Adaptações e trabalho remoto na Universidade Federal Fluminense Campus Aterrado – Volta Redonda-RJ

Print Friendly, PDF & Email

Professores e Técnicos do Instituto de Ciências Humanas e Sociais – Campus Aterrado - Volta Redonda, adaptaram sua rotina de trabalho às limitações impostas pelas medidas de isolamento social, para que as atividades dos cursos de especialização semipresenciais em Gestão Pública tivessem o menor impacto possível. Todas as atividades foram realizadas por trabalho remoto: manutenção do processo de orientação de 394 TCCs, via plataforma Moodel, ocorridas entre Dezembro de 2019 a Abril; adaptação e aplicação de avaliações não regulares para 26 disciplinas para atender 113 alunos, via plataforma Moodle, ocorridas em 16/05/2020 e realização de 294 bancas de apresentação e avaliação de TCCs, por meio de videoconferências programadas para o dia 6/06/2020 (remanescentes da Turma 6) e para o período de 04/07 a 18/07/2020 (Turma 7). A equipe formada pelos 6 professores coordenadores dos cursos, 2 técnicos (administrativo e de informática) e a secretária participou da organização e execução dessas atividades. Para as atividades de orientação e apresentação/avaliação dos TCCs, contando com a equipe de organização, participaram: 38 colaboradores como orientadores (bolsistas), 25 colaboradores (voluntários) como presidentes de banca de TCCs que acionaram outros 55 colaboradores (voluntários) para atuar como avaliador convidado nas bancas de TCC. As atividades de finalização das Turmas 6 e 7 dos cursos de especialização em Gestão Pública mobilizaram aproximadamente 120 profissionais. Entre os alunos que tentaram acessar o ambiente virtual disponibilizado para as avaliações não regulares e para as apresentações dos TCCs, até o momento, dia 10/07/2020, 4 não conseguiram fazer isso na data e horário agendado.

 

Professores do Departamento de Administração e Administração Pública (VAD) e do Departamento de Ciências Contábeis (VCO), junto com Técnicos Administrativos e Técnicos de Informática do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal Fluminense adaptaram processos de trabalho para que as atividades dos cursos de especialização em Gestão Pública, oferecidos na modalidade semipresencial não fossem interrompidas.
Os cursos semipresenciais de Gestão Pública (Gestão em Administração Pública, Gestão em Saúde Pública e Gestão Pública Municipal) oferecidos pela UFF no âmbito do PNAP (Programa Nacional de Formação em Administração Pública) – PNAP/UFF - estavam em período de orientação de 394 Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) para os alunos da Turma 7, e remanescentes da Turma 6, quando medidas de isolamento social foram impostas pelos órgãos de saúde pública. Como o processo de orientação dos TCC nestes cursos tem sido realizado via plataforma Moodle desde a primeira turma, ofertada em 2012, inicialmente a programação da elaboração, apresentação e avaliação dos TCC não foi alterada.
Entretanto, o prolongamento das restrições de acesso e uso das instalações da UFF, gerou uma situação para a qual a estrutura do curso não havia sido preparada: não seria possível realizar algumas atividades presenciais, como previsto no Projeto Pedagógico de Curso: 1) Avaliações não regulares: 2ª Chamada (Aplicada aos alunos ausentes nas avaliações presenciais por motivos previstos em lei) e de Recuperação (Aplicada aos alunos com nota final < 60 pontos em até 3 disciplinas ao final do curso) e 2) Bancas de apresentação e avaliação dos TCCs.

Para que fosse possível realizar essas atividades remotamente, a equipe de suporte de informática do Campus Aterrado ajustou e implementou rotina na plataforma Moodle, possibilitando que as avalições, antes presenciais, pudessem ser aplicadas de modo online. Em paralelo, a equipe de coordenação dos cursos utilizou o banco de questões que foi desenvolvido a partir das avaliações aplicadas nas turmas anteriores para elaborar as avaliações. Foram programadas 179 (cento e setenta e nove avaliações) para 113 alunos, contemplado 8 disciplinas do ciclo básico, comuns aos 3 cursos, e 18 avaliações específicas: 6 para o curso de Gestão em Administração Pública; 7 para o curso de Gestão Pública Municipal e 5 para o curso de Gestão em Saúde Pública.
Embora o processo de avaliação já estivesse sendo preparado, foi com a Resolução N.º 157/2020, que dispõe sobre critérios para o planejamento e execução de atividades acadêmicas dos cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu e Lato Sensu no período da pandemia, que a equipe teve segurança normativa para adotar as mudanças de avaliação em curso. Esta mesma Resolução amparou uma decisão maior dos coordenadores dos cursos de especialização: organizar bancas de TCC por meio de videoconferência.
Para equilibrar o esforço com o porte da equipe (6 professores, 2 técnicos e 1 secretária), primeiro foi organizada a apresentação/avaliação dos TCCs dos alunos remanescentes da Turma 6. As 46 bancas dessa turma foram programadas para o dia 06 de junho, tendo como presidentes das bancas os professores coordenadores dos cursos: Vanessa Garcia e Pítias Teodoro (Gestão em Saúde Pública); Ricardo Thielmann e Júlio Meirelles (Gestão em Administração Pública) e Ricardo Guabiroba e Paulo André (Gestão Pública Municipal), além dos servidores Técnico Administrativos Josiane Sacramento e Técnico em Informática Edgar Eller - todos com suporte da secretária dos cursos Flávia Pinheiro.

Concluídas as bancas da Turma 6, e implementadas as oportunidades de melhoria identificadas, a esquipe passou a organizar as bancas dos alunos da Turma 7.
Com a tarefa de programar as 245 bancas de apresentação e avaliação dos TCCs da Turma 7, foi definido um prazo de 15 dias para que as apresentações e avaliações ocorressem: de 04 a 18 de Julho. As presidências das bancas da Turma 7 foram distribuídas por um número maior de colaboradores, envolvendo colaboradores ligados PNAP/UFF, que envolveram, outros avaliadores convidados de sua rede de relações.
Hoje, dia 10 de julho de 2020, o processo de finalização da Turma 7 dos cursos de especialização em Gestão Pública ainda está em curso, mas já é possível evidenciar algumas ocorrências: Não houve registro por parte dos alunos de problemas de acesso e uso da plataforma Moodle na realização das avaliações não regulares. O mesmo não ocorreu com o acesso e uso das salas de videoconferência na realização das apresentações dos TCCs. Vários presidentes das bancas relataram a necessidade de apoio para o uso do recurso tecnológico, sem o qual, o aluno não teria sido capaz de realizar sua apresentação.
Entre os alunos que tentaram acessar as avaliações não regulares, 2 alunos não conseguiram o acesso na data e horário agendados. Outros 2 não conseguiram realizar a apresentação dos TCCs na data e horário agendados. É um número relativamente pequeno de impedimentos, entretanto, há que se destacar que a maior parte das atividades desses cursos ocorrem via plataforma, então, esses alunos já têm familiaridade com o uso de recursos tecnológicos em suas atividades acadêmicas

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Email: 
Telefone: 
30768888

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 20/07/2020 - 13:44