Eduff lança estudo antropológico sobre cursos técnicos

Print Friendly, PDF & Email

Recém-lançado pela Eduff, o livro "Tentando ser alguém na vida", da antropóloga Izabella Pimenta, traz um estudo detalhado sobre a educação profissional e o mundo do trabalho. No livro, a autora analisa as diferentes formas como trabalhadores urbanos da região do Grande Rio lidam, nos cursos técnicos de qualificação, com as relações entre teoria e prática.

A obra tem como objetivo quebrar os estereótipos relacionados ao ensino técnico em dois principais pontos. O primeiro diz respeito ao nível econômico-social dos estudantes. Ao contrário do senso comum que liga à "coisa de pobre", Pimenta percebe que muitas das famílias têm certa estabilidade econômica e bom nível de qualificação profissional.

O segundo ponto parte da crença social do ensino técnico como último passo antes da inserção no mercado de trabalho, o que nem sempre é verdade, pois muitos deles manifestam interesse em ingressar no ensino superior.

Sobre a autora

Izabella Pimenta é doutora e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense. Pesquisadora visitante do Departamento de Criminologia da University of Ottawa (Canadá) e do Correctional Service of Canada, atuou com políticas de trabalho para egressos do sistema prisional. É também pesquisadora do Laboratório de Gestão de Políticas Penais da Universidade de Brasília e do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos da Universidade Federal Fluminense.

--> Saiba como adquirir.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 
Telefone: 
21 2629 5586
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.