Cinema na UFF - Centro de Artes UFF

Subscrever feed Cinema na UFF - Centro de Artes UFF
Portal do Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense
Atualizado: 10 horas 21 minutos atrás

Ariano: Ilumiaras

ter, 29/09/2020 - 14:16

Ariano: Ilumiaras, COR, Brasil, 2020, 73 min, Livre
De Claudio Brito

O documentário “Ariano: Ilumiaras” propõe uma reflexão sobre o conceito do neologismo “ilumiara” na obra do escritor Ariano Suassuna. Na década de 1970, ainda com o nome “lumiara”, o termo estava associado às itaquatiaras, conjuntos de lajedos insculpidos ou pintados por nossos antepassados, no Sertão do Nordeste, que, como a Pedra do Ingá, eram locais de culto. Depois, na década de 1990, Ariano adota o termo “ilumiara”, que é estendido para, segundo o professor e escritor Carlos Newton Júnior, identificar “conjuntos artísticos diversos, surgidos a partir da integração de vários gêneros (pintura, escultura, arquitetura etc.) e que pudessem ser compreendidos como locais de celebração da cultura brasileira” e, também, “obras literárias que se tornam sagradas, por muito que dizem de um povo e por indicar um caminho”. Nesse aspecto, a ilumiara – “altar iluminado”, literalmente – pode ser uma obra arquitetônica, escultórica, pictórica ou literária que serviria como marco identificador da cultura de um povo, para que este não esqueça quem realmente é. Assim, o autor do Romance d’A Pedra do Reino e do Romance de Dom Pantero projeta e constrói, como gestor público, as Ilumiaras Zumbi e Pedra do Reino, e concebe, como artista, as Ilumiaras Acauhan, A Coroada e Jaúna, apresentadas, no filme, pelo seu filho, o pintor Manuel Dantas Suassuna. A Ilumiara Zumbi é reverenciada pelo brincante Pedro Salustiano – filho do lendário rabequeiro Mestre Salustiano –, que enaltece o amor de Ariano pela cultura popular. O escritor e compositor Braulio Tavares comenta a importância histórica da Fazenda Acauhan e aborda o conceito de “obra total” em Ariano, que, segundo Carlos Newton Júnior, com base no Romance de Dom Pantero, pode ser representada pela fusão ou integração das artes (Teatro, Romance, Poesia, Música, Cinema, Desenho, Pintura, Dança etc.) dentro de um espaço físico de celebração, compondo, assim, uma ilumiara. O artista gráfico Ricardo Gouveia de Melo comenta o processo de diagramação das obras literárias de Ariano Suassuna editadas pela Nova Fronteira, que, segundo Manuel Dantas Suassuna, busca uma unidade estética que possa representar a “obra total” de seu Pai, também intitulada Ilumiara Ariano Suassuna.

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
17 de outubro de 2020
Sábado | 19h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

O país de São Saruê

ter, 29/09/2020 - 14:09

O país de São Saruê, Documentário, PB, Brasil, 1971, 80 min, 14 anos
de Vladimir Carvalho

Inspirado no título de um cordel do conhecido autor paraibano Manoel Camilo dos Santos, O País de São Saruê é um filme inspirado nas relações do homem com a natureza no sertão nordestino, onde predomina a luta contra a seca, o latifúndio e a miséria desde os tempos da colônia. É uma tentativa de se resgatar a memória de fatos antigos, os usos e costumes que distinguem essa região das demais. 

Sessão seguida de debate com Vladimir Carvalho e Tetê Mattos

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
15 de outubro de 2020
Quinta | 20h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Hotxuá

ter, 29/09/2020 - 14:01

Hotxuá, Documentário, COR, Brasil, 2007, 70 min, livre
De Gringo Cardia e Letícia Sabatella

Registro poético sobre a tribo indígena Krahô, um povo sorridente que designa um sacerdote do riso, o Hotxuá, para fortalecer e unir o grupo através da alegria, do abraço e da conversa. Acompanhando o dia-a-dia da aldeia no norte do Brasil, o filme colhe depoimentos dos índios, em sua língua nativa e em português. Eles falam sobre as crenças e o estilo de vida que sustentam e mantêm essa sociedade feliz, cuja concepção de mundo é o equilíbrio entre forças opostas e o respeito à diversidade.

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
12 de outubro de 2020
Segunda | 20h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Jonas e o Circo sem Lona

ter, 29/09/2020 - 13:40

Jonas e o Circo sem Lona, COR, Brasil, 2015, 82 min, Livre
De Paula Gomes
Com Jonas Laborda, Wilma Macedo, Neide Silva, Wanderson Silva, Micael Nunes, Ian Laborda, Gutinho Silva, Mateus Lima, Ana Paula Araújo.

Aos 13 anos de idade, Jonas é filho e neto de artistas de circo. O garoto tem seu próprio circo improvisado, frequentado pelos moradores do pobre bairro onde vive, na Bahia. É ele quem coordena os números, prepara os figurinos, a música e controla os ingressos. Jonas pretende abandonar a escola para se juntar ao tio e viver num circo itinerante, mas a mãe prefere que ele permaneça na escola. No meio desta briga, ele descobre as dificuldades da vida adulta.

Sessão seguida de debate com Paula Gomes e Jonas Laborda.

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
8 de outubro de 2020
Quinta | 20h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Cleópatra

qua, 23/09/2020 - 13:19

Cleópatra, Brasil, COR, ficção, 2007, 18 anos, 116´
De Júlio Bressane

O filme retoma a história da transição da República para o Império em Roma, com o protagonismo da egípcia Cleópatra, lírica e não épica, entre os romanos Júlio César Marco Antônio e Otaviano, o futuro Augusto. Premiado no Festival de Brasília em 2007.

01 de outubro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Café com canela

seg, 21/09/2020 - 16:17

Café com canela, Ficção, COR, Brasil, 2017, 103 min, 14 anos
de Glenda Nicácio e Ary Rosa

Após perder o filho, Margarida vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próximas. Um dia, Violeta bate à sua porta. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida, que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido importante pra ela na juventude.

24 de setembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Passagens

ter, 08/09/2020 - 13:43

Passagens, de Lucia Nagib e Samuel Paiva

Passagens mostra uma seleção de filmes brasileiros em que a utilização de expressões artísticas, como música, pintura, teatro e literatura constituem uma passagem para as realidades social e política. Para isso, o documentário exibe entrevistas com importantes cineastas brasileiros, como Kleber Mendonça Filho e Tata Amaral.

17 de setembro de 2020
Quinta | 18h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Partida

qui, 03/09/2020 - 18:10
Filme e Debate – Sessão em comemoração aos 52 anos do Cine Arte UFF

Partida, Brasil, 2019, COR, 94´, 14 anos
De Caco Ciocler

Diante do resultado da última eleição no Brasil, uma atriz decide candidatar-se à presidência da república e se juntar a uma trupe em uma viagem apaixonada em defesa de uma utopia: tentar passar a virada do ano nos braços de sua maior inspiração política, o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica.

Cadastro necessário para assistir no link: https://organizador.sympla.com.br/event/preview/964592

10 de setembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão
Youtube: https://www.youtube.com/centrodeartesuffoficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Copacabana – Auschwitz + Tokio Mao, o último kamikaze

sex, 28/08/2020 - 16:26

Copacabana – Auschwitz, Brasil/Polônia, 2018, 12´, Livre
De Jaiê Saavedra

Um aposentado tenta descrever sua rotina de morador de Copacabana, mas as memórias de seu aprisionamento no Campo de Concentração de Auschwitz invadem sua narrativa.

Tokio Mao, o último kamikaze, Brasil, 2018, 70´, Livre
De Marina Pessanha

Documentário sobre a vida de Tokio Mao, ex-piloto kamikaze que deveria ter morrido em uma ação de contra-ataque na ilha de Luzon, no mar das Filipinas, em novembro de 1944, mas sobreviveu. Dez anos depois do fim da guerra, Tokio Mao veio parar no Brasil a trabalho como engenheiro químico, e daqui nunca mais saiu. Deu aulas de karatê há mais de 40 anos em Niterói.

03 de setembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

As cores do divino

qui, 20/08/2020 - 14:11

As cores do divino, Documentário, COR, Brasil, 2020, 78´, 16 anos
De Victor Costa Lopes

Documentário realizado a partir de conversas com pessoas LGBT+, unidas por um traço em comum: todas já fizeram parte, ou ainda fazem, de alguma instituição religiosa. O filme traça um instigante panorama sobre a relação entre religião e sexualidade.

27 de agosto de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Clementina

sex, 14/08/2020 - 01:22

Clementina, Documentário, COR, Brasil, 2018, 75´, livre
De Ana Rieper

Um filme sobre o universo de Clementina de Jesus, cantora revelada aos 63 anos de idade como uma das maiores vozes do samba. Considerada por muitos o elo perdido entre a Cultura Brasileira e as raízes Africanas.

20 de agosto de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Ex-Pajé e Curtas coletivo Ascuri

qua, 05/08/2020 - 19:44

Ex Pajé, Documentário, COR, Brasil, 2018, 81´, livre
De Luiz Bolognesi

Perpera viveu na floresta sem contato com os brancos até os 20 anos de idade. Era um pajé poderoso. Após o contato do povo Paiter Suruí com o homem branco, em 1969, ele foi acusado pelo pastor evangélico de ter parte com o Diabo e constrangido a se tornar um porteiro da igreja Evangélica, renunciando aos seus poderes de pajé. Reduzido a zelador da igreja, ele vive com medo do escuro porque os espíritos da floresta estão furiosos com ele. Mas quando alguém da aldeia vê a morte de perto, seus poderes de falar com os espíritos ainda podem ser valiosos.

Curtas coletivo Ascuri:
Yvyra’i Jeguá – 6 min
Ary Vaí – 5 min
Teko Marangatu – 5 min

Direção coletiva Ascuri
Montagem e fotografia: Kiki Concianza, Gee B. Pedro, Fábio Concianza

Sessão seguida de debate com o diretor Luiz Bolognesi e os cineastas Kiki Concianza, Gee B. Pedro. Mediação Pedro Gradella.

13 de agosto de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Blitz, o filme

qui, 23/07/2020 - 19:04

Blitz, o filme, Brasil, 2019, 90’, 12 anos
De Paulo Fontenelle

O documentário apresenta a história e trajetória da primeira banda consagrada do pop-rock brasileiro, a Blitz. O longa-metragem explora seu surgimento na lona do Circo Voador entre Ipanema e Copacabana, na década de 1980, até às turnês internacionais e o enorme sucesso do grupo ainda nos dias atuais.

06 de agosto de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Enquanto estamos aqui

seg, 20/07/2020 - 18:11

Enquanto Estamos Aqui, Documentário, COR, Brasil, 2019, 77´, 12 anos
De Clarissa Campolina e Luiz Pretti

Lamis e Wilson são imigrantes em Nova Iorque. Ela, uma Libanesa que acaba de chegar e ele, um Brasileiro que mora ilegalmente na cidade há 10 anos. Uma narrativa híbrida construída com uma abordagem poética; um diário de viagem que se torna uma crônica e nos leva para a essência da micropolítica humana em tempos de globalização: um reino incerto de desejos, esperança e medo.
Sessão seguida de debate com os diretores Clarissa Campolina e Luiz Pretti. Mediação do crítico Francisco Carbone.

30 de julho de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

 

Categorias: Centro de Artes UFF

Retrospectiva Leonardo Mouramateus – curtas-metragens

ter, 14/07/2020 - 15:24
SESSÃO DE CURTAS   Charizard, de Leonardo Mouramateus
Ficção, COR, 15´, 2012, 14 anos
A semana em que Virna resolveu se separar do namorado para ficar comigo, foi a mesma semana em que me ofereceram um emprego temporário de caseiro. Mauro em Caiena, de Leonardo Mouramateus
Documentário, COR, 18´, 2012, livre
Admiro pra caramba essa capacidade, Mauro. De se transformar em outra coisa. Como um dinossauro ou uma lembrança. O Completo Estranho, de Leonardo Mouramateus
Ficção, COR, 24´, 2014, 14 anos
O coração de Dani endurece e goza. A Festa e os Cães, de Leonardo Mouramateus
Documentário, COR, 25´, 2015, 12 anos
À noite eles se juntam em bando, como se fossem um pelotão que tivesse desertado de uma mesma parte, para este pedaço de bairro no subúrbio de Fortaleza. Vando vulgo Vedita, de Leonardo Mouramateus e Andréia Pires
Ficção, COR, 20´, 2017, 14 anos
Vando (vulgo Vedita) não é visto faz um tempo nas ruas da Barra.

 

Categorias: Centro de Artes UFF

Meu nome é Daniel

sex, 10/07/2020 - 19:57

Meu nome é Daniel, Documentário, COR, Brasil, 2019, 83´
de Daniel Gonçalves

Primeiro longa brasileiro dirigido por uma pessoa com deficiência, “Meu Nome é Daniel” é um documentário em primeira pessoa. Nele, Daniel Gonçalves, jovem cineasta carioca que nasceu com uma deficiência que nenhum médico foi capaz de diagnosticar, percorre o caminho de sua vida para tentar compreender sua condição.

Acompanha a transmissão em:

Facebook do Centro de Artes UFF:  https://www.facebook.com/centrodeartesuff
Youtube da Olhar: https://www.youtube.com/c/Olhar

Categorias: Centro de Artes UFF

Viagem ao Portugal Pequeno

ter, 07/07/2020 - 12:14

Viagem ao Portugal Pequeno, Brasil, 2019, 65´, livre
De Luiz Rosati

Viagem ao Portugal Pequeno é um filme documentário sobre a Comunidade de Imigrantes da Ponta da Areia, na região portuária de Niterói, Rio de Janeiro. A Comunidade portuguesa surgiu às margens da baía de Guanabara, a partir de um núcleo de imigrantes que se concentram ali no final do século 19, atraídos pelas atividades de construção naval da região.

 

Acompanhe a transmissão no FACEBOOK ou no YOUTUBE.

Categorias: Centro de Artes UFF

Baixo Centro

seg, 29/06/2020 - 13:31

BAIXO CENTRO, Brasil, 80′, 14 anos
De Ewerton Belico e Samuel Marotta
Com Marcelo Souza, Cris Moreira, Alexandre de Sena, Renan Rovida, Bárbara Colen, Katia Aracelle.

Nos fragmentos de uma noite sem fim, Robert e Teresa se encontram, se conhecem e se separam pela força da opressão e pela ameaça da morte e da desaparição que se insinua continuamente. Circundados por Djamba, Gu e Luísa, a noite sugere encontros, êxtase, memórias da catástrofe e promessa irrealizada de felicidade. As sombras do amor em uma cidade que desmorona.

Acompanhe a transmissão no FACEBOOK ou no YOUTUBE.

 

 

 

Categorias: Centro de Artes UFF

Reencontro com o cinema + Tudo por amor ao cinema

qui, 18/06/2020 - 12:07
CURTA + LONGA

Reencontro com o cinema, Brasil, 2014, 28′
De Rafael de Luna Freire

A partir de uma exibição do filme Antes, o Verão (1968) na Cinemateca do MAM-RJ, em 2005, o filme acompanha a redescoberta da vida e carreira do cineasta Gerson Tavares, afastado há mais de trinta anos do cinema. O filme documenta seu reencontro com o passado.

——————————

Tudo por amor ao cinema, Brasil, 2015, 97′, 12 anos
De Aurelio Michiles
O documentário retrata a vida de Cosme Alvez Netto, uma das mais importantes figuras do cinema brasileiro, responsável pelo conservação e recuperação de diversas obras nacionais. Também foi curador da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro por mais de duas décadas. E, por tudo isso, foi preso e torturado durante a Ditadura Militar.

Acompanhe a transmissão no FACEBOOK ou no YOUTUBE.

Categorias: Centro de Artes UFF

O beijo no asfalto

sex, 12/06/2020 - 12:26
O beijo no asfalto, Brasil, 2017, 98′, 12 anos De Murilo Benício Com Lázaro Ramos, Débora Falabella, Otávio Muller, Stênio Garcia, Fernanda Montenegro, Augusto Madeira e outros.   Baseado na peça homônima escrita por Nelson Rodrigues. Ao presenciar um atropelamento, Arandir, um bancário recém-casado, tenta socorrer a vítima, mas o homem, quase morto, só tem tempo de realizar um último pedido: um beijo. Arandir beija o homem, mas seu ato é flagrado por seu sogro Aprígio e fotografado por Amado Ribeiro, um repórter policial sensacionalista.     Acompanhe a transmissão no FACEBOOK ou no YOUTUBE
Categorias: Centro de Artes UFF