icone pessoasEu sou: Técnico | Docente | Estudante

Crise da Petrobras é tema de artigo premiado na UFF Macaé

O curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal Fluminense em Macaé recebeu pela primeira vez o prêmio Contador Américo Matheus Florentino 2016. O concurso, criado há cinco anos pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro, em sua sexta edição, concedeu à UFF o primeiro lugar com o artigo produzido por uma graduada na instituição. O objetivo da premiação é despertar o interesse pela pesquisa entre os alunos e professores do curso de graduação e pós-graduação em Ciências Contábeis das instituições de ensino superior do Estado do Rio de Janeiro.

A autora do artigo é a ex-aluna do curso de Ciências Contábeis, Emanuelle Souza. Segundo ela, o trabalho foi uma adaptação de sua monografia de conclusão de curso, intitulada os “Impactos da operação Lava-Jato e da crise internacional do petróleo nos retornos anormais e indicadores contábeis da Petrobras 2012-2015”. A ideia de transformar a monografia em artigo para ser submetido ao prêmio foi de seu orientador, o professor e vice-chefe de departamento do curso de Ciências Contábeis em Macaé, Maycon Peter da Rosa. “A princípio, eu analisaria a empresa na qual trabalhava, mas como saí de lá, meu orientador e eu optamos pela mudança do objeto inicial. Nesse momento, meu orientador sugeriu o tema com o qual fui premiada”, explica Emanuelle.

O prêmio mudou minha visão e hoje admito que estou disposta a investir em pesquisa", declara Emanuelle Souza.

A graduada revela que o artigo aborda a existência de variações significativas em todos os índices financeiros dentro do recorte de tempo escolhido para a pesquisa, principalmente entre o terceiro e quarto trimestres de 2014, período de deflagração da Operação Lava-jato. “A liquidez geral tem mostrado a tendência de queda. Os índices de endividamento têm subido e são  afetados principalmente pela contratação de empréstimos a longo prazo, na intenção de melhorar a liquidez de curto prazo da empresa. O retorno do investimento para os sócios, payback, ficou negativo”, esclarece. “Se não houver mudança no cenário apresentado, o futuro da Companhia é incerto, já que a perda em desvios totalizou 6,194 bilhões”, ressalta.

Apesar da crise em que se encontra a Petrobras, Emanuelle destaca também que de acordo com as pesquisas realizadas, a empresa vem tendo lucro operacional constante até o momento atual. “Com a perspectiva do aumento do preço do barril para os próximos anos e com a mudança ocorrida na estatal para uma gestão de recursos com menos participação de capital de terceiros, a estatal possui boas perspectivas de retomada de crescimento”.

Estímulo e visibilidade

De acordo com o professor Maycon da Rosa, o tema escolhido está relacionado à realidade de Macaé, que é vista como a cidade do petróleo. “A ideia de focar na Petrobras, analisando as curvas de suas ações entre 2012 e 2015 teve como objetivo explorar um assunto mais abrangente, mais relevante e que está relacionado intrinsecamente à realidade de Macaé”, declara.

Rosa ressalta que o prêmio deu visibilidade à unidade, já que, segundo ele, a sede em Niterói sempre se destaca por conta de uma estrutura mais completa. “Não só estamos divulgando o nome da UFF, como mostramos que o interior tem capacidade de obter prêmios importantes e expandir seus horizontes”.

Já na visão do professor Márcio Marvilla Pimenta, co-orientador do trabalho vencedor, o prêmio, que em edições anteriores foi liderado pela UFRJ e Uerj, veio como um incentivo para o corpo discente, como uma forma de impulsioná-los para a produção de trabalhos mais relevantes para a sociedade. Para ele, a premiação contribui para despertar nos alunos um interesse maior em participar de projetos de pesquisa, produção de artigos e estarem mais engajados nessa área. “As monografias do curso de Ciências Contábeis são geralmente voltadas para análises financeiras das empresas em que os alunos trabalham”, esclarece o docente.

Pimenta ressalta o cuidado do departamento em proporcionar uma formação ampla aos alunos, que não se limite a conhecimentos técnicos. “Existe uma preocupação de nós professores do curso em aperfeiçoar o ensino e desenvolver o senso crítico dos alunos, para que isso gere frutos, como foi o caso da conquista do prêmio oferecido pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro”.

Pesquisa em foco

“Mais importante que a premiação foi o incentivo à pesquisa, que até então eu não encarava como uma opção de carreira”, relata Emanuelle, que também admitiu que por falta de conhecimento das atividades praticadas pelos pesquisadores, acreditava que eram inacessíveis para a maioria e só eram praticadas por um nicho muito restrito de alunos. “O prêmio mudou minha visão e hoje admito que estou disposta a investir em pesquisa. Atualmente, é uma realidade bem mais próxima”, analisa.

Emanuelle acrescenta que a procura pela área cresceu após o destaque no concurso. “A maioria dos estudantes em Macaé está no mercado de trabalho e não se interessava em se dedicar ao universo científico. Mas, com certeza, hoje o número de graduandos do curso que cogita este caminho é maior”, conclui.

Depois de despertado o interesse em seguir na área acadêmica, a graduada revela que já está trabalhando no próximo artigo. “Minha intenção é abordar o impacto do impeachment sobre as ações da Petrobras, mas ainda estamos no processo de obtenção de dados mais completos e detalhados”.

Atualmente, a UFF Macaé oferece graduação em Administração, Ciências Contábeis e Direito.

Público-alvo: 
Localidade: