Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Notícias e avisos mais recentes

UFF de Petrópolis e Prefeitura juntas na prevenção aos desastres naturais

Fachada da Escola de Engenharia de Produção em Petrópolis.

A Universidade Federal Fluminense tem como um dos seus principais objetivos a integração entre seus cursos e a realidade das comunidades nas quais eles se inserem. Essa é uma preocupação comum a todos os "campi" localizados fora de Niterói. No caso de Petrópolis, atualmente, a unidade está envolvida na solução de um problema grave que afeta a região: os desabamentos.

UFF de Volta Redonda cria ferramentas digitais para crianças autistas

Ambiente Lúdico do Ladaca favorece a socialização e qualidade de vida de crianças autistas - Foto: Divulgação

O Transtorno do Espectro Autista, popularmente conhecido como autismo, é um Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD). Recebe o nome de “espectro” porque é um transtorno que se apresenta em diferentes níveis de comprometimento. Suas principais características são a dificuldade na interação social, dificuldades na comunicação e alterações de comportamento. Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), aproximadamente 1% da população mundial, ou uma em cada 68 pessoas, apresenta algum transtorno do espectro autista.

‘Minha Saúde’: rede social e medicina unidas em projeto da UFF

Doutoranda explica o funcionamento da "Minha Saúde". Foto: Sérgio Borsoi Júnior

O uso da tecnologia na medicina é cada vez mais comum, já que pode facilitar o diagnóstico e tratamentos médicos. Alinhado a essa realidade, o Instituto de Computação da Universidade Federal Fluminense (IC-UFF) desenvolve projetos que proporcionam a integração entre as duas áreas. O Instituto pretende no segundo semestre de 2016 dar continuidade ao Projeto “Minha Saúde”, uma rede social voltada inicialmente para idosos e pacientes portadores de problemas cardíacos. O projeto é desenvolvido pelo Laboratório Tempo do IC-UFF.

Gincana é a atração escolhida para o Acolhimento Estudantil

Logotipo do Acolhimento Estudantil da UFF

Corrida de saco, ovo na colher, karaokê, arrecadação de alimentos, caça ao tesouro e cabo de guerra serão algumas das provas que compõem a Gincana organizada pelo Acolhimento Estudantil da Universidade Federal Fluminense (UFF). O evento será realizado nesta sexta-feira (2), das 9h e às 17h, na Educação Física, Campus do Gragoatá. Devido à alteração do calendário por conta dos Jogos Olímpicos, o acolhimento este ano ganha um novo formato, acontecendo em um dia só, diferente das edições anteriores em que o evento acontecia ao longo do período de matrícula.

Programa Educação Patrimonial em Oriximiná: saberes locais em destaque

Alunos da rede municipal de Oriximiná – Foto: Juka Tavares

Em seu oitavo ano de existência, o programa de extensão Educação Patrimonial em Oriximiná celebra um feito: a criação do primeiro curso de pós-graduação lato sensu em Etnoeducação da UFF. O programa é vinculado ao Departamento de Artes e Estudos Culturais (IHS/Puro), no Campus de Rio das Ostras, e ao Departamento de Psicologia (ICHF), em Niterói. As principais ações ocorrem na Unidade Avançada José Veríssimo (UAJV), no Pará, e nas comunidades locais.

UFF Ativa: o futuro do esporte na Universidade

Luta Olímpica da UFF vem ganhando destaque Foto: Divulgação

O Brasil terminou as Olimpíadas Rio 2016 em 13º lugar no quadro de medalhas, com sete delas douradas, um recorde para o país nos Jogos. Agora é hora de olhar para o futuro do esporte brasileiro. A prática esportiva pode ser um importante instrumento de inclusão social, além de constituir uma significativa área de interesse acadêmico. Com essa percepção, a UFF vem buscando apoiar alunos e professores que participam de treinos e competições de diversas modalidades individuais e coletivas, por meio do Projeto UFF Ativa, criado em 2014 e vinculado à Coordenação de Apoio Acadêmico da Proaes.

Descoberta científica brasileira recebe prêmio da Sociedade Americana de Ficologia

Logo da Phycological Society of America, instituição responsável pelo prêmio.

Um estudo realizado por professores, pesquisadores e alunos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Portsmouth University (Inglaterra) recebeu, no dia 28 de julho, o prêmio de melhor artigo científico, o Provasoli Award, concedido pela Sociedade Americana de Ficologia (Phycological Society of America).

Reunião da ABA destaca trajetória de pesquisadores da UFF

30ª Reunião Brasileira de Antropologia

Os professores Eliane Cantarino O’Dwyer e Roberto Kant de Lima foram homenageados na reunião da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), realizada em João Pessoa, de 3 a 6 de agosto, com a concessão da Medalha Roquete Pinto, em reconhecimento a suas trajetórias acadêmicas e serviços prestados à associação. Na ocasião, também foram homenageados dois professores de outras universidades: Carlos Alberto Cardoso Soares, da UFBA, e Carmen Silva de Moraes Rial, da UFSC.

Marlene Pinto Mendes: uma campeã em dois tempos

Foto tirada em 1995 em campeonato realizado no Brasil

O ano de 1933 foi marcado por acontecimentos nas mais diversas áreas. Nos Estados Unidos, Franklin Roosevelt dava início ao New Deal – conjunto de medidas econômicas e sociais que tinham como objetivo recuperar a economia do país após a crise de 1929. Na Alemanha, Adolf Hitler era nomeado chanceler. No Brasil, Tarsila do Amaral pintava a obra "Operários", um marco modernista. Já no Rio de Janeiro nascia a futura campeã mundial da categoria Master de natação, Marlene Pinto Mendes.

Torben Grael: um campeão da vela focado na inclusão social

Foto: Divulgação

Com cinco medalhas olímpicas em sua carreira como velejador, entre elas duas de ouro, Torben Grael está pronto para mais uma competição, os Jogos do Rio 2016, no período de 5 a 21 de agosto. Além do histórico vitorioso como atleta, Torben é um dos idealizadores e fundadores do Projeto Grael, que busca promover a inclusão de jovens estudantes de escolas públicas no esporte da vela e inseri-los no mercado de trabalho do setor náutico. O bicampeão olímpico na categoria Star se formou em Administração na UFF nos anos 80.

Pesquisas sobre fisiologia do exercício representam legado acadêmico na UFF

Equipe do Lace monitora o voluntário Daniel Galinis - Fotos: Letícia Felippe

Os Jogos Olímpicos de 2016 deixam um legado de transformações pelo Rio de Janeiro. À primeira vista, as principais mudanças se dão nas áreas de infraestrutura, serviços públicos e incentivo à prática de esportes. Mas há também o legado acadêmico, pouco falado, que se perpetuará graças às universidades e institutos. Na UFF, um desses polos é o Laboratório de Ciências do Exercício (Lace), em atividade no Instituto Biomédico desde 1994. De forma multidisciplinar, a equipe pesquisa a fisiologia humana durante a prática de atividade física.

Vida de refugiados sírios no Rio é tema de pesquisa na UFF de Angra dos Reis

Mosaico feito por alunas do curso de artesanato oferecido pela Cáritas a refugiados e solicitantes de refúgio.

Desde 2011, com o início dos conflitos na Síria, o mundo vem acompanhando o drama enfrentado pela população do país. A maior parte das pessoas que deixa a região devastada pela guerra busca refúgio em nações vizinhas ou europeias, onde frequentemente são recebidas com hostilidade e xenofobia. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), agência da ONU para refugiados, até 2016, em torno de 4,8 milhões de sírios foram recebidos em países próximos, enquanto cerca de 900 mil migraram para a Europa, muitos deles arriscando a vida atravessando o Mar Mediterrâneo.

Projeto da UFF estuda tartarugas marinhas da Baía de Guanabara

Integrantes do Projeto Aruanã com tartaruga marinha em Itaipu

Com o objetivo de monitorar a presença e a qualidade de vida das tartarugas marinhas existentes na Baía de Guanabara e adjacências, surgiu em 2009 o Projeto Aruanã. Sediado no Laboratório de Biologia do Nécton e Ecologia Pesqueira (Ecopesca), do Departamento de Biologia Marinha da UFF, em Niterói, procura não só trabalhar diretamente com as tartarugas, mas também conscientizar a população da cidade através da educação ambiental.

Laboratório de Brinquedos da UFF capacita educadores e estudantes da Medicina

O ato de brincar ou até mesmo de produzir seus próprios brinquedos não se restringe às crianças. Criar, construir e promover jogos e atividades lúdicas pode fazer parte do universo de pessoas de qualquer faixa etária. Interessadas neste tema, as professoras Mônica Ledo Silvestri e Andrea Serpa, do Departamento Sociedade, Educação e Conhecimento, criaram há 12 anos o grupo Centro de Aprendizagens, Pesquisa e Extensão: Cultura, Arte e Brinquedo em Educação (Cabe).

Centro de estudos na UFF investiga questões sobre desigualdade e desenvolvimento

O Cede discute a superação das desigualdades sob uma estratégia de desenvolvimento

A desigualdade, nas diversas dimensões, é uma das questões mais relevantes da atualidade. Atentos a esta temática, professores e estudantes da UFF realizam suas pesquisas no Centro de Estudos sobre Desigualdade e Desenvolvimento (Cede). Em atividade há mais de uma década, é voltado à discussão da superação das desigualdades sob uma estratégia de desenvolvimento, focada em aspectos econômicos, sociais, ambientais, políticos, jurídicos, éticos, culturais, educacionais, entre outros.

Alunos da UFF Volta Redonda ensinam a população como administrar orçamento

Professor Júlio Meirelles ministrando uma palestra.

Alunos da UFF de Volta Redonda se uniram para criar o projeto Educação Financeira para a Sociedade. Com a coordenação do professor Júlio Meirelles, tem o objetivo de ensinar à população local sobre como organizar suas contas e ter tranquilidade orçamentária no final do mês.

Geofísica inaugura sala de projeção 3D com tecnologia de ponta

Segundo Arthur, tecnologia o projetor é do que há de mais moderno em universidades brasileiras

O curso de graduação em Geofísica da UFF passou a utilizar uma nova tecnologia: a sala de projeção 3D, que proporciona a visualização de projetos com profundidade tridimensional. O espaço foi inaugurado no dia 30 de maio. Foram dois anos desde o surgimento da ideia até a construção da unidade e início do seu funcionamento. Com o atual equipamento, a visualização das versões finais dos trabalhos e a observação de dados serão mais precisas e aprofundadas em relação às realizadas com mapas, plantas, desenhos e esquemas impressos.

Programa estimula ações sustentáveis na UFF

Professora Maristela Soares junto das alunas Fernanda Marinho e Clara Lira em campanha de sensibilização no restaurante universitário do gragoatá. Foto: Letícia Felippe

A Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Federal Fluminense (UFF) vem ampliando a atuação do seu Projeto de Gestão de Resíduos. O principal objetivo é informar à comunidade universitária sobre processos de coleta e tratamento, advertir sobre a questão do desperdício e promover a educação ambiental dentro dos campi da instituição.

Páginas

Latest NewsÚltimas notíciasQualidade: Top 10 - últimos 2 mesesRepresentatividade: Top 10 - últimos 2 mesesPolíticas da reitoria: Top 10 - últimos 2 mesesImpacto social: Top 10 - últimos 2 meses
Subscrever Latest News