GE Celma investe em parceria com o meio acadêmico-UFF Petrópolis

Print Friendly, PDF & Email

GE Reports Brasil - https://bit.ly/2KVB1LI

Engana-se quem pensa que as parcerias entre o mundo acadêmico e o meio corporativo perderam força nos últimos anos. Segundo dados da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), entre 2000 e 2016, a participação de empresas privadas nos projetos de pesquisa e desenvolvimento das duas maiores universidades do país, USP (Universidade de São Paulo) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), cresceu de forma gradativa.
A GE Celma recebeu cerca de 20 alunos do curso de engenharia de produção do campus de Petrópolis da UFF (Universidade Federal Fluminense) para que, juntos com a empresa, desenvolvessem projetos inovadores. O foco foi o aprimoramento do processo produtivo na área de novos motores da empresa. “É a união da juventude com a experiência. Os alunos deixam um pouco a vida acadêmica e vivenciam o dia a dia de uma empresa, seus problemas e soluções”, conta Jaqueline Tibau, diretora de RH da GE Celma.


Aprendizado baseado em projeto

A parceria da UFF e da GE Celma é parte de um projeto maior, que envolve a instituição de ensino e outras empresas da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. Na Celma, os alunos trabalharam questões como empreendedorismo, sustentabilidade e metodologia ativa de aprendizagem (premissas do programa entre a universidade e as empresas) e, claro, alguns dos processos de produção da unidade de aviação da GE no Brasil. “Os ganhos para os jovens são muitos. Eles aprendem a trabalhar em equipe e treinam aspectos como liderança e a importância da comunicação clara para o bom funcionamento de qualquer projeto”, frisa Jaqueline.
Os 18 alunos foram divididos em três grupos e cada grupo foi liderado por um estudante no papel de Gerente de Projeto. No final dos seis meses de trabalho, que incluíram tempo em sala de aula e visitas à unidade 14 Bis da Celma, três projetos foram apresentados para as lideranças da empresa. “Desenvolvemos um projeto de equipamento para verificação de assentamento, de aplicação do mapeamento do fluxo de valor e um cronograma para planejamento e controle de produção. Os alunos ganharam visibilidade e os gestores da Celma, ideias inovadoras”, afirma Thiago Barros, líder de operações da unidade 14 Bis e um dos maiores incentivadores da parceria com a instituição de ensino.
A parceria entre a GE Celma e o curso de engenharia de produção da UFF de Petrópolis deve continuar no segundo semestre deste ano. “Vamos continuar com o projeto. Ver os alunos aprendendo na prática é gratificante, mas o benefício maior é da empresa. Os jovens conseguem identificar oportunidades e formas de melhorar o processo produtivo que, por muitas vezes, não temos tempo para identificar e trabalhar”, diz Thiago Barros, que ainda frisa a inovação que o projeto traz para a empresa. “São ideias de gente jovem, capaz e com a mente aberta ao novo. São projetos inovadores que podem mudar, para melhor, nossos métodos no futuro”, conclui.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Telefone: 
997138956

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 19/08/2019 - 09:15