Eduff lança livro sobre o mercado de crédito no governo de Dom João VI

Print Friendly, PDF & Email

Em "O mercado de crédito na corte joanina" (Eduff, 2019), a historiadora Elizabeth Souza analisa as relações sociais de empréstimos na cidade do Rio de Janeiro durante o período joanino, entre 1808 e 1821. No mais novo lançamento da Eduff, a autora se utiliza da História Econômica e da Social para investigar como essas relações influenciaram as instâncias político-administrativas do governo de Dom João VI.

Por meio do sistema de crédito, a Elizabeth Souza investiga como a metropolização do Rio de Janeiro e os costumes sociais regularam os endividamentos na cidade. A cautela na liberação de empréstimos não se deixava inibir pelos graus de amizade e parentesco e tinha juros, prazos e hipotecas como elementos comuns das negociações. Os agentes das relações de crédito abrangiam desde os homens mais ricos e influentes da sociedade até negros livres, forros e mulheres.

Para garantir a segurança do retorno do empréstimo, o acesso à informação era de extrema importância. Esse acesso se dava pelo tabelião, que buscava as informações registradas no cartório e as repassava para os credores, ou pela imprensa, que se popularizou como um “espaço de divulgação de notícias e construção de imagens das relações de empréstimo”. A pesquisa de Elizabeth Souza abrange todo esse repertório e se dirige aos estudiosos da história econômica e social.

Ficou interessado? Leias as primeiras páginas do livro no perfil da Eduff, no ISSUU.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 
Telefone: 
(21)26295289
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.