Formatura do curso de bacharelado em Segurança Pública e Social

Print Friendly, PDF & Email
Categoria: 
Onde: 
Universidade Federal Fluminense
Niterói - RJ
Quando: 
sab, 09/07/2016 - 20:00 até 23:00
Descrição: 

O DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA PÚBLICA da UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE irá promover, no dia 09 de julho de 2016, a formatura de sua primeira turma de BACHARELADO EM SEGURANÇA PÚBLICA E SOCIAL. Trata-se da primeira turma de bacharéis em segurança pública de uma universidade federal no país.
 
Os alunos são selecionados através de seleção unificada do ENEM e SISU e o processo seletivo é aberto para qualquer pessoa que esteja interessada na aquisição de um conhecimento mais aprofundado e na promoção de políticas públicas mais informadas nesta área. Os objetivos do curso são entender as políticas públicas de segurança pública e social sob a perspectiva dos princípios constitucionais da sociedade democrática (republicana e pluralista) e de direito, indagar sobre a natureza dos conflitos e sobre as causas e impactos da violência na sociedade e compreender a forma de organização das agências que lidam com os temas da prevenção da violência e criminalidade e promoção da justiça.
 
Com estes subsídios, a partir de pesquisas cientificas e aplicadas das áreas de ciências humanas e sociais aplicadas, capacita profissionais para subsidiar, formular, acompanhar e avaliar políticas públicas e desenvolver e implementar ações que privilegiem o ponto de vista da sociedade na área da segurança pública e social.
 
Esta iniciativa foi considerada a experiência mais bem consolidada em transferência de tecnologia social do país pelo Ministério da Ciência e Tecnologia através da avaliação das iniciativas promovidas pelos INCTs desde 2009. O curso foi proposto no âmbito do Programa de Institutos nacionais de Ciência e Tecnologia pelo Instituto Nacional de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT-InEAC), o único dedicado à temática da segurança pública com sede no estado do Rio de Janeiro e  o primeiro INCT sediado na Universidade Federal Fluminense.
 
As primeiras monografias defendidas por esta turma de bacharéis versaram sobre pesquisas empíricas realizadas sobre a inserção de crianças e adolescentes em projetos sociais ditos preventivos e ressocializadores, diante possíveis experiências com situações de risco e de relações com cumprimento de medidas socioeducativas; sobre a construção social da categoria bala perdida, descrevendo os protocolos práticos de análise institucional sobre casos de suas vítimas, sua classificação, contabilização e análise estatística pela polícia do Rio de Janeiro; sobre as características observadas na relação de ensino-aprendizagem e de hierarquia e disciplina no curso de Tecnólogo em Segurança Pública e Social destinado aos profissionais de segurança pública; sobre o método de gestão carcerária das Associações de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) em Minas Gerais; sobre os conselhos comunitários de Segurança que institucionalizam espaços de participação popular no campo da segurança pública, buscando compreender o funcionamento e a dinâmica de sociabilidade nesses espaços; sobre o contexto histórico do processo de descentralização da segurança pública e as transformações que levaram as guardas municipais de instituições ocupadas na vigilância de seus próprios para serem responsáveis pela prevenção da violência e da criminalidade a partir do caso específico de Niterói; sobre a experiência do curso de formação para a Guarda Municipal de Niterói contextualizando as dinâmicas de atuação dos novos guardas; sobre a administração institucional de conflitos na Unidade de Polícia Pacificadora da Providência no Rio de Janeiro, com foco na relação entre as policiais do sexo feminino e a população da comunidade; sobre as audiências de instrução e julgamento de um caso de ‘repercussão’, envolvendo o desaparecimento de um morador de favela no Rio de Janeiro após uma abordagem policial, para compreender as moralidades acionadas nos Tribunais; sobre a dinâmica social do arrastão na praia de Ipanema, Rio de Janeiro, para explicitar seus fatores históricos, os contextos, o discurso dos jovens e dos agentes públicos , bem como suas ações.
 
Para mais informações ver:  http://www.ineac.uff.br  e http://dsp.sites.uff.br

Mais informações
Estas são as informações de contato do setor da UFF responsável pelo evento:
Telefone de contato: 
(21) 3674 7483 / (21) 3674 7482
Email institucional: 
dsp@vm.uff.br