Descarte de pilhas e baterias no Campus UFF de Rio das Ostras

Print Friendly, PDF & Email

Se você não sabia onde descartar pilhas e baterias comuns, agora você já tem um recipiente apropriado para depositá-las no Instituto de Humanidades e Saúde (IHS) do Campus UFF de Rio das Ostras (Curo). O depósito, devidamente identificado, fica no hall de entrada  ao lado do Laboratório de Informática.

A iniciativa é da professora do Departamento de Ciências da Natureza (RCN), e pesquisadora do Núcleo de Pesquisas Químicas e Biológicas (NPQB) do Campus UFF de Rio das Ostras,Vanessa End. “Com a preocupação do descarte incorreto deste material, providenciei um recipiente para que as pessoas que tiverem pilhas e baterias comuns usados  possam fazer o descarte correto. Fiquei responsável por recolher o material e levar até o Parque dos Pássaros de Rio das Ostras onde eles farão a destinação apropriada”, concluiu a docente.

Vale ressaltar que as pilhas e baterias de uso doméstico apresentam um grande perigo quando descartadas incorretamente. Na composição dessas pilhas são encontrados metais pesados como: cádmio, chumbo, mercúrio, que são extremamente perigosos à saúde humana. Dentre os males provocados pela contaminação com metais pesados está o câncer e mutações genéticas.

Só para esclarecer, as pilhas e baterias em funcionamento não oferecem riscos, uma vez que o perigo está contido no interior delas. O problema é quando elas são descartadas e passam por deformações na cápsula que as envolvem: amassam, estouram, e deixam vazar o líquido tóxico de seus interiores. Esse líquido se acumula na natureza, ele representa o lixo não biodegradável, ou seja, não é consumido com o passar dos anos. A contaminação envolve o solo e lençóis freáticos prejudicando a agricultura e a hidrografia.

O Curo fica na Rua Recife s/n, Jardim Bela Vista.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Telefone: 
22- 98826046
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 22/03/2018 - 12:39