Hospital Universitário terá o primeiro Centro de Simulação Realística do RJ

Print Friendly, PDF & Email
Crédito da fotografia: 
Assessoria de Imprensa da UFF

Técnicos, residentes e discentes dos cursos de Medicina e de Enfermagem do Hospital serão capacitados a partir de simulações feitas por robôs

 

A Universidade Federal Fluminense terá o primeiro hospital universitário do Estado do Rio de Janeiro equipado com um Centro de Treinamento por Simulação Realística. Em convênio assinado com o IBKL, o Hospital Universitário Antonio Pedro (Huap) possibilitará que aproximadamente 600 pessoas, entre técnicos, residentes, discentes dos cursos de Medicina e de Enfermagem e docentes, recebam treinamento inovador a partir de soluções tecnológicas que simulam situações práticas de atendimento em robôs. Os equipamentos foram adquiridos com verba parlamentar de R$ 500 mil reais, captada pelos professores da Faculdade de Medicina. 

Esta capacitação irá aperfeiçoar as tomadas de decisões técnicas e comportamentais por meio do teste em manequins equipados com um sistema tecnológico que simula situações, o que garante maior segurança para o atendimento dos pacientes reais.

De acordo com o reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, o convênio assinado nessa segunda-feira, 03 de fevereiro, será um diferencial importante para a capacitação de estudantes e profissionais de saúde, sendo revertido em atendimento mais preparado e especializado aos pacientes. “Essa cooperação com o IBKL coroa uma iniciativa de ampliar os serviços oferecidos aos profissionais do Hospital e alunos da UFF, com o objetivo não somente de qualificar nosso pessoal, mas também de oferecer um retorno direto à população de Niterói e região”, detalha o Antonio Claudio.

Essa iniciativa representa uma ação integrada entre a gestão da Universidade com o Huap e o IBKL. “Esse laboratório é muito importante no sentido de respeitar os profissionais do Hospital e da Faculdade de Medicina, o enfermeiro, o técnico em Enfermagem e o estudante que terão capacitação para melhorar a qualidade da assistência”, afirmou o superintendente do Huap, Tarcísio Rivello de Azevedo.

Simulação realística

O chamado método de simulação realística é uma metodologia ativa de ensino na qual os alunos são avaliados, tanto do ponto de vista técnico como comportamental, reproduzindo situações que fazem parte do seu dia a dia profissional. Durante os cenários práticos, os alunos interagem com simuladores, atores e equipamentos médicos, sempre em um ambiente seguro e controlado, sem risco para eles ou para o paciente.

“Essa relação que estamos construindo tem o sentido de prover a UFF com ferramentas capazes de gerenciar a qualificação dos profissionais de saúdes em todos os níveis. Técnicos e professores poderão usufruir da capacitação do ponto de vista comportamental, que será um diferencial muito grande”, explica o médico, diretor da IBKL e ex-aluno de Medicina da UFF, Josier Vilar.

Os professores da Faculdade de Medina comemoraram a assinatura do convênio, destacando a abertura de novas possibilidades para o exercício do tripé acadêmico na área de saúde. Segundo o professor Beni Olej, esse é um passo fundamental “não só para oferecer para os profissionais do Hospital uma possibilidade de treinamento e de evolução, mas também um novo cenário de Ensino, Pesquisa e Extensão que pode, num momento posterior ser estendido à rede pública de saúde de Niterói e das cidades vizinhas”.

O professor Ismar Lima Cavalcanti reforça esses benefícios. “Poderíamos sintetizar o que estamos vendo aqui hoje com a palavra: parceria. Esse projeto é uma grande parceria, somando forças vamos poder construir um centro realmente avançado, usando a tecnologia e o conhecimento desses três atores para que possamos cumprir nossa função universitária de ensino, pesquisa e extensão”, disse.

 

IBKL

O IBKL é uma empresa especializada em soluções educacionais para a capacitação de profissionais de saúde através de núcleos de treinamento montados dentro dos próprios hospitais e instituições de ensino superior.

A empresa possui mais de 20 anos de trabalho com educação de profissionais de saúde. Em 2016, criou o programa Medflix, um modelo inovador para o desenvolvimento, aplicação e controle de programas de educação permanente presenciais. Com o modelo de treinamento sendo realizado dentro da própria instituição, é possível envolver mais profissionais e reduzir custos com deslocamento, além de otimizar a logística do treinamento.

Compartilhe