Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Estudo revela violências e vulnerabilidades nos desenhos infantis

Parte do universo lúdico de toda criança, o ato de desenhar é também a forma pela qual os pequenos conseguem expressar seus sentimentos e retratar as experiências sobre o mundo à sua volta. Por isso mesmo, os rabiscos infantis são comumente utilizados para analise e diagnóstico por psicólogos e pediatras. São também o objeto de um estudo aprofundado disponível no livro "Violências e vulnerabilidades nos desenhos infantis", organizado por Simone de Assis e Joviana Avanci e publicado pela Eduff em coedição com a Editora Fiocruz.

A obra é fruto de um trabalho que envolveu cerca de 500 crianças e adolescentes do ensino fundamental do município de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, e contou com a colaboração de profissionais da área de saúde pública especializados no tema da violência e em saúde mental.

Os nove capítulos que compõe a coletânea trazem reflexões sobre a relação entre a expressão gráfica infantil e os contextos sociais e as condições de saúde mental das crianças que participaram do estudo. A partir de desenhos que retratam a família e o ambiente doméstico, os pesquisadores se propõem a conhecer as expressões gráficas que indiquem vulnerabilidades sociais.

 

Saiba como comprar.

 

 

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 
Telefone: 
21 2629-5290
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 11/01/2018 - 14:28