Artes Visuais - Centro de Artes da UFF

Subscrever feed Artes Visuais - Centro de Artes da UFF
Portal do Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense
Atualizado: 20 minutos 59 segundos atrás

Só tenho o sentimento suspenso de tudo

ter, 29/01/2019 - 15:33

Só tenho o sentimento suspenso de tudo, exposição individual de Stella Margarita com curadoria de Marisa Flórido, apresenta, na Galeria de Arte da Universidade Federal Fluminense, cerca de 10 pinturas de técnica mista e óleo sobre tela em tamanhos variados.  Natural do Uruguai, vivendo no Rio de Janeiro há mais de 23 anos, Margarita entrou em contato com a prática pictórica em 2006 na cidade de Caracas, Venezuela, mas foi no Brasil, entre 2010 e 2016, que consolidou sua formação na Escola de Artes Visuais Parque Lage, participando de diversos cursos de Pintura, Desenho e Teoria da Arte.  O título da mostra – “Só tenho o sentimento suspenso de tudo” – é um verso da poeta portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen pinçado do poema Passa Carros. Em suas telas, corpos, movimentos, figuras sem face definida, em ângulos, cortes e enquadramentos inusitados, flutuam em espaço e tempo incertos como se desprovidos de chão ou horizonte, como se suspensos em perplexidades e indagações.  Apenas contêm-se e transbordam daquele retângulo que lhe foi destinado – o quadro e sua janela – em gestos ora cotidianos, ora banais, ora violentos, ora amorosos, ora subjugados, ora resistentes… Nunca sabemos ao certo, e é esse sentimento (do) suspenso que as atravessam. A memória, as cenas do cotidiano familiar, as performances de Amne Imhof (com especial ênfase em Fausto), compõem a referência de uma obra que não cessa de debruçar-se sobre a tradição pictórica para indagar o que constitui, hoje, um retrato, o que define uma figura, o que seria a condição humana. Como escreveu Pedro Leal, suas pinturas tentam “captar as forças que movem o ser humano (..) ao trabalho, ao amor, a morte, ao cuidado”.

Galeria de Arte UFF Leuna Guimarães dos dos Santos
06 de fevereiro a 24 de março de 2019
Segunda a Sexta, das 10h às 22h
Sábados e Domingos das 13h às 22h
Entrada Franca

Categorias: Centro de Artes

A perplexa

ter, 29/01/2019 - 15:29

A exposição reúne artistas que passaram pelos cursos de videoarte da EAV/Parque Lage em 2018, oferecidos pela professora Analu Cunha, que assina a curadoria.

Cada um dos artistas apresentará uma videoinstalação em diferentes suportes: projetores, monitores, televisores de tubo, tablets etc. As obras exibidas de Alexandre Brasil, Ana Alvarenga, Carlos Fernando Macedo, Cecilia Sarquis, Charlotte Sarian, Gabriel Fampa, Gabriel Massan, Gilda Lima, IMT (Ísis Mendes Távora), Joel Benon, Luis Moquenco e Martha Niklaus são aquelas que trazem surpresas, indagações e enigmas ao espectador.

A perplexa apresenta a própria condição da imagem contemporânea em suas mais variadas formas. Com quais imagens podemos responder àquelas que, diariamente, nos assediam? Longe de oferecer respostas, a mostra traz diferentes interrogações. Com os artistas de A perplexa, essa interlocução não se dará com imagens standard, oficiais, publicitárias, mas por meio daquelas que se invadem, se implicam e se perdem.

Galeria de Arte UFF Leuna Guimarães dos dos Santos
06 de fevereiro a 24 de março de 2019
Segunda a Sexta, das 10h às 22h
Sábados e Domingos das 13h às 22h
Entrada Franca

Categorias: Centro de Artes

Apto22

qui, 17/01/2019 - 11:35

A mostra criada por Adriana Granado apresenta uma série de 12 autorretratos e um vídeoarte produzidos em diferentes apartamentos por onde a fotógrafa morou na cidade de São Paulo. A série explora aspectos de uma identidade construída por situações fictícias, fortemente influenciadas pelo cinema de suspense. As moradias servem de cenários pictóricos para uma personagem dúbia.

Sobre o trabalho, o filósofo e escritor Pedro Leal escreve: ¨em Apto 22, há a sensação de que estamos no meio de uma narrativa, com os personagens absortos em ações misteriosas que se tornam para nós, espectadores, carregadas de tensão. Pouco se decifra: em primeiro lugar, temos uma só ou várias narrativas? Trata-se da mesma personagem? Esta é vítima ou criminosa? O caráter de suspense não quer ou não pode ser resolvido. Nos mantemos imersos em um enigma, suspensos em uma inquietação em 3 tempos: “o que aconteceu?”, “o que está acontecendo?” e “o que acontecerá em seguida?”.

Espaço UFF de Fotografia Paulo Duque Estrada
06 de fevereiro a 24 de março de 2019
Segunda a Sexta, das 10h às 22h
Sábados e Domingos das 13h às 22h
Entrada Franca

Categorias: Centro de Artes