Nota à Comunidade Universitária

Print Friendly, PDF & Email

1 -  Entre os dias 27 e 29 de maio a Reitoria foi ocupada por estudantes que apresentaram uma pauta que tinha como pontos prioritários a regularização do pagamento de bolsas de monitoria, a reabertura do bandejão da Praia Vermelha, uma reunião extraordinária do Conselho de Ensino e Pesquisa, a criação de uma mesa de negociação permanente de greve e regularização do pagamento de terceirizados;

2 – Em relação a estes pontos, esclarecemos que foi criada uma comissão de estudantes para acompanhar o processo de pagamento das bolsas de monitoria; a reunião do CEP, da mesa de negociação permanente de greve e uma reunião com os terceirizados foram convocadas para esta semana; e foi reafirmada a abertura do bandejão da Praia Vermelha, que já estava prevista;

3 - Nesse processo, a administração da UFF, reconhecendo a importância do diálogo com o movimento estudantil, empregou todos os esforços no sentido de construir compromissos com os estudantes;

4 - A Universidade Federal Fluminense converge com o movimento estudantil no sentido de garantir recursos para educação, visando a sustentabilidade e o pleno funcionamento da UFF. Entre esses recursos estão o pagamento de terceirizados, assistência estudantil, bolsas em geral, conclusão de obras, funcionamento pleno dos bandejões e da moradia estudantil e sua manutenção;

5 - A administração da UFF incorpora processos democráticos à vida universitária que exigem, acima de tudo, transparência, capacidade de diálogo e construção colegiada de decisões. Isto se refletiu no democrático processo de negociação frente à ocupação da reitoria;

6 - Sublinhamos que estamos lidando com jovens estudantes da UFF sob nossa responsabilidade. Por isso, justifica-se que todos os canais de negociação devam ser esgotados antes do emprego de medidas legais cabíveis;

7 - Reconhecemos, no entanto, a dificuldade que setores importantes da UFF enfrentam mediante a obstrução do acesso e a supressão do direito de ir e vir no âmbito da universidade. Por isso, garantimos que nosso foco de ação continuará dirigido para a desobstrução de todos os campi da UFF, num processo que assegure, em primeiro lugar, a autonomia universitária, considerando apenas outras formas drásticas de intervenção, também de nossa obrigação legal, somente em última instância.

Assinado: Reitor e Comitê Gestor da UFF

Grande área: 
Localidade: