiza.

Brincando com Esporte

Outro projeto voltado para os jovens, o Brincando com Esporte, apresenta os mesmos moldes do Pelc, mas sua implantação no período de férias escolares oferece atividades que funcionam como colônias de férias em 50 municípios do Rio de Janeiro, proporcionando, assim, atividades de lazer e cultura que promovem a inclusão social.

Entre os polos que sediaram o projeto estão unidades escolares, centros esportivos, parques, clubes, praças e quadras esportivas e outras instituições com condições adequadas para o desenvolvimento das atividades.

Projeto Alto Rendimento – Circuito UFF- Rio Triathlon

Além da vasta experiência com a realização de eventos esportivos, a Universidade Federal Fluminense, em nova parceria com o Ministério dos Esportes e a Federação de Triathlon do Rio de Janeiro, está em processo de expansão da sua atuação no fomento aos esportes. O Circuito UFF – Rio Triathlon é a mais nova empreitada da universidade na gestão de eventos também de caráter competitivo.

Com o sucesso das duas provas de Triathlon, realizadas em março e maio de 2017 na Pedra do Pontal, do Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, a expectativa é grande para os próximos eventos da competição. No dia 21 de maio, a Praia de Itaipu, em Niterói, sediará o Aquathlon. Já no dia 04 de junho, na Enseada de Botafogo será palco do Duathlon.

Entusiasmado com a participação da universidade, Sidney Mello enfatiza o foco do projeto no legado olímpico. “Com esse projeto, a UFF almeja garantir competições de alto nível, criar base para competidores amadores e de elite, mostrando o Estado do Rio de Janeiro como importante cenário desportivo nacional. A UFF tem atletas competitivos em sua comunidade e pode despertar muitos outros, já que está presente em todo o Estado e tem, portanto, capilaridade em muitas cidades fluminenses”, acrescenta o reitor, também atleta amador de triathlon.

Além disso, Sidney destaca o valor da parceria e do investimento nessas práticas para a sociedade. “Esporte é vida e representa elemento importante de inclusão social, educação, saúde e integração entre os povos. O Ministério dos Esportes e a UFF, em conjunto, sublinham o caráter social educativo do esporte e sua importância para a população brasileira”, conclui.

Compartilhe