Autocuidado e o movimento de olhar para si: práticas diárias que podem te proporcionar saúde e bem-estar na quarentena

Print Friendly, PDF & Email

Se observarmos a pandemia como uma maratona e nos colocarmos nessa narrativa como corredores vamos perceber que, sem os devidos cuidados e certos planejamentos, nos tornaremos mais cansados e menos preparados para enfrentar o momento. Vamos aos poucos entendendo que nessa corrida não podemos estar esgotados logo nos primeiros quilômetros, caso contrário, alcançar a chegada será mais difícil. Uma euforia fisiológica, ou hiper excitação, pode sinalizar que precisamos parar. Neste processo de olhar para si, que consiste em um treino diário de perceber nossas necessidades pessoais, encaixa-se o autocuidado: uma prática de atividades intencionais e voluntárias, com tomada de decisões desempenhadas em benefício próprio a fim de manter a saúde e o bem-estar.

Recarregue as energias: Importante termos em mente que as pausas se fazem necessárias em alguns momentos. Seguindo as questões de autocuidado e o conceito de olhar para si, é preciso que haja um tempo para descanso, inclusive de redes sociais. Desconecte-se!

Sono reparador: É comum estarmos com o sono alterado devido à mudança de rotina. Quando for dormir siga alguns passos: só vá para a cama quando sentir sono; reduza as luzes; se gostar de aromas, invista em odores relaxantes no quarto; evite os equipamentos eletrônicos ao deitar; vista roupas confortáveis; tome um banho quente ou morno antes; técnicas de respiração podem auxiliar no relaxamento; mantenha o local organizado e preparado para o descanso.

Alimente de forma positiva a sua mente: Nossa mente nos bombardeia de pensamentos ao longo do dia e cerca de 80% deles possuem algum grau de negatividade. Estamos constantemente revivendo fatos negativos do passado, pensando em como as coisas podem dar errado no futuro ou nos criticando por algo. E se considerarmos esses pensamentos como verdades absolutas, eles podem provocar insegurança, angústia, raiva, ansiedade e depressão. Então, quando se pegar em situações como estas, tente fazer uma pausa e perceber que os pensamentos são apenas palavras passando pela sua cabeça e que essas histórias contadas pela sua mente podem não ser totalmente sensatas ou verdadeiras. Avalie se o pensamento está sendo útil e construtivo para você. Em caso negativo, se desconecte dele e deixe-o ir. Caso você se deixe levar pelos pensamentos negativos, eles irão impactar negativamente em seu estado emocional.

Reconheça e explore suas forças: Retome estratégias de enfrentamento e cuidado que já tenha desenvolvido em outros momentos de crise e sofrimento ao longo da sua história de vida. Ações que você tomou no passado para te ajudar a lidar com situações difíceis podem ser acessadas agora para lhe proporcionar maior estabilidade emocional, prazer e alegria. Todos nós temos recursos e forças que nos ajudaram a chegar até aqui. E evite o uso de substâncias como álcool e tabaco, até mesmo o excesso de cafeína, para lidar com as emoções.

Mude o foco: Nem todos os assuntos precisam ser sobre pandemia. Você não precisa assistir sobre o tema sempre que ligar a TV. Se você sente necessidade de buscar informações diárias, procure fontes confiáveis (como o site da Organização Mundial de Saúde, por exemplo). Fuja de Fake News e abra essas informações no máximo 1 ou 2 vezes ao dia.

“Respeite seu ritmo, reconheça suas dificuldades e peça ajuda se precisar.”

 


Já respondeu o nosso questionário “Saúde Geral do servidor UFF nos tempos de COVID-19”? Dessa forma você nos ajuda a coletar informações importantes para orientar a Universidade na oferta de serviços adequados às necessidades atuais de seus trabalhadores! Acesse: bit.ly/FormularioSaudeMental

Ah, e se você é servidor e precisar de ajuda emocional relacionada aos efeitos da pandemia do coronavírus, acesse bit.ly/EscutaPsicologicaPontual para se inscrever na "Escuta Psicológica Pontual", uma iniciativa da Equipe de Psicologia da Divisão de Assistência à Saúde da UFF.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Telefone: 
21 2629-5275
Conteúdos relacionados
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.