Nobel de Química lota teatro da UFF em palestra sobre nanotecnologia

Print Friendly, PDF & Email
Crédito da fotografia: 
Divulgação

Marcando o compromisso da universidade com a pesquisa científica de qualidade, a UFF ofereceu ao público na tarde do dia 10 de abril de 2019, no Cine Arte UFF, a Palestra Magna “The Rise and Promise of Artificial Molecular Machines Based on the Mechanical Bond”, com o Nobel de Química de 2016, o pesquisador James Fraser Stoddart, da Universidade de Northwestern (Illinois).

O encontro, organizado pela Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação (Proppi), foi inaugurado com as boas-vindas do reitor Antônio Cláudio da Nóbrega, que agradeceu a James a oportunidade. Com a plateia lotada, o químico contou, de forma bem-humorada, um pouco de sua trajetória até chegar a desenvolver as pesquisas sobre o universo da nanotecnologia que o notabilizam na área.

Para Andrea Latge, pró-reitora da Proppi, o trabalho do químico, apresentado durante a tarde de ontem, é “engenhoso e criativo, impressionante na escala molecular”. Em sua palestra, “ele se mostrou um amante do que fez em toda sua vida e deu uma lição a todos de como é bom experimentar, questionar, aprender e querer ir além”.

A pró-reitora arrematou dizendo que o Nobel de Química vai receber nos próximos meses uma estudante de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Química da UFF, dentro do Projeto de Internacionalização Institucional CAPES/UFF. Segundo ela, “outras portas estão abertas em seu laboratório de máquinas moleculares e a UFF certamente vai aproveitar todas”. 

Para o vice-reitor Fábio Passos, também presente durante o evento, a palestra do laureado no Prêmio Nobel de Química “foi um momento especial na história da UFF, representando um estágio de maturidade acadêmica, com a visão da importância da ciência no desenvolvimento da sociedade como um todo”.

Público-alvo: 
Localidade: 

Compartilhe