icone pessoasEu sou: Técnico | Docente | Estudante

Prêmios de Excelência 2016: UFF homenageia professores e alunos

A Universidade Federal Fluminense realiza nesta quinta-feira, 15 de dezembro, mais uma edição da Láurea Acadêmica dos Prêmios de Excelência. O prêmio é concedido anualmente aos docentes que se destacaram como líderes de pesquisa nas suas respectivas áreas de conhecimento. Em 2016, a novidade é que alunos também receberão a honraria. A cerimônia de premiação ocorrerá às 14h no Auditório do Núcleo de Estudos em Biomassa e Gerenciamento de Águas, NAB, no campus da Praia Vermelha.

Criado em 2009 pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi), o prêmio tem como objetivo divulgar e reconhecer a qualidade das pesquisas que são realizadas na UFF. Naquela ocasião, apenas três docentes receberam a homenagem. Desde então, o evento aumentou suas proporções. Foram criadas categorias principais, as quais contemplam as áreas de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde (Ciências da Vida); Ciências Exatas e da Terra e Engenharias; Ciências Humanas, Ciências Sociais, Ciências Sociais Aplicadas e Linguística, Letras e Artes.

Para a professora do Departamento de Letras, Laura Cavalcante Padilha, o prêmio é um gesto de reconhecimento ao corpo docente por parte da Universidade. “A primeira coisa que me vem à cabeça é ‘reconhecimento’. A UFF sabe do trabalho de todos e escolhe representantes para agraciar. O que seria um professor sem sua docência? Ele não seria. Por isso é absolutamente importante conceder um prêmio desses”, enfatiza Padilha. A docente está entre os cinco agraciados com o Prêmio de Excelência Científica 2016.

Os vencedores do prêmio são escolhidos a partir da indicação de representantes das categorias concorrentes, que determinam a nomeação de acordo com sua trajetória acadêmica durante o ano em questão. Uma das novidades desta edição, no entanto, funciona de outra maneira. Os prêmios de Tese e Dissertação serão concedidos aos melhores trabalhos de conclusão defendidos e aprovados em programas de mestrado  e doutorado da UFF no ano anterior à premiação. Neste caso, a indicação parte dos próprios alunos, que torcem para serem selecionados. As comissões julgadoras são indicadas pela Proppi e são compostas por um coordenador docente da instituição e especialistas da comunidade externa.

Um dos ganhadores foi o aluno Érick Oliveira Rodrigues, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Computação. Sua dissertação foi apresentada como um dos requisitos para o mestrado em Ciências no campo da Computação Visual e ganhou o prêmio na categoria Ciências Exatas e da Terra e Engenharias. Para Rodrigues, a premiação serve de incentivo aos graduandos. “Isso nos estimula a manter o empenho ou a se debruçar ainda mais na questão a ser resolvida, tentando fazer um bom trabalho e não apenas um trabalho com a finalidade de se graduar”, afirma. Além disso, o pós-graduando entende que o prêmio deveria se estender ainda mais. “Acho que poderia ser expandido, de repente até em uma aliança com empresas e o mercado. Não adianta só pensar na teoria e não haver um resultado prático. Acho que o Brasil perde muito porque muitas questões não saem da parte teórica”, enfatiza.

Prêmio UFF de Inovação

O Prêmio de Inovação é mais uma novidade em 2016, pois a partir de agora será oferecido anualmente. Tanto professores como alunos puderam concorrer em categorias distintas: Inovação Mercadológica e Desenvolvimento Social. O objetivo desta premiação é reconhecer as iniciativas inovadoras que existem dentro da UFF.

A Universidade também oferece um incentivo inicial aos envolvidos nos projetos com o programa de bolsas PIBITI/PIBINOVA, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq. “A UFF tem suas atividades de inovação para além desse programa de bolsas, mas a partir do momento que ele existe, nós começamos a reconhecê-las realmente”, destaca o Diretor da Agência de Inovação, Thiago Renault, um dos criadores do prêmio.

São duas categorias: uma com foco no mercado de trabalho e outra com foco social, com um vencedor em cada uma delas. A banca julgadora foi formada por profissionais com bolsa de produtividade na área de inovação de outros estados do país. Para Renault, o fato dos participantes da banca não serem da UFF também ajuda em outra questão: “Nós pretendemos dar visibilidade aos trabalhos que existem na universidade. Quando o jurado lê sobre o projeto para fazer seu julgamento, ele fica sabendo do que está acontecendo aqui dentro da instituição”, aponta.

O pró-reitor da Proppi, Roberto Kant, entende que a universidade é um lugar onde, do ponto de vista institucional, o mérito é o que estrutura a vida acadêmica. “Todo ano queremos promover aqueles que se destacaram nos seus trabalhos, tornar isso público e mostrar a sua relevância, pois está sendo julgado por profissionais que não pertencem à nossa comunidade universitária. Também estamos prestando conta à sociedade, que é quem nos sustenta”, conclui.

Os premiados de 2016 foram:

Prêmio UFF de Inovação

Inovação Mercadológica

Professor Eduardo Ariel Ponzio
Departamento: Físico-Química

Inovação Social

Professor Pedro Heitor Barros Geraldo
Departamento: Segurança Pública

Prêmio UFF de Teses e Dissertações

Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde - Ciências da Vida

Dissertação
Nicolly de Lima Petito
Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas a Produtos para a Saúde
Orientador: Kátia Gomes de Lima Araujo

Tese
Felipe Gomes F. Padilha
Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária (Clínica e Reprodução)
Orientador: Ana Maria Reis Ferreira

Ciências Exatas e da Terra e Engenharias

Dissertação
Érick Oliveira Rodrigues (link is external)
Programa de Pós-Graduação em Computação
Orientador: Aura Conci

Tese
José Ricardo da Silva Junior (link is external)
Programa de Pós-Graduação em Computação
Orientador: Esteban Walter Gonzalez Clua e Leonardo Gresta Paulino Murta

Ciências Humanas, Ciências Sociais, Ciências Sociais Aplicadas e Linguística, Letras e Artes

Dissertação
Talitha M. Amaral Rocha
Programa de Pós-Graduação em Antropologia
Orientador: Edilson Márcio Almeida da Silva

Tese
Thiago C. Pessoa Lourenço
Programa de Pós-Graduação em História
Orientador: Hebe Mattos

Prêmio UFF de Excelência Científica

Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde - Ciências da Vida

Professor Renato Crespo Pereira
Departamento: Biologia Marinha
Unidade: GBM

Ciências Exatas e da Terra e Engenharias

Professora Andréa Latge

Departamento: Física
Unidade: Física

Ciências Humanas, Ciências Sociais, Ciências Sociais Aplicadas e Linguística, Letras e Artes

Professora Laura Cavalcanti Padilha
Departamento: GLE/ SRI
Unidade: Instituto de Letras

Público-alvo: