Oriximiná - PA

A UFF vem desenvolvendo suas atividades em vários municípios do Estado do Rio de Janeiro, a fim de atender à demanda da população do interior, e cumprindo a proposta da política pública de educação que estimula a interiorização, ampliando sua oferta de cursos, assim como outras atividades acadêmicas.

Além de suas instalações no Estado, mantém também instalações no Estado do Pará desde 1972 quando foi criado o Campus Avançado na Região Amazônica, a Unidade Avançada José Veríssimo – UAJV - em Óbidos, estendendo suas ações para os Municípios de Oriximiná, Juruti, Terra Santa e Faro.

Logo após a regulamentação da Unidade Avançada José Veríssimo, pelo Conselho Universitário desta Universidade, a UFF inicia seus trabalhos acadêmicos naquela região, enviando equipes de atuação.

Em 1975, o Campus foi definitivamente transferido para Oriximiná, também no Estado do Pará, onde se mantém até hoje desenvolvendo atividades extensionistas articuladas com o ensino e a pesquisa e estende, ocasionalmente, suas atividades aos municípios limítrofes de Oriximiná.

Desde 1973 a UFF assumiu a responsabilidade técnica e administrativa do Hospital Maternidade São Domingos Sávio - HMSDS, pertencente à Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Oriximiná (APMIO).

Cabe à Coordenação de Integração Acadêmica da PROEX (CIAC/EX) a responsabilidade pelo acompanhamento das ações desenvolvidas na UAJV e no HMSDS.

Prefeitura Municipal de Oriximiná - Pará: http://www.oriximina.pa.gov.br/index.php

Notícias e Informes recentes

Proaes divulga Edital do Projeto Milton Santos - Promisaes

A Proaes divulgou hoje o Edital do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior – Promisaes, para o ano de 2020.

O Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior - Promisaes foi instituído pelo Decreto nº 4.875, de 11 de novembro de 2003.

O Edital visa à concessão de auxílio financeiro no valor de R$ 622,00 (seiscentos e vinte e dois reais) por 12 meses, em moeda corrente brasileira, para alunos estrangeiros participantes do PEC-G e regularmente matriculados em cursos de graduação das Instituições Federais de Educação Superior – IFES.

Proex parabeniza o "Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência"

#ProexEmAção parabeniza o "Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência" é celebrado a cada ano em 11 de fevereiro e tem como objetivo promover o acesso integral e igualitário de mulheres e meninas na ciência.
Apesar dos ganhos notáveis que as mulheres conquistaram na educação, em direitos políticos e na força de trabalho nas últimas décadas, o progresso foi desigual. De acordo com o Instituto de Estatísticas da UNESCO (UNESCO-UIS), apenas 28% dos pesquisadores do mundo são mulheres.

UFF é selecionada para o Programa da CAPES de combate ao derramamento de óleo nos mares

Em agosto de 2019, ocorreu o derramamento de petróleo cru que atingiu mais de dois mil quilômetros da costa das regiões Nordeste e Sudeste do Brasil. Considerado o maior episódio de vazamento de óleo no país em termos de extensão, as manchas provocaram uma tragédia ambiental que abrangeu foz de rios, pontos de captação de água e unidades de conservação. Até outubro passado, a contaminação havia chegado a mais de 200 localidades de vários municípios dos nove estados nordestinos.

LOA determina cortes e condicionamento do orçamento da UFF para 2020

A Lei Orçamentária Anual (LOA) aprovada pelo Congresso Nacional para o exercício de 2020 e sancionada pelo Presidente da República aponta para mais um ano de restrição para as universidades federais. Estudo técnico realizado pela Pró-Reitoria de Planejamento da UFF indica que há dois problemas principais a serem enfrentados. O primeiro é uma redução de quase 4% da verba discricionária em relação a 2019, atingindo diretamente os recursos de custeio, capital e assistência estudantil. O segundo é o bloqueio de 40% do orçamento global, impactando, inclusive, gastos com pessoal.

Das telas para a sala de aula: projeto da UFF de Volta Redonda utiliza desenhos animados japoneses no ensino de química

Os desenhos japoneses são um sucesso entre os adolescentes brasileiros. Com milhões de fãs espalhados pelo mundo, os animes - como são popularmente conhecidos - chegaram ao Brasil no final dos anos 60, mas foi só a partir da década de 90 que começaram a se tornar mais influentes para a juventude do país. Atualmente, as animações orientais deixaram de estar somente nas televisões e outros aparelhos eletrônicos para invadir as salas de aula.

Páginas